quinta-feira, novembro 26, 2020

Fiocruz entrará com pedido de aprovação da vacina para Covid-19 em janeiro

A Fiocruz pretende entrar com o pedido de aprovação da vacina contra o novo coronavírus, desenvolvida pela Universidade Oxford em parceria com a farmacêutica britânica Astrazeneca, em janeiro de 2021. A Fiocruz é responsável pela produção do imunizante no Brasil. A data da submissão formal do registro do imunizante, que será produzido pela Fundação, depende da publicação dos resultados preliminares do estudo fase 3, que comprova a eficácia e segurança do produto em milhares de pessoas. A expectativa é que esses dados sejam publicados no mês que vem.

Também no mês de janeiro terá início a produção industrial da vacina pela Fiocruz. As primeiras 30 milhões de doses serão entregues ao Ministério da Saúde em fevereiro e outras 70,4 milhões de doses ficarão prontas até julho. Se tudo correr bem, a vacinação para os grupos prioritários definidos pelo governo começará em março.

No primeiro semestre, a Fiocruz irá receber o IFA (sigla para ingrediente farmacêutico ativo), que nada mais é que o princípio ativo da vacina, diretamente da Astrazeneca e fará apenas a finalização: formulação (diluição e adição de estabilizadores), envase, rotulagem e embalagem. A partir de agosto, a Fundação passará a produzir o IFA e realizar todo o processo no Brasil. Para o segundo semestre estão previstas mais 110 milhões de doses, totalizando 210,4 milhões de doses da vacina em 2021.

A capacidade inicial de produção do IFA pela Fiocruz é de até 150 milhões de doses por ano. Uma expansão já programada da fábrica permitira a dobrar a produção anual para 300 milhões de doses.

A vacina será distribuída em frascos com cinco doses, que devem ser armazenados a uma temperatura de 2ºC a 8ºC. O custo de produção é de aproximadamente 3,16 dólares a dose (cerca de 17,5 reais), o que faz dela uma das vacinas mais baratas do mercado. Para fator de comparação, o imunizante desenvolvido pela Sinovac LifeSciences, produzido em parceria com o Butantan, custa cerca de 10,5 dólares a dose (aproximadamente 58 reais).

Nesta quinta-feira, 5, o Brasil registrou 16.849 casos e 395,3 mortes em decorrência da Covid-19. Estes números dizem respeito à média móvel semanal. O cálculo considera os dados dos últimos sete dias somados e divididos por sete. Deste modo é possível avaliar o avanço ou desaceleração da pandemia pois atenua-se os atrasos de notificações naturais aos finais de semana e feriados.

Continua após a publicidade

Ultimas Notícias

Dário Saadi promete construir dez novas creches e oito escolas em tempo integral em Campinas

Candidato do Republicanos à prefeitura visitou o Centro de Educação Infantil 'Lídia Maselli',...

Rafa Zimbaldi promete expandir 'Bom Prato' para dois distritos e criar versão municipal do restaurante popular

Candidato do Partido Liberal (PL) à prefeitura visitou unidade de Campinas nesta quinta (26). Ele também se encontrou...

VÍDEOS: EPTV 2 região de Campinas desta quinta-feira, 26 de novembro

Assista aos vídeos das reportagens. Assista aos vídeos das reportagens.

Campinas cria em outubro maior número de vagas formais em oito anos, mas saldo segue negativo com perdas de março a julho

Metrópole abriu 3,3 mil postos de trabalho, mas acumulado no ano indica perda de 9 mil. Dados foram...

Polícia aponta PM de São Paulo como 4º suspeito de matar bicheiro no Rio

A Polícia Civil do Rio de Janeiro informou, nesta quinta-feira, 26, o nome do quarto suspeito de participar da emboscada contra o bicheiro Fernando...
- Advertisement -