sábado, novembro 28, 2020

Justiça aceita pedido do MPT e afasta direção de sindicato de rodoviários em Americana


Operação de órgão, com apoio da PF, garantiu posse de administrador judicial nesta terça (10) após investigação indicar série de irregularidades. Decisão é liminar e, por isso, cabem recursos. MP e PF cumpriram mandado para afastar diretoria de sindicato, em Americana
Paulo Gonçalves / EPTV
A Justiça aceitou um pedido do Ministério Público do Trabalho da 15ª Região (MPT-15) e determinou o afastamento da direção do sindicato que representa os trabalhadores em transportes rodoviários de Americana (SP), após investigações indicarem supostas irregularidades como desvio de dinheiro. A decisão liminar foi concedida pela 1ª Vara Trabalhista e, por isso, cabem recursos aos envolvidos.
Uma operação do órgão na tarde desta terça-feira (10), com apoio de equipes da Polícia Federal, cumpriu mandado na sede da entidade para efetivar a saída dos integrantes da diretoria e a posse do administrador judicial. O caso tramita sob segredo e, de acordo com o MPT, haverá uma comunicação sobre investigações na área civil ao Ministério Público Estadual para apuração na esfera criminal.
“A investigação teve início mediante denúncias relatando que o sindicato estava atuando em conluio com empresas contra os trabalhadores que se manifestassem contrários à contribuição sindical ou que reclamassem das empresas”, diz nota da assessoria ao mencionar relatos de várias testemunhas.
A sede do MPT, em Campinas
Fernando Pacífico / G1
Em outro trecho, o MPT destaca que, ao longo do inquérito, foram comprovadas outras irregularidades como o pagamento de altas remunerações aos integrantes da diretoria e empregados – de aproximadamente R$ 40 mil – além do desvio de dinheiro por meio de notas frias e suposto uso de bens e serviços do sindicato em favor do presidente, incluindo veículos automotivos.
“Houve até casos da utilização de mão de obra de empregados do sindicato para realizar faxinas na casa do presidente, estando também demonstrado que o sindicato pagava a internet da residência da ex-esposa do presidente”, destaca nota divulgada nesta tarde pelo MPT.
O que diz a direção afastada?
O G1 e a EPTV, afiliada da TV Globo, não conseguiram contato com o presidente e outros integrantes da direção afastada pela Justiça Trabalhista até esta publicação.
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.

Ultimas Notícias

Joias de Cabral ajudam Ministério da Justiça a bater recorde

O valor arrecadado pelo Ministério da Justiça com leilões de bens confiscados bateu recorde este ano: 125 milhões de...

Pagamento do 13º salário deve injetar R$ 1,9 bilhão no comércio de Campinas, diz associação

Acic diz que valor representa redução de 1,75% no comparativo com o ano passado, quando foram movimentados R$...

Eleições 2020: urnas eletrônicas são levadas para locais de votação em Campinas

No total, 2,2 mil equipamentos foram levados para as 263 seções da metrópole neste sábado. Votação acontece no...

VÍDEOS: EPTV 1 região de Campinas de sábado, 28 de novembro

Veja as reportagens das regiões de Campinas e Piracicaba. Veja as reportagens das regiões de Campinas e...

Caminhão arrasta fios e deixa moradores sem internet em rua de Campinas

Acidente aconteceu na Rua Frederico Ozanan. Telespectadores enviaram imagens à EPTV. Um caminhão arrebentou cabos de rede...
- Advertisement -