quinta-feira, dezembro 3, 2020

TSE nega ataque cibernético após instabilidade em alguns sistemas

Em nota divulgada na noite de ontem (12), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou que tenha sido alvo de um ataque cibernético, após alguns de seus sistemas terem sofrido instabilidade ao longo do dia.

De acordo com o comunicado, a queda nos sistemas “foi motivada por uma sobrecarga interna e não tem relação com interferência externa (ataque cibernético)”.

Ao longa da quinta-feira, os sites do TSE e dos tribunais regionais ficaram indisponíveis, bem como os serviços do Processo Judicial Eletrônico (PJe), por meio do qual as partes podem acessar documentos de um processo. O portal de divulgação de candidaturas também apresentou instabilidade.

De acordo com o TSE, o problema ocorreu devido a um defeito em um datacenter, equipamento que armazena e processa dados. O tribunal informou que técnicos do fabricante do equipamento trabalhavam para corrigir o problema

O TSE garantiu que o problema técnico em nada afeta as eleições municipais, cujo primeiro turno está marcado para o próximo domingo (15).

A queda nos sistemas do TSE ocorreu pouco mais de uma semana depois de um ataque cibernético ter paralisado todos os sistemas do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Outros órgãos estatais também relataram ataques recentemente, como o Ministério da Saúde e o governo do Distrito Federal.

Confira a íntegra da nota do TSE:

“O Tribunal Superior Eleitoral esclarece que a queda nos sistemas da Justiça Eleitoral, registrada na tarde dessa quinta-feira (12), foi motivada por uma sobrecarga interna e não tem relação com interferência externa (ataque cibernético).

Por conta do problema, ficaram indisponíveis serviços como Processo Judicial Eletrônico-PJE, divulgação de candidaturas e sites dos TSE e dos tribunais regionais.

O travamento de equipamento de infraestrutura, um datacenter, está sendo solucionado por técnicos do tribunal em parceria com técnicos do fabricante. Na noite de ontem, os sistemas começaram a ser normalizados, e a expectativa é de retomada plena nesta sexta-feira (13).

O problema técnico não afeta nenhum processo relacionado à votação deste domingo (15), como preparação de urnas, totalização de votos e transmissão de resultados.

É importante lembrar que a urna eletrônica brasileira foi projetada para funcionar sem estar conectada a qualquer dispositivo de rede, seja por cabo, wifi ou bluetooth. Ou seja, a urna é um equipamento isolado, o que preserva um dos requisitos básicos de segurança do sistema.

Além disso, a totalização dos votos, após o envio das informações pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) funciona por meio de rede privativa criptografada.”

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:

Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

The post TSE nega ataque cibernético após instabilidade em alguns sistemas appeared first on InfoMoney.

Ultimas Notícias

Advogado ameaça Marcelo Bretas, juiz da Lava Jato no Rio, diz servidor

Um depoimento concedido à Delegacia de Repressão a Crimes Fazendários da Polícia Federal expõe as entranhas da Operação Lava...

USP busca voluntários para testar vacina contra HIV

A Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) está buscando voluntários no Brasil para testar uma vacina contra o HIV. O estudo,...

Senado aprova redefinição do crime de denunciação caluniosa

O Senado aprovou nesta quarta-feira, 2, um Projeto de Lei que altera a definição do crime de denunciação caluniosa, como são chamadas as denúncias...

Finalista do 'Nobel da Educação', professora de Campinas diz que 'dividir o mesmo espaço físico não denomina inclusão'

Doani Emanuela Bertan atua no ensino bilíngue em libras e português e foi selecionada entre 12 mil inscritos,...

HC da Unicamp suspende internações e cirurgias eletivas com alta nos casos de Covid-19

Documento enviado aos professores, médicos, residentes e colaboradores informa que a adoção da medida ocorre até 9 de...
- Advertisement -