quarta-feira, dezembro 2, 2020

Artesão do Rio de Janeiro transforma talheres em pássaros e conscientiza sobre a natureza


Garfos, facas e colheres se tornam de tucanos a beija-flores com o trabalho de Thiago Raposo. Facas, garfos e colheres se tornam aves de diversas espécies com o trabalho do artista
Thiago Raposo/Acervo Pessoal
A habilidade de olhar para um objeto e conseguir identificar no que ele pode se transformar é o que confere o potencial de surpreender para muitos artistas. Na cidade de Nova Friburgo, no Rio de Janeiro, o balconista de farmácia Thiago Vieira Raposo de Jesus também consegue se moldar para, em alguns momentos, utilizar o conhecimento e o vínculo adquirido pela formação como engenheiro ambiental e se tornar um artista.
Garfos, colheres e facas, nas mãos de Thiago, são manipulados e se tornam andorinhas, pardais, tucanos, corujas e beija-flores. A ideia de representar a natureza através dos talheres surgiu a partir da observação de um trabalho semelhante de um artista americano. Mas, no caso, ele não utilizava a natureza como inspiração. Com o vínculo intenso do rapaz com o meio ambiente, decidiu unir a ideia da técnica com a variedade de aves que podem ser encontradas em nosso país.
Beija-flores já foram retratados pelo artista utilizando os talheres
Thiago Raposo/Acervo Pessoal
“Com a minha paixão pela natureza, ao olhar para os talheres, conseguia visualizar os pássaros sendo moldados através deles. As aves representam para mim a liberdade e a beleza que a natureza nos proporciona”, afirma Thiago que também acrescenta que a execução do trabalho exigiu mais, além da afinidade com o tema. “Foi muito desafiador porque envolve solda elétrica e eu nunca havia tido contato com este procedimento. Tive que buscar conhecimento para manuseio da solda e depois desenvolver as técnicas para reproduzir os pássaros”.
Para o engenheiro ambiental, a formação e as obras são partes pequenas de uma trajetória de intenso vínculo com a natureza. O artista conta que o fato de ter sido criado no interior do Rio de Janeiro, em em Duas Barras, o aproximou das brincadeiras em meio a uma floresta que havia próxima a sua casa, onde já observava os pássaros. A paixão só cresceu quando, em 2013, ele teve a oportunidade de participar de um projeto social na Amazônia. “Pude ver de perto a natureza de uma forma ainda mais profunda”, conta.
Imagens mostram o processo de produção para transformar talheres em aves
Thiago Raposo/Acervo Pessoal
Com essas experiências que o guiam, não poderia haver outro estímulo para a confecção das obras. Cortar e medir as peças, soldá-las em conjunto, limpar e polir o produto e até idealizar um “cenário” para colocá-lo são dinâmicas executadas pelo engenheiro que mantém sempre por perto um guia de aves para estudar as características dos animais. O processo para cada obra demora de três a quatro horas e, além do produto final, as esculturas carregam também um propósito.
“Quando as pessoas olham o trabalho, elas se sentem próximas à natureza e conseguem perceber de uma forma diferente o quanto os pássaros são verdadeiros contribuidores para a beleza local. E além de estimular as pessoas a apreciarem e cuidarem da natureza, as peças agora me ajudam financeiramente”, afirma ele.
Até mesmo um tucano já se tornou parte do trabalho de divulgação da natureza através de talheres
Thiago Raposo/Acervo Pessoal
Veja mais imagens:
Até mesmo o cenário para incorporação das peças é montado
Thiago Raposo/Acervo Pessoal
Corujas também já foram retratadas pelas obras nos talheres
Thiago Raposo/Acervo Pessoal
Estudo das espécies também compõe trabalho para a confecção das peças
Thiago Raposo/Acervo Pessoal

Ultimas Notícias

Justiça nega recurso a vereadora de Monte Mor condenada por cobrar parte de salário de assessor

TJ-SP decidiu pela manutenção da perda dos direitos políticos e o ressarcimento dos...

Polícia Civil busca identificar envolvidos após homem ser arrastado por segurança da rodoviária de Campinas

Estado informou que caso não foi registrado, mas policiais começaram diligências na região. Mulher flagrou o momento em...

Covid: com 100% da UTI do Haoc lotada e sem profissionais parar abrir mais leitos, Indaiatuba contrata vagas em Campinas

Prefeito fez alerta sobre gravidade da doença na cidade em live nesta terça-feira (1); Secretaria de Saúde determinou...

MP denuncia à Justiça morador de condomínio em Valinhos que fez ofensas racistas a entregador

Promotora também pede condenação de Matheus Almeida Prado por danos morais. À época em que caso veio à...

Barroso determina que governo proteja os índios contra a pandemia

O ministro Luís Roberto Barroso, do STF, determinou em decisão que o governo instale, em 48 horas, barreiras sanitárias em três terras indígenas para...
- Advertisement -