sábado, janeiro 23, 2021

Covid-19: SP apertará quarentena após alta de casos

O Estado de São Paulo retrocederá na abertura de atividades após alta de internações e casos de Covid-19 nas últimas semanas. O anúncio será feito em algumas horas em coletiva de imprensa com o governador João Doria. A mudança ocorre um dia depois do segundo turno das eleições municipais.

De acordo com informações preliminares de fontes envolvidas na decisão ouvidas por VEJA, todo o estado entrará na fase amarela. Originalmente, a mudança acarretaria no fechamento de teatros, museus cinemas, mas na atual decisão, esses locais poderão seguir seu funcionamento, mas com duas horas a menos de expediente.

Mudanças também ocorrerão no sistema de comércio e serviços. A ocupação de shoppings, por exemplo, terá que reduzir de 60% para 40% — considerando a regra anterior estabelecida pelo Plano São Paulo. O funcionamento de horas também cairá para até 10 horas diárias. As academias de ginástica, por sua vez, teriam a redução no horário de funcionamento.

O plano detalhado deve ser conhecido às 12h45.

 

 

Continua após a publicidade

Ultimas Notícias

Amazonas receberá cota extra de vacinas para frear pandemia

O Ministério da Saúde informou nesta sexta-feira, 22, que o governo federal vai criar um Fundo Epidemiológico para reforçar...

Butantan começa a distribuir segundo lote de vacinas para o Brasil

O Instituto Butantan iniciou nesta sexta-feira, 22, o início da distribuição do segundo lote de vacinas contra o coronavírus para o Ministério da Saúde....

Oxford: 2 milhões de doses da Índia chegam ao Brasil

A vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Universidade Oxford em parceria com a Astrazeneca chegou ao Brasil nesta sexta-feira, 22. As 2 milhões de...

Lewandowski encaminha à PGR notícia-crime contra Bolsonaro

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), encaminhou à Procuradoria-Geral da República nesta sexta-feira uma notícia-crime oferecida por parlamentares do PCdoB contra Jair Bolsonaro e...

CoronaVac: Anvisa aprova uso emergencial de mais 4,8 milhões de doses

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso emergencial do segundo lote com 4,8 de doses da vacina CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório Sinovac...
- Advertisement -