sábado, novembro 28, 2020

Caiado descobre mais um esqueleto de Perillo no governo de Goiás

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, descobriu mais um esqueleto da gestão do antecessor Marconi Perillo.

Notas fiscais de obras de arte, joias e outros artigos de luxo foram localizadas por servidores do governo. Os gastos faziam parte do lado “generoso” de Perillo.

Ele usava o dinheiro público para presentear figurões no estado. No dia 6 de março de 2018, por exemplo, a Casa Civil de Perillo torrou 3.630 reais numa pintura Helena Vasconcelos e 1.120 num kit berço.

Na semana seguinte, no dia 12 daquele mês, a mesma Casa Civil queimou mais 1.139 reais num colar de pérolas. Ainda em março daquele ano, no dia 27, foram mais 1.300 reais numa blusa.

Já em julho de 2018, a natureza dos presentes mudou. Apenas numa compra, foram 2.397 reais num jogo de taças e num jogo de jantar com 42 peças.

Diante da farra, Caiado mandou proibir o uso de dinheiro público para o pagamento de presentes no governo. Se o gestor público quiser agradar alguém, que tire do bolso.

Continua após a publicidade

Ultimas Notícias

VÍDEOS: EPTV 1 região de Campinas de sábado, 28 de novembro

Veja as reportagens das regiões de Campinas e Piracicaba. Veja as reportagens...

Caminhão arrasta fios e deixa moradores sem internet em rua de Campinas

Acidente aconteceu na Rua Frederico Ozanan. Telespectadores enviaram imagens à EPTV. Um caminhão arrebentou cabos de rede...

Transporte público, colégios eleitorais e regras: tudo o que você precisa saber para votar no 2º turno em Campinas

Eleitores que não foram às urnas no primeiro pleito podem votar neste domingo (29). Segurança será feita por...

“Desemprego alto e déficit público nos deixam cautelosos”, diz presidente da Whirlpool

A Whirlpool (W1HR34), assim como outros fabricantes de geladeiras, fogões e lavadoras, vivem um boom de vendas. Nas três fábricas da companhia – em...

Presidente do Irã culpa Israel por assassinato de cientista nuclear

TEERÃ, 28 NOV (ANSA) – O presidente do Irã, Hassan Rohani, acusou Israel de agir como “mercenário” dos Estados Unidos ao supostamente assassinar um...
- Advertisement -