sexta-feira, novembro 27, 2020

Justiça do Rio considera inconstitucional artigo que proíbe privatização da Cedae

Cedae

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ) declarou inconstitucional o artigo de uma lei complementar estadual que proibia a privatização da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae). O julgamento ocorreu nesta segunda, 9.

O governo fluminense está na reta final do edital de concessão ao setor privado dos serviços de água e esgoto, atualmente prestados pela empresa em 64 cidades, no maior projeto de infraestrutura do País, com investimentos totais em torno de R$ 30 bilhões. O leilão está previsto para o início de 2021.

O processo não inclui a privatização de fato da Cedae, que continuará atuando na captação e no tratamento da água, mas a empresa poderá acabar federalizada. As ações da estatal foram dadas como contragarantia de um empréstimo tomado pelo Estado do Rio em 2017, que vence em dezembro próximo, e hoje está no valor de R$ 4,5 bilhões.

O empréstimo, tomado com o banco francês BNP Paribas, faz parte do plano de recuperação fiscal do Estado do Rio, no âmbito do Regime de Recuperação Fiscal (RRF), firmado em setembro de 2017. A desestatização da companhia era uma das contrapartidas para adesão ao RRF, que suspende o pagamento de dívidas.

Em 2018, durante a tramitação da Lei Complementar estadual 182, que dispõe sobre a redução de multa e juros no pagamento do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), os deputados estaduais fluminenses incluíram um artigo, de número 22, que proibia a venda da Cedae. Esse artigo foi vetado pelo então governador do Rio, Luiz Fernando Pezão (MDB), mas o dispositivo foi derrubado pela Assembleia Legislativa (Alerj).

O Estado do Rio, por meio da Procuradoria Geral do Estado (PGE), recorreu então à Justiça para declarar a inconstitucionalidade do artigo. O Tribunal de Justiça do Rio já havia aceitado o pedido da PGE, em decisão liminar (provisória), e hoje houve o julgamento de mérito.

O relator da ação, desembargador José Roberto Távora, considerou que o artigo é inconstitucional e classificou sua inclusão na legislação como um “contrabando legislativo”, já que a lei trata de assunto totalmente diferente e não pertinente à privatização da Cedae.

Além disso, segundo Távora, a norma viola o princípio da Separação de Poderes, já que só o Poder Executivo, e não o Legislativo, poderia propor medida como essa, que altera o funcionamento da administração pública e causa grande repercussão financeira ao Estado do Rio. Ele foi acompanhado pelos colegas e, por maioria, o Órgão Especial do TJ-RJ declarou inconstitucional o artigo.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:

Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

The post Justiça do Rio considera inconstitucional artigo que proíbe privatização da Cedae appeared first on InfoMoney.

Ultimas Notícias

Dário Saadi promete construir dez novas creches e oito escolas em tempo integral em Campinas

Candidato do Republicanos à prefeitura visitou o Centro de Educação Infantil 'Lídia Maselli',...

Rafa Zimbaldi promete expandir 'Bom Prato' para dois distritos e criar versão municipal do restaurante popular

Candidato do Partido Liberal (PL) à prefeitura visitou unidade de Campinas nesta quinta (26). Ele também se encontrou...

VÍDEOS: EPTV 2 região de Campinas desta quinta-feira, 26 de novembro

Assista aos vídeos das reportagens. Assista aos vídeos das reportagens.

Campinas cria em outubro maior número de vagas formais em oito anos, mas saldo segue negativo com perdas de março a julho

Metrópole abriu 3,3 mil postos de trabalho, mas acumulado no ano indica perda de 9 mil. Dados foram...

Polícia aponta PM de São Paulo como 4º suspeito de matar bicheiro no Rio

A Polícia Civil do Rio de Janeiro informou, nesta quinta-feira, 26, o nome do quarto suspeito de participar da emboscada contra o bicheiro Fernando...
- Advertisement -