domingo, janeiro 17, 2021

Coronavírus: Campinas anuncia decreto da fase amarela e mantém tolerância a bares e restaurantes


Setores poderão funcionar 10 horas por dia com capacidade limitada a até 40% da capacidade, com exceção das academias, que terão de operar com 30% da capacidade. Diferentemente da medida estadual, prefeitura manteve tolerância de duas horas para consumidores que chegaram a bares e estabelecimentos até às 22h. Movimento na Rua 13 de Maio, no Centro de Campinas, na manhã deste sábado (28)
Reprodução/EPTV
O prefeito de Campinas (SP), Jonas Donizette (PSB), anunciou nesta quarta-feira (2) os detalhes do decreto municipal da fase amarela que começa a valer na cidade a partir desta quinta (3). As decisões acompanham, em sua maioria, as determinações do estado, que permitem o funcionamento de todas as atividades, mas com redução de horário e capacidade de atendimento.
A única alteração em relação ao que prevê o Plano SP é a manutenção da tolerância de duas horas para bares e restaurantes após às 22h, sem permitir a entrada de novos clientes após esse horário. Questionada se irá manter a medida apesar da divergência da determinação do governo estadual, a prefeitura apenas informou que “sim”.
Com isso, os comércios, serviços, escritórios, áreas de lazer e quaisquer atividades que já estavam liberadas, passam a funcionar 10 horas por dia – podendo escolher o período. A única restrição até 22h é para bares e restaurantes.
Shoppings e comércio de Campinas alteram horários; veja
Já em relação a capacidade, que na fase verde é de 60%, com o decreto ela volta para 40%, com exceção das academias, que o plano SP prevê 30%, e Igrejas e templos religiosos, que podem funcionam com 60%.
Eventos com pessoas sentadas seguem liberados, desde que com a restrição de 40%. Os eventos com pessoas em pé, permanecem proibidos.
Em todos os casos, a prefeitura ressalta a necessidade do cumprimento das medidas sanitárias de higiene e distanciamento, empregadas desde o começo da flexibilização da quarentena. Assim como o anunciado pelo governo estadual, uma nova revisão do decreto municipal está prevista para 4 de janeiro, já com uma nova administração.
Secretário de Assuntos Jurídicos, Peter Panutto destacou que o decreto municipal, que será publicado na edição desta quinta (3) do Diário Oficial do Município, simplifica o que determina o estado.
“Temos visto muitas informações desencontradas e é importante esse esclarecimento. O que muda é a limitação de 10 horas diárias de funcionamento e a capacidade de 40%, com exceção das academias esportivas”, disse.
De acordo com o prefeito, os espaços públicos, como parques e áreas de lazer, permanecem funcionando no mesmo horário, com a redução de capacidade de 60% para 40%.
Já os supermercados e outros serviços classificados como essenciais, seguem funcionando sem limitação de horário ou público. O decreto municipal em vigor estabelece apenas a adoção de medidas sanitárias de controle, como obrigatoriedade do uso de máscaras, aferição da temperatura e fornecimento de álcool em gel, e distanciamento de 1,5 m entre as pessoas.
Medidas de higiene devem ser mantidas em todos os setores
Thomaz Marostegan/G1
Plano turístico
Na coletiva em que apresentou os detalhes do decreto e números da pandemia, o prefeito também assinou a entrega de um Plano de Desenvolvimento Turístico para ser enviado à Câmara dos Vereadores. O projeto que apresenta um inventário de atrativos da cidade, estudo de demandas e prognósticos para desenvolvimento de setor não tem data para ser votado.
A ideia com a aprovação do projeto, destaca a administração, é que Campinas possa ser habilitada como Município de Interesse Turístico (MIT) junto ao governo, para que possa receber recursos e desenvolver a área.
Casos de Covid-19
Campinas confirmou nesta quarta mais sete mortes pelo novo coronavírus, o que fez o total elevar para 1.385. Já o número de casos positivos teve um aumento de 380 em 24 horas, e a cidade acumula 43.819 infectados desde o início da pandemia.
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

Twitter marca publicação do Ministério da Saúde como ‘enganosa’

O Twitter destacou hoje uma publicação do Ministério da Saúde como “informação enganosa”. Trata-se de uma mensagem sobre atendimento...

Bolsonaro vai a festa infantil sem máscara

O presidente Jair Bolsonaro deixou o Palácio da Alvorada na tarde deste sábado, 16, para ir a uma festa infantil no Clube Naval de...

CoronaVac: imunidade coletiva requer vacinação de 162 milhões, diz estudo

Cerca de 162 milhões de brasileiros, aproximadamente 99% da população “vacinável” contra Covid-19 no país, devem receber o imunizante CorovaVac, para que seja atingida...

Daria para ter evitado a tragédia no Amazonas

por Editorial de O Globo (16/1/2021) O pior aspecto da tragédia causada pelo novo coronavírus em Manaus é que ela era não apenas previsível, mas...

Acredite, se quiser

Este blog perguntou no Twitter: E aí? Melhorou o desempenho do governo Bolsonaro no combate à pandemia do coronavírus? Respostas de 9.316 leitores:   Melhorou muito – 58,8% Só...
- Advertisement -