segunda-feira, janeiro 18, 2021

Eleições 2020: EPTV realiza debate com candidatos a prefeito de Campinas nesta sexta-feira


Evento tem transmissão ao vivo pela TV e pelo G1 Campinas após a novela ‘A Força do Querer’. Os candidatos Dário Saadi (Republicanos) e Rafa Zimbaldi (PL), de Campinas (SP)
Reprodução / TSE
A EPTV realiza, nesta sexta-feira (27), um debate entre os candidatos que disputam o segundo turno das eleições em Campinas (SP), Dário Saadi (Republicanos) e Rafa Zimbaldi (PL). O encontro ocorre após a novela “A Força do Querer” e terá transmissão também pelo G1 Campinas.
O debate, que será nos estúdios da EPTV, foi organizado para promover a discussão de ideias e projetos de governo para a cidade.
No primeiro turno, em 15 de novembro, Dário Saadi obteve 121.932 votos (25,78% dos válidos), contra 103.397 recebidos por Rafa Zimbaldi (21,86%).
Veja o resultado do 1º turno nas 31 cidades da região
Dário tem 58 anos, é solteiro e médico urologista. Trabalhou e foi presidente do Hospital Municipal Mário Gatti. Foi eleito vereador por quatro mandatos e ocupou a presidência da Câmara Municipal. Esteve à frente da Secretaria de Esportes nos últimos cinco anos, cargo que ocupou até junho. Tem patrimônio declarado de R$ 2.033.612,25. O vice na chapa é o ex-secretário de Relações Institucionais Wandão de Almeida, do PSB, que tem 51 anos e não declarou nenhum bem à Justiça.
Rafa tem 39 anos, é casado e técnico de eletricidade, eletrônica e telecomunicações. Foi eleito deputado estadual em 2018 e, antes disso, foi vereador em Campinas por quatro mandatos, tendo sido o parlamentar mais votado da cidade nas eleições de 2016. Ele presidiu a Câmara Municipal em duas oportunidades. Tem um patrimônio declarado à Justiça de R$ 444.944,79. A vice na chapa dele é a psicóloga Anna Be, do PSDB, que tem 52 anos e declarou total de R$ 1.744.140,26.
Formato
O debate é dividido em três blocos com quatro rodadas cada um, além de um período para considerações finais. O tempo de cada pergunta será de 30 segundos, seguido da resposta que terá no máximo um minuto e meio.
A réplica e tréplica deverão ser feitas em um minuto cada. O microfone do candidato será fechado ao final do tempo determinado.
A posição dos candidatos no cenário foi sorteada durante uma reunião com representantes dos candidatos. Os pedidos de direito de resposta após a tréplica serão analisados pela produção e, caso sejam aceitos, terão duração de um minuto.
Veja como será dividido cada bloco:
1º bloco: o tema será livre e haverá sorteio de quem começa perguntando.
2º bloco: tema será sorteado, com a ordem de quem começa inversa ao bloco anterior.
3º bloco: volta a ter tema livre, com sorteio de quem começa perguntando.
Considerações finais: antes do encerramento, cada candidato terá um minuto e meio para o recado e saudação final.
Cuidados sanitários
O encontro vai obedecer às regras sanitárias definidas pelas autoridades para prevenção à pandemia de novo coronavírus. Os candidatos estarão posicionados a uma distância de segurança e separados por acrílico.
Não haverá plateia durante o debate. Cada candidato poderá ser acompanhado por no máximo três assessores. Todos devem usar máscaras e terão a temperatura corporal aferida antes da entrada na emissora.
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

Butantan pedirá uso emergencial de mais 4 milhões de doses da Coronavac

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, disse no domingo, 17, que irá solicitar à Agência Nacional de Vigilância...

Pazuello convida governadores para ato de recebimento da vacina

O ministro da Saúde Eduardo Pazuello convidou os governadores dos estados a participarem de um “ato simbólico de recebimento das vacinas”. O evento será...

Vacinação: 112 profissionais de saúde já foram vacinados em SP

O estado de São Paulo começou sua campanha de vacinação contra a Covid-19 neste domingo, 17, logo após a aprovação de uso emergencial da...

Vacinação contra Covid-19 começa na quarta, às 10h, diz Pazuello

O Ministério da Saúde anunciou neste domingo, 17, que a vacinação contra a Covid-19 no Brasil terá início na quarta-feira, 20, às 10h. Para...

Butantan confirma 46 milhões de doses da CoronaVac até abril

O Instituto Butantan, confirmou neste domingo, 17, que até abril  serão fornecidas 46 milhões de doses da CoronaVac, vacina contra a Covid-19 desenvolvida em...
- Advertisement -