sábado, dezembro 5, 2020

Estimule mais a compra na loja física com o uso de técnicas comportamentais


Os números reforçam aquilo que todos sabemos – a loja física não vai morrer, mas ela precisa se reinventar.
Divulgação ACIC
Uma pesquisa do Think With Google revelou as tendências de consumo em um mundo pós-coronavírus, e com as lojas físicas abertas. Entre os entrevistados, 25% continuarão a comprar somente online, 24% comprarão a maior parte no online e a menor na loja física e 17% farão suas compras somente nas lojas físicas.
Existem técnicas e recursos para tornar o ponto de venda um local atrativo, melhorando a experiência do consumidor. São formas de persuadi-lo a comprar possibilitando, até mesmo, um aumento de tíquete médio.
Uma das técnicas de persuasão é o bundling (empacotamento, em Português), que busca associar um produto escolhido pelo cliente a outro complementar, por meio de estímulos sensoriais. Provavelmente você já foi a uma loja de eletrodomésticos e utensílios para cozinha e sentiu um aroma de café, ou a uma loja de móveis e decoração para exteriores e ouviu um barulhinho de água ou de motor de piscina. Esses estímulos sutis “confundem” os sentidos do cliente e os remetem a sensações agradáveis. Nesse mix de sensações, ele se lembra de mais alguma coisa, além da sua intenção inicial de compra. Se a pessoa pretendia comprar apenas uma panela, ao sentir o cheiro do café, ela pode se interessar também por um moedor de grãos ou por xícaras de café, por exemplo.
Como muitas vezes o cliente compra mais pela emoção do que pela razão, você pode dar a ele um incentivo para que tome a decisão de compra mais facilmente. O conceito chamado “nudge” (empurrão) é baseado em técnicas sensoriais que alteram o comportamento das pessoas e também as estimula a comprar. Apresentar os produtos da sua loja de maneira impactante, caprichar nos “hot points”, dispondo os produtos na altura da visão dos clientes são maneiras de chamar a atenção e influenciar o comportamento de compra.
O Visual Merchandising é o maior aliado do varejo na hora de colocar em prática técnicas de persuasão. O conjunto de estratégias de design, layout e outros elementos conceituais personaliza o ponto de venda, transmite a personalidade da marca e estimula os sentidos do consumidor para a compra.
Estudo do Global Association for Marketing at Retail aponta que a visão é responsável por 83% das decisões de compra do consumidor, e 80% delas acontecem ainda na vitrine, conforme estudo do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE).
Nesse sentido, a ambientação tem papel fundamental. Para criar um ambiente mais íntimo e aconchegante, opte por uma iluminação quente, amarela, com luz indireta. Já para conceber um ambiente mais moderno e vibrante as luzes frias e mais claras são adequadas porque “despertam” o cliente.
Aplicar a psicologia das cores conforme o que a marca deseja transmitir também é uma boa estratégia. Branco remete à paz, limpeza e pureza; preto, é sinônimo de sofisticação, poder, sensualidade e rebeldia, enquanto que o vermelho transmite sensação de paixão, poder e força. E assim por diante.
Mas a visão não é o único sentido aguçado numa experiência de compra. Isso porque muitas pessoas são cinestésicas, ou seja, precisam sentir, tocar, cheirar, ter uma experiência emocional com o produto antes de comprá-lo. Ponto para a loja física!
Desenvolver um cheiro próprio para o seu ponto de venda, criar uma programação musical condizente com a mensagem da sua marca e com o seu público-alvo são estratégias de marketing sensorial que contribuem para que o cliente permaneça mais tempo dentro da loja.
As sensações são tão importantes na jornada de compra que as empresas estão focadas em proporcioná-las também no digital. A Natura, por exemplo, lançou um tablet capaz de emitir cheiros digitais, parecido com os adesivos que chegavam ao consumidor junto com as revistas impressas. Além de proporcionar uma experiência sensorial, a estratégia ainda ajuda a redução o uso de papel nos catálogos da marca.
Quer saber mais sobre como atrair mais clientes para sua loja física e aumentar as vendas? Não fique de fora do “Retail Conference Digital 2020”, que ocorre dia 11 de novembro, das 14h às 18h. O evento, 100% online, abordará as principais estratégias para o crescimento e a adaptação do varejo nesse momento de retomada da economia.
Faça sua inscrição gratuitamente pelo link: retailconference.com.br/. Mais informações pelo Whatsapp +55 19.99607.7604 (ACIC).

Ultimas Notícias

Região de Campinas movimenta R$ 636 milhões na Black Friday e faturamento supera 2019, diz Acic

Levantamento mostra aumento de 32,5% em relação ao mesmo período do ano anterior....

Shopping e linha de ônibus em Campinas registram aglomerações no 1º sábado após retorno da fase amarela; vídeo

Corredores do centro de compras tiveram movimentação intensa neste sábado (5). Já na linha 654, que opera o...

VÍDEOS: EPTV 2 Campinas de sábado, 5 de dezembro

Veja as notícias de destaque nas regiões de Campinas e Piracicaba. Veja as notícias de destaque nas regiões...

Covid-19: os países que já começaram a vacinar

As vacinas para combater o novo coronavírus em todo o mundo avançam a passos largos. Os laboratórios mais adiantados já anunciaram resultados de eficácia...

Campinas deixa de atingir meta em campanha de vacinação contra pólio; há doses disponíveis

Com 34,3 mil doses aplicadas durante os 56 dias da ação, cidade atingiu 58,4% do público-alvo, mas meta...
- Advertisement -