terça-feira, dezembro 1, 2020

Candidatos de Campinas resumem propostas prioritárias para saúde em vídeos de 30 segundos; assista

Área foi apontada por eleitores como a mais problemática da cidade, segundo pesquisa Ibope. Cada político gravou um vídeo para apresentar a ideia principal se for eleito prefeito. O G1 publica, a partir desta segunda-feira (19), uma série de cinco reportagens em que os candidatos a prefeito de Campinas (SP) abordam, em vídeos de até 30 segundos, propostas de governo. Na primeira delas, os políticos responderam a seguinte pergunta: “Qual sua proposta prioritária para área da saúde?”.
O setor foi escolhido por ser apontado como o mais problemático da cidade por 71% dos eleitores campineiros, segundo uma pesquisa Ibope encomendada pela EPTV. Na terça-feira, os candidatos respondem a prioridade sobre educação e, na quarta, para transporte público.
Quinta-feira será o dia de explicar como resolver o impasse da destinação do lixo e, na sexta-feira, a primeira ação para geração de empregos diante da pandemia do novo coronavírus.
As perguntas foram mandadas a todos os 14 candidatos, que deveriam gravar as respostas e enviar ao G1 no prazo definido pela reportagem. Treze mandaram vídeos e Artur Orsi (PSD) não enviou. Os nomes estão em ordem alfabética, segundo a inscrição para a urna.
Alessandra Ribeiro (PCdoB)
Alessandra Ribeiro (PCdoB) responde qual a prioridade para saúde de Campinas
As prioridades da candidata para a área da saúde são capacitar e qualificar as equipes médicas e a de ampliar de 144 para 170 o número de grupos de saúde da família. Para a segunda promessa, o prazo para cumprimento é no primeiro ano de mandato. Com as iniciativas, Alessandra visa motivar os profissionais da saúde e agilizar o atendimento médico em Campinas.
André von Zuben (Cidadania)
André von Zuben (Cidadania) responde qual a prioridade para saúde em Campinas
O candidato coloca a área da saúde como prioridade máxima de seu governo, caso seja eleito. Sua promessa é a de contratar os serviços de hospitais particulares para, assim, zerar a fila de atendimentos médicos que existe na metrópole.
Dário Saadi (Republicanos)
Dário Saadi (Republicanos) responde qual a prioridade para saúde em Campinas
Saadi promete que, se eleito, promoverá a contratação de 200 médicos – principalmente clínicos gerais, pediatras e ginecologistas. Além disso, garante a construção do Hospital da Mulher ao lado do Hospital Municipal Doutor Mário Gatti para oferecer tratamento integrado ao Hospital de Amor às mulheres. Por fim, cita a transformação do Hospital Metropolitano no “Hospital Mário Gattinho”, que oferecerá atendimento pediátrico, e a implantação da telemedicina em todas as unidades básicas do Sistema Único de Saúde (SUS) em Campinas.
Delegada Teresinha (PTB)
Delegada Teresinha (PTB) responde qual a prioridade para saúde em Campinas
A Delegada Teresinha promete que, se eleita, fará os postos de saúde de Campinas funcionarem 24 horas por dia, zerará as filas de exames de especialidades e promoverá um mutirão das cataratas e varizes.
Dr. Hélio (PDT)
Dr. Hélio (PDT) responde qual a prioridade para saúde em Campinas
Para o candidato, a prioridade fundamental na área da saúde é a atenção básica: garantir médicos e outros profissionais necessários nos postos, além de fazer um programa de atendimento domiciliar e internação para atender casos isolados de Covid-19 nas famílias.
Edson Dorta (PCO)
Edson Dorta (PCO) fala sobre prioridade para saúde em Campinas
Dorta afirma que, se eleito chefe do Executivo em Campinas, buscará acabar com o fim do lucro sobre a doença. Para isso, buscará estatizar todo o sistema de saúde – dos laboratórios de produção até a indústria farmacêutica. Além disso, ressalta que parará o que chama de “genocídio do coronavírus” ao aumentar, de modo imediato, as verbas da saúde e testes da Covid-19 em massa.
Laura Leal (PSTU)
Laura Leal (PSTU) fala sobre prioridade para saúde em Campinas
