terça-feira, dezembro 1, 2020

Pesquisa em Inconfidentes (MG) detecta grandes mamíferos nos fragmentos de mata


Lobo-guará e onça-parda estão entre os animais que usam a área como rota de deslocamento. Onça-parda foi um dos grandes destaques da pesquisa no pequeno fragmento do campus de Inconfidentes (MG)
Talita Nazareth de Roma/Acervo
Em um fragmento de mata de aproximadamente 13 hectares, uma área considerada pequena, a grandeza se faz pela riqueza da fauna. Uma análise realizada no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais, Campus Inconfidentes, detectou a presença de grandes mamíferos nessa região e conseguiu registrar a passagem desses importantes símbolos de conservação por câmeras instaladas.
O estudo fez parte de uma pesquisa desenvolvida pela bióloga e gestora ambiental Talita Nazareth de Roma. Em uma investigação nunca antes feita na região, quatro anos foram necessários para reunir os dados sobre a área. Sob a orientação da professora Dra. Kátia Regina de Carvalho Balieiro, Talita examinou pegadas, fez observações em tempo real, instalou armadilhas de captura e analisou as imagens obtidas por câmeras trap.
Presença de mamíferos de grande e médio porte reforça a importância da conservação destes fragmentos, bem como o uso responsável da área.
Talita Nazareth de Roma/Acervo
O equipamento, conhecido também como armadilha fotográfica, foi instalado em 13 pontos distintos no interior do fragmento em áreas onde os pesquisadores já haviam identificado fezes, tocas e marcas de garras dos animais. “O nosso objetivo foi fazer o levantamento de espécies-chaves, ou seja, aquelas que são topo de cadeia, que regulam todo o ecossistema”, explica a bióloga.
Mais de 15 espécies diferentes de animais desse perfil foram encontradas na área e, entre elas, quatro aparecem na categoria ameaçada ou vulnerável em listas que analisam o status de conservação. “Foram encontradas espécies como lobo-guará e onça-parda. Esses animais usavam esse fragmento como rotas migratórias, corredores ecológicos para deslocamento”, explica a gestora ambiental responsável pelo estudo.
Lobo-guará vive áreas de cerrado, mas ocupa áreas florestadas também e acredita-se que usou o fragmento como rota de passagem
Talita Nazareth de Roma/Acervo
Além desses grandes destaques, outras espécies que vivem nesse habitat também foram detectadas pelas câmeras. Quatis, pacas, gambás, tatus, cachorros-do-mato e capivaras “posaram” para as lentes. O levantamento ainda apontou a presença de uma espécie exótica, um invasor introduzido da Europa, o ratão-do-banhado. A ocorrência de indivíduos assim pode indicar uma futura desestabilização no ecossistema.
Diante de dados tão determinantes, a pesquisa reforça o valor de uma área pequena para a existência de mamíferos de médio e grande porte e a urgência de ação. “Os 13 hectares de fragmento florestal em estudo, porém, não garantem a sobrevivência de algumas populações em longo prazo, por isso nós destacamos a importância desses fragmentos e a necessidade de realização de programas de conservação”, finaliza a pesquisadora.
Gambás, capivaras, furões e ratões-do-banhado aparecem, respectivamente, nas imagens
Talita Nazareth de Roma/Acervo
A bióloga já fez trabalhos semelhantes em outros locais. Em uma pesquisa sobre a presença de mamíferos na Reserva Biológica Serra dos Toledos, em Itajubá (MG), uma análise em quase 2% da área detectou uma grande diversidade de felinos. O estudo permitiu ainda sensibilizar a população com palestras e dinâmicas em salas de aula.
Quatis se aglomeram na busca de alimentos na área do campus de Inconfidentes (MG)
Talita Nazareth de Roma/Acervo

Ultimas Notícias

VÍDEOS: EPTV 2 região de Campinas desta terça-feira, 1 de dezembro

Veja reportagens das áreas de Campinas (SP) e de Piracicaba (SP). Veja reportagens das áreas de Campinas...

Média de chuvas em novembro atinge 65,9% do esperado em Campinas e volume é o menor desde crise hídrica, diz Cepagri

Apesar do registro de temporais pontuais, foram 107mm no mês, considerando a média de chuvas generalizadas na cidade....

Campinas tem 42 leitos de UTI Covid desativados e taxa de ocupação vai a 82% nesta terça

Medida ocorre um dia após governo de SP anunciar reclassificação de todo o estado para a fase amarela...

Jonas e secretário de Finanças de Campinas viram réus por supostas 'pedaladas' no Camprev

MP aponta irregularidades no repasse de verbas da administração ao Instituto de Previdência do município. Prefeitura afirma que...

Governo investe no programa de proteção a testemunhas no CE

A pasta de Damares Alves fechou convênio com o governo do petista Camilo Santana no Ceará para repassar pouco mais de 7 milhões de...
- Advertisement -