quinta-feira, janeiro 28, 2021

Oxford: voluntários brasileiros receberam dosagem com menor eficácia

Os 10.000 brasileiros recrutados para os testes da vacina desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford para Covid-19 receberam duas doses completas do imunizante ou de medicamento placebo, conforme previa o protocolo de estudo. Os testes foram coordenados no país pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Nesta semana, a farmacêutica anunciou que seu imunizante chega a 90% de eficácia, quando utilizado em uma posologia alternativa: meia dose seguida de uma dose completa. Essa descoberta, no entanto, se deu num erro de aplicação em alguma etapa do estudo. O protocolo divulgado originalmente — e seguido rigorosamente pela universidade brasileira — previa duas doses completas da vacina, o que promove 62% de eficácia, de acordo com o anúncio preliminar da própria farmacêutica.

Os brasileiros que receberam a dosagem não apresentaram efeitos adversos graves, e o estudo segue sem maiores intercorrências. Os testes ocorrem em São Paulo, Bahia, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte.

Faltam documentos

Na última terça-feira, 25, membros ligados ao desenvolvimento do imunizante compareceram à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para discutir o andamento dos estudos e alinhar as informações necessárias para uma autorização da vacina no Brasil. Fontes ligadas ao processo afirmam que para que a liberação ocorra, no entanto, ainda faltam etapas fundamentais para o processo de aprovação. Há pelo menos duas delas, a primeira é a inspeção da fábrica de insumos do fármaco, que fica na China, e deve ocorrer em duas semanas. A segunda é a produção de um grande lote de imunizantes para que se compare o que será produzido em grande escala com as doses utilizadas na testagem.

Ainda é considerada, inclusive, uma nova rodada de testes internacionais com para dar força ao protocolo que prevê a eficácia de 90%, segundo entrevistas do CEO da AstraZenenca, Pascal Soriot.

 

Continua após a publicidade

Ultimas Notícias

MP suspeita de vazamento de operação que prenderia prefeito de Manaus

A divulgação do pedido de prisão formulado pelo Ministério Público do Amazonas contra o prefeito de Manaus pelos episódios...

Sul e Sudeste intensificam vacinação e lideram o processo no Brasil

Os últimos dois dias foram quentes na corrida pela vacinação no Brasil. Após o país ultrapassar a marca de 1 milhão de vacinados, o...

Parlamentares planejam ações preventivas para enfrentar colapso no Pará

O Comitê de Crise da Covid-19 no Congresso Nacional se reuniu nesta quarta-feira com diferentes lideranças para tratar da situação da saúde no Pará, estado...

Anvisa faz alerta sobre dosagem correta da CoronaVac

A Gerência de Farmacovigilância da Anvisa emitiu nesta terça-feira um alerta sobre a dosagem correta da vacina CoronaVac.  No documento, a agência chama a atenção...

No Maranhão, vacinação contra a covid-19 causa…aglomeração

A vacinação contra a covid-19 em São Luís, a capital do Maranhão, tem provocado cenas já clássicas do noticiário da pandemia: muitas pessoas concentradas...
- Advertisement -