sexta-feira, novembro 27, 2020

PM é detido após atirar em carro de motorista por aplicativo em Campinas; veja imagens


Caso foi neste domingo (1), no Jardim Paraíso de Viracopos. Policial diz que sacou arma com intenção de proteger namorada após presenciar discussão e alega acidente; ele pagou fiança. Disparo atingiu encosto de banco de passageiro em veículo
Arquivo Pessoal
Um policial militar de 25 anos foi detido na madrugada deste domingo (1), em Campinas (SP), após atirar contra o carro de um motorista por aplicativo no Jardim Paraíso de Viracopos. O disparo ocorreu após ele presenciar um desentendimento entre a namorada dele e o condutor do automóvel sobre a forma de pagamento da corrida no momento que o casal deixaria uma festa na casa de amigos.
O disparo acertou o vidro traseiro direito, o encosto de cabeça do banco do passageiro e saiu pelo vidro traseiro esquerdo do automóvel, modelo HB20. O motorista, de 28, teve um ferimento superficial na perna, mas não soube informar à Policial Civil se foi algum fragmento ou por ter batido em alguma parte do veículo durante o nervosismo de arrancar com o veículo após o tiro acertar o carro.
O caso
O disparo ocorreu por volta das 2h30, no cruzamento entre as avenidas Itamarati e Jacaúna. O motorista contou para policiais militares que estavam em patrulhamento na região que havia sido chamado para uma corrida e, ao chegar ao local, em contato com a cliente que fez a solicitação, houve um “pequeno desentendimento” sobre a forma de pagamento. Em seguida, durante a conversa, segundo ele, o PM se aproximou e atirou contra o automóvel, antes dele sair em arrancada do local.
Segundo relatos dos policiais em registro de ocorrência na 2ª Delegacia Seccional, ao chegarem ao local o PM já havia recolhido a cápsula e entregou a arma. Ele alegou que, no momento do casal deixar a festa, conversava sobre carona e não sabia que a namorada havia acionado um motorista por aplicativo. Com isso, explica, ao ver que o automóvel parou no local e perceber tom de fala exaltado dele, diz que se aproximou na intenção de protegê-la, sacou a arma, mas houve um disparo acidental.
Já a namorada do PM, diz o boletim, confirmou que chamou o motorista por aplicativo e ele questionou se o pagamento seria em cartão ou dinheiro, o que considerou a pergunta desnecessária. Segundo ela, a pergunta foi novamente feita quando o condutor chegou e o tom da conversa se elevou.
Disparo entrou por vidro traseiro do carro de motorista por aplicativo
Arquivo Pessoal
Apurações
Além do carro do motorista, a arma do PM também será avaliada em perícia. O policial deixou a delegacia após pagar fiança de R$ 1,5 mil e o caso foi registrado pela Polícia Civil como disparo de arma de fogo. Além disso, a Corregedoria da Polícia Militar foi comunicada sobre o caso.
O que será feito?
Procurada pela EPTV, a assessoria da PM não comentou o assunto até a publicação.
2ª Delegacia Seccional de Campinas
Talita Nonato/EPTV
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.

Ultimas Notícias

Campinas abre CS Centro neste sábado para vacinação contra a pólio

Unidade funcionará das 8h às 16h30 para atender quem ainda não se vacinou....

VÍDEOS: EPTV 2 região de Campinas desta sexta-feira, 27 de novembro

Veja reportagens das áreas de Campinas (SP) e de Piracicaba (SP). Veja reportagens das áreas de Campinas (SP)...

Região de Campinas ultrapassa 100 mil casos do novo coronavírus

Marca atingida nesta sexta-feira (27) considera dados de 31 municípios da área de cobertura do G1 Campinas. ...

Popularidade de Boulos nas redes é vinte vezes maior que a de Covas

Cada vez mais acirrada, a disputa pela prefeitura de São Paulo já tem um vencedor. Se depender do número de seguidores nas redes sociais,...

PIB, reunião da Opep e relatório de emprego nos EUA: o que acompanhar na próxima semana

SÃO PAULO – Com o mês caminhando para se encerrar com forte alta tanto na bolsa brasileira quando no exterior, após semanas de boas...
- Advertisement -