sábado, novembro 28, 2020

Fofos e raros: monitor ambiental encontra filhotes de tapitis no Parque Nacional da Tijuca (RJ)


Entenda por que o registro das crias do único coelho brasileiro feito no Rio de Janeiro é considerado incomum e especial. Três filhotes de tapitis foram encontrados em área de difícil acesso no Pico do Toné no Parque Nacional da Tijuca
Eduardo Brito/Parque Nacional da Tijuca
O monitor ambiental e brigadista do Parque Nacional da Tijuca (RJ), Eduardo Brito, realizava um trabalho de campo para prevenção de incêndios quando encontrou um “montinho” de pelos com muito vida. Em uma pequena toca da única espécie de coelho existente no Brasil, o tapiti (Sylvilagus brasiliensis), três filhotinhos se aglomeravam para fazer calor diante do dia úmido e chuvoso. O flagrante, feito há uma semana, é raro e muito difícil de ser feito, já que a espécie é refém de diversas ameaças e possui hábitos noturnos.
Tapitis se alimentam de cascas, folhas, brotos e vegetais; Alçam, quando adultos entre 21 e 40 cm e até 1,25 kg
Eduardo Brito/Parque Nacional da Tijuca
O registro dos filhotes foi obtido em uma área de difícil acesso, no Pico do Toné. Embora não seja uma região turística, desbravadores das trilhas do Parque podem acessar esse ambiente e, por isso, o monitor ambiental tomou os devidos cuidados. “Encontramos o ninho atrás de uma moita de capim. Quando vemos um ninho assim, sabemos que os pais estão por perto e, por isso, sinalizamos o local com estacas até para o próprio pessoal que estava trabalhando não pisar e ficar atento”, conta Eduardo Brito.
Os tapitis são os únicos coelhos selvagens do Brasil. Os famosos coelhinhos de estimação ou mesmo as lebres-europeias encontradas em plantações são animais exóticos à nossa fauna e podem competir com os nativos. A bióloga e servidora do ICMBio no Parque Nacional da Tijuca, Katyucha Von Kossel, destaca outras perturbações à vida do coelho brasileiro além dos parentes concorrentes: “os incêndios são uma ameaça a esses coelhos assim como o desmatamento, a caça, a perda de habitat e a presença de predadores exóticos, como cães”.
Discreto e solitário, o coelhinho de hábitos noturnos se esconde em tocas durante o dia
Eduardo Brito/Parque Nacional da Tijuca
Por conta das ameaças e por possuir uma população ainda considerada pequena na área do Parque, a espécie convive com o risco de desaparecer neste ambiente
Katyucha Von Kossel é uma das pesquisadoras do Parque que trabalham buscando reverter o efeito dos danos já provocados à fauna nesse ambiente. A reintrodução de espécies que viviam por lá como cotia, bugios e jabutis é monitorada através armadilhas fotográficas espalhadas na mata. E, embora esse não seja o foco do estudo, o coelho brasileiro têm aparecido nas filmagens durante a noite, quando se torna mais ativo.
Ao contrário de seus parentes, os tapitis possuem um porte pequeno-médio, orelhas estreitas e cauda em forma de algodão. Negando a “fama de coelho”, as fêmeas dessa espécie costumam se reproduzir apenas uma vez por ano e, em certas condições, pode dar origem a dois filhotes apenas. “É muito interessante flagrar tantos filhotinhos dessa espécie. Isso quer dizer que o ambiente é bom e propício para essa espécie, que ela tem conseguido se alimentar e se reproduzir”, define a bióloga.
Caneta ajuda a comparar o tamanho dos filhotes de tapiti encontrados no Parque Nacional da Tijuca
Eduardo Brito/Parque Nacional da Tijuca
Flagrar uma cena como a obtida no Parque é uma oportunidade de conhecer outras particularidades do animal como o fato de a fêmea proteger os filhotes em tocas forradas com o próprio pelo e de que os recém-nascidos se tornam aptos a sair do ninho após 18 dias de vida. Estar diante dos pequenos, porém, exige cuidado e responsabilidade. Os profissionais do Parque alertam para observar de longe e não alimentar os animais ou tocá-los, já que o contato com o filhote pode deixar cheiro e fazer com que os pais abandonem a cria.
Tapitis são coelhos selvagens que foram vistos no Brasil pela primeira vez em meados do século XVIII
Eduardo Brito/Parque Nacional da Tijuca
Veja um vídeo de um indivíduo adulto de tapiti, o coelho nativo do Brasil

Ultimas Notícias

Joias de Cabral ajudam Ministério da Justiça a bater recorde

O valor arrecadado pelo Ministério da Justiça com leilões de bens confiscados bateu recorde este ano: 125 milhões de...

Pagamento do 13º salário deve injetar R$ 1,9 bilhão no comércio de Campinas, diz associação

Acic diz que valor representa redução de 1,75% no comparativo com o ano passado, quando foram movimentados R$...

Eleições 2020: urnas eletrônicas são levadas para locais de votação em Campinas

No total, 2,2 mil equipamentos foram levados para as 263 seções da metrópole neste sábado. Votação acontece no...

VÍDEOS: EPTV 1 região de Campinas de sábado, 28 de novembro

Veja as reportagens das regiões de Campinas e Piracicaba. Veja as reportagens das regiões de Campinas e...

Caminhão arrasta fios e deixa moradores sem internet em rua de Campinas

Acidente aconteceu na Rua Frederico Ozanan. Telespectadores enviaram imagens à EPTV. Um caminhão arrebentou cabos de rede...
- Advertisement -