sexta-feira, novembro 27, 2020

Eleições 2020: Guarda e PM definem esquema de segurança em Campinas para votação em 263 escolas no primeiro turno


Guarda terá 140 servidores envolvidos em trabalhos neste fim de semana, enquanto polícia diz que vai mobilizar todo efetivo. Metrópole tem 843,4 mil eleitores aptos a votar no domingo (15). O Palácio da Justiça, no Centro de Campinas
Bruna Ferreira / G1
A Polícia Militar e a Guarda de Campinas (SP) definiram o esquema de segurança na metrópole para o primeiro turno das eleições municipais 2020, neste domingo (15). Ao todo, 843,4 mil eleitores devem ir às urnas para escolher o novo prefeito e os 33 vereadores para o mandato 2021-2024.
Caso nenhum dos 14 candidatos ao cargo de chefe do Executivo receba mais de 50% dos votos válidos (são excluídos brancos e nulos), o segundo turno está marcado para 29 de novembro. Dr. Hélio (PDT) e Edson Dorta (PCO) tiveram candidaturas indeferidas e esperam julgamentos de recursos.
As sessões eleitorais estão distribuídas entre 263 escolas. Segundo a PM, todo efetivo disponível será mobilizado para que, além da manutenção do sistema de emergência 190 e patrulhamento preventivo, a corporação esteja presente em todos os pontos de votação, justificativa e apuração dos votos.
“Serão 189 escolas estaduais e 74 municipais, onde serão executadas atividades que irão das guardas das urnas, segurança referidos pontos e escolta das mídias até o término da apuração, garantindo o exercício constitucional democrático”, informa nota da corporação. A votação ocorre das 7h às 17h.
O G1 questionou o número absoluto de PMs envolvidos, mas não houve resposta até a publicação.
Veja o que pensam os candidatos à prefeitura sobre diversos temas
Campinas tem 24,1 mil eleitores com títulos digitais; saiba como baixar
Descubra qual candidato a prefeito de Campinas tem mais a ver com você
Faixa etária, ensino e uso de nome social: confira perfil dos eleitores
De acordo com a prefeitura, 140 guardas municipais irão acompanhar a eleição nas unidades de ensino municipais, sobretudo na saída de urnas eletrônicas dos locais de votação para o processo de apuração. Além disso, na véspera do primeiro turno, os servidores também auxiliam no processo de distribuição e segurança dos equipamentos, informou a administração municipal.
Segundo apurou a EPTV, a maior quantidade de eleitores de Campinas está concentrada na Faculdade Anhanguera – Unidade 3. Ao todo são 10.234 distribuídos entre as 26 seções da 275ª Zona Eleitoral.
Perfil do eleitorado
Dados do TSE mostram mudanças no perfil dos eleitores da metrópole aptos a votar este ano, no comparativo com o grupo analisado no pleito em 2016. Além de indicar aumento de 2,72% na quantidade de moradores com título regularizados, o levantamento indica redução de jovens com 16 e 17 anos, crescimento na quantidade de possíveis participantes com ensino superior completo e que 104 moradores podem usar nome social pela 1ª vez no processo. Veja aqui detalhes do perfil.
Urna eletrônica
Roberto Jayme/TSE
Calendário
Confira abaixo as datas do calendário eleitoral deste ano:
a partir de 11 de agosto: emissoras ficam proibidas de transmitir programa apresentado ou comentado por pré-candidato, sob pena de cancelamento do registro do beneficiário;
31 de agosto a 16 de setembro: período destinado às convenções partidárias e à definição sobre coligações;
26 de setembro: prazo para registro das candidaturas;
a partir de 26 de setembro: prazo para que a Justiça Eleitoral convoque partidos e representação das emissoras de rádio e TV para elaborarem plano de mídia;
após 26 de setembro: início da propaganda eleitoral, também na internet;
27 de outubro: prazo para partidos políticos, coligações e candidatos divulgarem relatório discriminando as transferências do Fundo Partidário e do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (Fundo Eleitoral), os recursos em dinheiro e os estimáveis em dinheiro recebidos, bem como os gastos realizados;
15 de novembro: primeiro turno da eleição;
29 de novembro: segundo turno da eleição;
até 15 de dezembro: para o encaminhamento à Justiça Eleitoral do conjunto das prestações de contas de campanha dos candidatos e dos partidos políticos, relativamente ao primeiro turno e, onde houver, ao segundo turno das eleições;
até 18 de dezembro: será realizada a diplomação dos candidatos eleitos em todo país, salvo nos casos em que as eleições ainda não tiverem sido realizadas.
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.

Ultimas Notícias

Campinas abre CS Centro neste sábado para vacinação contra a pólio

Unidade funcionará das 8h às 16h30 para atender quem ainda não se vacinou....

VÍDEOS: EPTV 2 região de Campinas desta sexta-feira, 27 de novembro

Veja reportagens das áreas de Campinas (SP) e de Piracicaba (SP). Veja reportagens das áreas de Campinas (SP)...

Região de Campinas ultrapassa 100 mil casos do novo coronavírus

Marca atingida nesta sexta-feira (27) considera dados de 31 municípios da área de cobertura do G1 Campinas. ...

Popularidade de Boulos nas redes é vinte vezes maior que a de Covas

Cada vez mais acirrada, a disputa pela prefeitura de São Paulo já tem um vencedor. Se depender do número de seguidores nas redes sociais,...

PIB, reunião da Opep e relatório de emprego nos EUA: o que acompanhar na próxima semana

SÃO PAULO – Com o mês caminhando para se encerrar com forte alta tanto na bolsa brasileira quando no exterior, após semanas de boas...
- Advertisement -