terça-feira, novembro 30, 2021

‘Lives’ de presos geraram economia de 9 milhões de reais em São Paulo

A Secretaria da Administração Penitenciária paulista intensificou o uso de teleaudiências por conta da pandemia e agora os primeiros resultados começam a ser contabilizados. O uso da tecnologia reduziu em 72% os gastos com escolta de presos neste ano.

Na prática, foram economizados 9 milhões de reais em deslocamento de detentos das unidades prisionais até fóruns para audiências judiciais, liberando policiais militares e agentes penitenciários para outras funções.

De janeiro a setembro de 2019, foram gastos R$ 12,6 milhões com diárias, manutenção de veículos, combustível e transporte aéreo. Neste ano, o valor caiu para 3,5 milhões de reais.

Nas contas do governo há 377 estações de teleaudiência disponíveis e serão 685 até o final do ano. Com isso, houve uma queda de 75,3% no número de presos em trânsito – de 117.665 no ano anterior ante 29.070 presos em 2020.

Continua após a publicidade

Ultimas Notícias

Como descobrir boas ofertas da Black Friday?

A Black Friday, em tradução para o portufues, sexta-feira preta, é um dia no ano que muitas pessoas aguardam...
- Advertisement -spot_img