quarta-feira, dezembro 2, 2020

Local de votação, transporte e regras da pandemia: tudo o que você precisa saber para votar no 1º turno das eleições em Campinas


Segurança será feita por 140 guardas municipais e 938 policiais militares. No transporte público, Emdec promete aumentar frota de ônibus. Votação ocorre neste domingo (15). Eleições 2020 em Campinas: Tudo o que você precisa saber em 1 minuto
Campinas (SP) terá um esquema especial no transporte público neste domingo (15), quando ocorre o primeiro turno das eleições municipais 2020. A metrópole também terá um planejamento de segurança que inclui 140 guardas municipais e todo o efetivo de servidores da Polícia Militar (PM). Veja, abaixo, essas mudanças e as regras sanitárias adotadas para a pandemia.
Jogo Eleitoral: qual candidato tem mais a ver com você?
Veja a lista de candidatos a prefeito de Campinas
Patrimônios de candidatos à Prefeitura de Campinas vão de zero a R$ 2,3 milhões
Da Boca do Candidato: as promessas de campanha
A metrópole possui 843,4 mil eleitores aptos a votar para escolher o novo prefeito e os 33 vereadores para o mandato 2021-2024. A maior quantidade de votantes está concentrada na Faculdade Anhanguera – Unidade 3: são 10.234 distribuídos entre as 26 seções da 275ª Zona Eleitoral. O Liceu Salesiano, com 9260, é o segundo maior colégio eleitoral. A Escola Estadual Tomás Alves, do distrito de Sousas, é o terceiro, com 7.955 eleitores. Ao todo, 263 escolas recebem votação na cidade.
Organização das linhas de ônibus
A Empresa de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) montou esquema de trânsito, com interdições de ruas, e de transporte coletivo para este sábado (14) e domingo (15). Na região central, serão reservadas vagas de estacionamento para carga e a descarga das urnas eleitorais. Já a frota de ônibus será reforçada nas principais linhas durante o pleito. Veja como fica cada dia:
Sábado
A operação para carga e a descarga das urnas eleitorais acontece entre 6h às 18h nos seguintes trechos:
Rua Dr. Ernesto Khulmann: entre as vias Dr. Campos Salles e General Osório;
Rua General Osório: nos cruzamentos entre as vias José Paulino e Dr. Ernesto Khulmann; José Paulino e Regente Feijó (Palácio da Justiça); Regente Feijó e Francisco Glicério; Francisco Glicério e Barão de Jaguara; e Barão de Jaguara e Dr. Quirino;
Rua José Paulino: entre as vias Dr. Campos Salles e General Osório e entre General Osório e a rua Bernardino de Campos;
Avenida Dr. Campos Salles: entre as vias José Paulino e Regente Feijó e entre Regente Feijó e a rua Francisco Glicério;
Rua Regente Feijó: entre as vias Benjamin Constant e Bernardino de Campos e entre Bernardino de Campos e General Osório;
Rua Bernardino de Campos: entre as vias Barão de Jaguara e Francisco Glicério;
Rua Barão de Jaguara: entre as vias Conceição e General Osório.
Domingo
No dia de votação, a Avenida Dr. Campos Salles terá o tráfego interditado entre as vias José Paulino e Francisco Glicério. O bloqueio começará a partir de 15h e segue até o final da apuração dos votos, para que se realize a carga e descarga de urnas eletrônicas no Palácio da Justiça. Neste período:
Veículos autorizados poderão utilizar como estacionamento uma faixa da Rua José Paulino, nos trechos entre as vias Dr. Campos Salles e General Osório e Bernardino de Campos e General Osório;
Demais trechos reservados na véspera de eleição, sábado, poderão ser utilizados para o estacionamento de veículos da Justiça Eleitoral.
Serão operacionalizados bolsões de estacionamento aos organizadores do pleito na Praça Largo do Rosário e na Praça Rui Barbosa;
Será impossibilitado o estacionamento de veículos no trecho da Rua General Osório, entre as vias José Paulino e Regente Feijó.
Agentes de trânsito estarão nos locais de votação, nas vias no entorno e no Palácio da Justiça para monitoramento e intervenções, se for necessário. O telefone para dúvidas é o 118, o “Fale Conosco Emdec”.
Transporte coletivo
A Emdec também irá reforçar a frota de ônibus em 20% nas principais linhas no domingo. Além disso, cerca de 20 linhas que estavam suspensas, por conta da redução de passageiros, retomam excepcionalmente no dia de votação.
Em razão da interdição na Avenida Dr. Campos Salles, haverá uma pequena alteração do itinerário de 26 linhas do transporte coletivo que circulam pela região central. São elas: 173; 240; 244; 253; 265; 271; 341; 344; 349; 353; 355; 362; 366; 368; 369; 375; 380; 381; 382; 383; 385; 386; 391; 392; 395; 397.
A Emdec não especificou qual a mudança no percurso destas linhas, mas informou que não haverá alterações em pontos de ônibus. O que pode ocorrer, neste caso, são desvios no trajeto de veículos que passam próximos aos locais de votação.
Além disso, reforçou que os usuários do transporte público poderão acessar informações atualizadas em tempo real sobre os ônibus através do aplicativo “Busão na Hora”. O software é compatível com os sistemas Android e iOS.
Transporte público terá reforço nas linhas para domingo
Reprodução/EPTV
Local de votação
