sexta-feira, novembro 27, 2020

Aumento na produção de gasolina e gás de cozinha faz Replan registrar maior volume de derivados no ano


Planta em Paulínia (SP), a maior da Petrobras, produziu 1.895.882 m³ de derivados de petróleo em setembro. Replan é a maior refinaria da Petrobras e fica localizada em Paulínia, na Rodovia SP-332.
Reprodução/EPTV
Com aumento na produção de produtos como gasolina e gás de cozinha (GLP), a Refinaria de Paulínia (Replan), a maior da Petrobras, registrou em setembro o maior volume de derivados de petróleo produzidos pela planta no ano e melhor marca para o mês desde 2016.
Dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) mostram que foram produzidos 1.895.882 metros cúbicos (m³) de derivados em setembro, pouco acima dos 1.889.314 m³ de agosto, melhor marca anterior em 2020 [veja gráfico abaixo].
Após uma queda na produção de derivados no início do ano, pelo impacto da pandemia do novo coronavírus, a refinaria em Paulínia acumula a quinta alta seguida. Desde junho, a planta opera com 100% de sua capacidade, após a retomada de operação mais duas unidades de produção.
Em agosto, a Replan registrou o maior volume de petróleo refinado – não de derivados produzidos – para um mês desde 2015.
Na ocasião, a companhia destacou que o aumento nos volumes de refino e produção de derivados estão relacionados com a flexibilização da quarentena e a retomada das atividades econômicas no Brasil.
“A Replan tem capacidade para processar 69.000 metros cúbicos (m3) de petróleo por dia. Atualmente o mercado encontra-se em retomada de crescimento e consequentemente elevando as demandas por derivados de petróleo”, destacou a Petrobras no início do mês.
Derivados
Na Replan são produzidos derivados como gasolina, diesel, querosene de aviação, gás liquefeito de petróleo (GLP), óleo combustível, asfalto e bunker, entre outros.
Um dos derivados que registraram aumento na produção neste ano é a gasolina A. Foram produzidos em setembro, segundo o relatório da ANP, 461.417 m³ , o que equivale a 461 milhões de litros do combustível.
O total de setembro é 28,7% maior que o volume de agosto (358,2 milhões de litros) e a maior quantidade fabricada na Replan desde maio de 2018 (462.582 m³).
No caso do GLP, os 123.763 m³ representam uma alta de 2,4% em relação ao mês anterior (120 mil metros cúbicos). O volume produzido de gás de cozinha é o maior da planta desde setembro de 2019, quando foram entregues ao mercado 131,4 mil metros cúbicos do produto.
Mercado
Os produtos produzidos em Paulínia atendem os seguintes mercados:
Interior de São Paulo
Sul de Minas
Triângulo Mineiro
Mato Grosso
Mato Grosso do Sul
Rondônia
Acre
Goiás
Brasília (DF)
Tocantins
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

Campinas abre CS Centro neste sábado para vacinação contra a pólio

Unidade funcionará das 8h às 16h30 para atender quem ainda não se vacinou....

VÍDEOS: EPTV 2 região de Campinas desta sexta-feira, 27 de novembro

Veja reportagens das áreas de Campinas (SP) e de Piracicaba (SP). Veja reportagens das áreas de Campinas (SP)...

Região de Campinas ultrapassa 100 mil casos do novo coronavírus

Marca atingida nesta sexta-feira (27) considera dados de 31 municípios da área de cobertura do G1 Campinas. ...

Popularidade de Boulos nas redes é vinte vezes maior que a de Covas

Cada vez mais acirrada, a disputa pela prefeitura de São Paulo já tem um vencedor. Se depender do número de seguidores nas redes sociais,...

PIB, reunião da Opep e relatório de emprego nos EUA: o que acompanhar na próxima semana

SÃO PAULO – Com o mês caminhando para se encerrar com forte alta tanto na bolsa brasileira quando no exterior, após semanas de boas...
- Advertisement -