Laura priorizará, se eleita, a luta contra a pandemia. Para isso, promete uma “quarentena de verdade” e diz que, se necessário, requisitará os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da rede privada. A candidata também frisa o fortalecimento da rede básica de saúde por meio da realização de concursos públicos e compra de equipamentos para zerar filas de espera. Por fim, elimina a chance de qualquer hospital público se tornar privado em Campinas.
Pedro Tourinho (PT)
Pedro Tourinho (PT) fala sobre prioridade para saúde em Campinas
Tourinho promete que, se eleito, reunificará a Rede Mário Gatti com a Secretaria de Saúde e fará mutirões para enfrentar as filas nas especialidades. Também garante que, em um governo feito por ele, todo cidadão campineiro terá uma equipe de saúde da família com vários profissionais à disposição; e que haverá uma redução drástica nas filas de espera para atendimento em saúde por meio do uso de tecnologias digitais para o agendamento de consultas e da contratação de novos profissionais para ampliar a cobertura de atendimento.
Prof. Ahmed Tarique (PMN)
Prof. Ahmed Tarique (PMN) fala sobre prioridade para saúde em Campinas
O candidato promete a retomada dos Hospitais de Campanha em Campinas com o auxílio de recursos dos governos do estado de São Paulo e Federal. Além disso, se eleito, garante a contratação de funcionários da área da saúde através de um projeto de lei.
Rafa Zimbaldi (PL)
Rafa Zimbaldi (PL) fala sobre prioridade para saúde em Campinas
O candidato Rafa Zimbaldi promete colocar à disposição da população o cartão “Saúde Fácil”, que tornará digitais o prontuário médico do paciente e as informações sobre consultas, exames e medicamentos. Além disso, garante que zerará as consultas em, no máximo, 180 dias. Para isso, estabelecerá parcerias para que a rede privada receba pacientes das unidades públicas.
Rogério Menezes (PV)
Rogério Menezes (PV) fala sobre prioridade para saúde em Campinas
Na saúde, as prioridades de Menezes serão melhorar a gestão; controlar estoques, compra e distribuição de remédios e insumos; contratar novos médicos para garantir o funcionamento dos postos de saúde e desafogar os hospitais; e completar as equipes de médicos de família para garantir as visitas aos pacientes e a prevenção de doenças.
Rogério Parada (PRTB)
Rogério Parada (PRTB) fala sobre prioridade para saúde em Campinas
O candidato elenca como prioridade na área da saúde o estancamento do desperdício e desvio de dinheiro. A partir disso, Parada pontua que será possível que Campinas tenha unidades de saúde que atendam cada uma, no máximo, 12 mil habitantes. Além disso, ressalta que, com a economia, será viável equipar os centros de saúde e investir na atualização dos profissionais de saúde.
Wilson Matos (Patriota)
Wilson Matos (Patriota) fala sobre prioridade para saúde em Campinas
Matos promete reagendar “o mais rápido possível” as cirurgias eletivas que foram suspensas devido à pandemia da Covid-19. Além disso, garante a testagem em massa da população para o novo coronavírus e cita o firmamento de parcerias com as universidades de Campinas. O objetivo é fazer com que elas gerenciem as unidades de saúde da metrópole. O próprio candidato enviou o vídeo editado, com cortes.
Funciona Assim – Eleições 2020
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

VÍDEOS: EPTV 2 região de Campinas desta terça-feira, 1 de dezembro

Veja reportagens das áreas de Campinas (SP) e de Piracicaba (SP). Veja reportagens das áreas de Campinas...

Média de chuvas em novembro atinge 65,9% do esperado em Campinas e volume é o menor desde crise hídrica, diz Cepagri

Apesar do registro de temporais pontuais, foram 107mm no mês, considerando a média de chuvas generalizadas na cidade....

Campinas tem 42 leitos de UTI Covid desativados e taxa de ocupação vai a 82% nesta terça

Medida ocorre um dia após governo de SP anunciar reclassificação de todo o estado para a fase amarela...

Jonas e secretário de Finanças de Campinas viram réus por supostas 'pedaladas' no Camprev

MP aponta irregularidades no repasse de verbas da administração ao Instituto de Previdência do município. Prefeitura afirma que...

Governo investe no programa de proteção a testemunhas no CE

A pasta de Damares Alves fechou convênio com o governo do petista Camilo Santana no Ceará para repassar pouco mais de 7 milhões de...
- Advertisement -