quarta-feira, dezembro 2, 2020

Campinas tem 56,1% dos leitos de UTI exclusivos para Covid-19 ocupados nesta quinta-feira


Metrópole tem 178 leitos das redes pública e particular, dos quais 100 estão ocupados. Hospital Municipal Ouro Verde, em Campinas
Carlos Bassan/Prefeitura de Campinas
Campinas (SP) registra na tarde desta quinta-feira (4) ocupação de 56,1% dos leitos exclusivos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes diagnosticados com o novo coronavírus. De acordo com a prefeitura, 100 das 178 estruturas disponíveis nas unidades públicas e particulares da metrópole estão preenchidas, enquanto 78 estão livres – veja abaixo detalhes.
Ocupação de leitos nesta quarta-feira:
SUS Municipal: são 81 leitos, dos quais 34 estão ocupados (41,98%) e há 47 livres;
SUS Estadual (HC da Unicamp): há 30 leitos, sendo 19 preenchidos (63,33%) e 11 vagos;
Particular: total é de 67 leitos, distribuídos entre 47 ocupados (70,15%) e 20 sem uso.
Casos de Covid-19
A Prefeitura de Campinas confirmou nesta quinta mais quatro mortes provocadas por complicações do novo coronavírus, além de outros 176 casos confirmados. Com isso, o número de óbitos subiu para 1.333 e o total de moradores infectados chegou a 38.498. Dentre as vítimas fatais está um adolescente de 16 anos que tinha outras doenças (comorbidades).
Os novos casos e os óbitos contabilizados pelo governo municipal não significam, necessariamente, que ocorreram de um dia para o outro, mas sim que foram registrados no sistema no intervalo de 24 horas, após resultados de exames.
Formas erradas e corretas de usar máscara de proteção contra o coronavírus
Arte/G1
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.

Ultimas Notícias

MPT-15 lança programa sobre inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho na região de Campinas

Lançamento do Reconecta ocorre nesta quinta (3) e sexta-feira (4), de forma virtual,...

Fenômeno raro é flagrado em coruja-buraqueira no RJ

O estudante de biologia João Pedro Salgado registrou a espécie com um dos olhos pretos; outros registros especiais,...

Redução do auxílio piora renda e mais pessoas caem na pobreza ou miséria

Cálculos do economista Daniel Duque, pesquisador da área de Economia Aplicada do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV), mostram o peso...

Com fim do auxílio, desigualdade pode voltar aos anos 80

O fim do auxílio emergencial pode levar a desigualdade no país de volta ao patamar dos anos 1980. O índice de pobreza, situação de...

Covid-19: volume de vacinas ainda é insuficiente para atender o Brasil

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou hoje (2) que, apesar de haver competição para a produção e venda de vacinas contra a covid-19...
- Advertisement -