A pandemia do novo coronavírus e mesmo outros fatores, como reforma em unidades escolares, causaram mudanças em locais de votação em todo o país. A consulta dos locais pode ser feita pelo site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
O eleitor deve fornecer as seguintes informações: nome, número do título ou CPF. Além disso, também é preciso fornecer a data de nascimento e o nome da mãe.
Outras opções de consulta são: o WhatsApp automatizado do TSE, no número (61) 9637-1078. Também é possível obter o título pelo aplicativo e-Título, em aparelhos de celular e tablets que utilizam os sistemas operacionais iOS e Android. Outra possibilidade é acessar a informações pela Central do Eleitor. O telefone é (11) 3130 2000 e o site é o www.tre-sp.jus.br/.
O eleitor que souber qual é o seu local de votação poderá votar mesmo sem o título eleitoral em mãos. Neste caso, basta levar qualquer documento oficial com foto.
Horário preferencial para idosos
Em razão da pandemia e a necessidade de evitar aglomerações, o TSE ampliou em uma hora o horário de votação. O pleito ocorrerá das 7h às 17h no primeiro e segundo turnos. As três primeiras horas – 7h às 10h – serão preferenciais para a votação de pessoas com 60 anos ou mais.
Os acompanhantes ou eleitores abaixo dessa faixa etária não serão impedidos de votar. A determinação do TSE prevê que, caso compareça para fazer o voto no horário preferencial, o cidadão deverá aguardar ao final da fila ou em fila separada, respeitando a preferência dos maiores de 60.
Quais são as medidas de higiene?
Veja, abaixo, as medidas sanitárias para evitar a proliferação do novo coronavírus.
Eleitores
Uso obrigatório de máscaras de proteção;
Uso de álcool em gel, disponível na seção, para limpar as mãos antes e depois de votar;
Levar a própria caneta (mas, caso esqueça, haverá canetas extras e higienizadas nas seções);
Distância mínima de um metro dos demais eleitores e mesários;
Não comer ou beber no local de votação, já que a retirada da máscara é proibida.
Mesários
Uso de máscaras de proteção para trocar a cada quatro horas (serão fornecidas três máscaras para cada mesário);
Uso de viseiras plásticas (face shields), que serão fornecidos pelo TSE;
Álcool em gel de uso individual e regras de higienização;
Álcool 70% para limpeza de superfícies;
Distância mínima de um metro dos eleitores e demais mesários.
Além disso, o TSE elaborou um passo a passo que orienta como o eleitor deve se comportar na zona eleitoral para evitar a contaminação pelo novo coronavírus. Os procedimentos são:
Entre na seção eleitoral e fique na frente da mesa;
Mostre o documento oficial com foto em direção ao mesário;
Após o mesário ler em voz alta o seu nome, confirme que é você;
Guarde o documento;
Limpe as mãos com álcool em gel;
Assine o caderno de votação;
Se precisar do comprovante de votação, solicite ao mesário;
Quando a urna for liberada, dirija-se à cabine de votação;
Digite os números dos candidatos;
Na saída, limpe as mãos com o álcool em gel novamente.
Esquema de segurança
Em Campinas, a Guarda Municipal (GM) informou que contará com 140 servidores envolvidos nos trabalhos de segurança ao longo do fim de semana. A Polícia Militar (PM) disse que mobilizará todo o efeito, que é integrado por 938 policiais militares.
Ao G1 Campinas, a prefeitura informou que os guardas municipais irão acompanhar a eleição nas unidades de ensino municipais, principalmente na saída de urnas eletrônicas dos locais de votação para o processo de apuração. Além disso, na véspera do primeiro turno, os servidores também auxiliarão no processo de distribuição e segurança dos equipamentos.
Já a PM disse que todo efetivo disponível será mobilizado para que, além da manutenção do sistema de emergência 190 e patrulhamento preventivo, a corporação esteja presente em todos os pontos de votação, justificativa e apuração dos votos.
Funciona Assim: quais as funções de prefeitos e vereadores?
Initial plugin text
Veja mais notícias das eleições no G1 Campinas

Ultimas Notícias

HC da Unicamp suspende internações e cirurgias eletivas com alta nos casos de Covid-19

Documento enviado aos professores, médicos, residentes e colaboradores informa que a adoção da...

Trabalhador é resgatado por bombeiros após cair dentro de caixa d'água vazia em Holambra

Homem de 42 anos foi socorrido ao Hospital de Jaguariúna. Suspeita é que ele tenha se intoxicado com...

VÍDEOS: EPTV 2 região de Campinas desta quarta-feira, 2 de dezembro

Assista aos vídeos das reportagens. Assista aos vídeos das reportagens.

Deputado quer fim de benefícios para empresas que discriminem empregados

Um projeto de autoria do deputado federal Eduardo Bismarck (PDT/CE) quer banir a concessão de benefícios tributários a empresas que discriminarem funcionários. Segundo a proposta,...

Câmara aprova MP que destina R$ 1,995 bi para compra de vacina AstraZeneca/Oxford

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (2) a Medida Provisória 994/20, que abre crédito extraordinário de R$ 1,995 bilhão para compra de...
- Advertisement -