domingo, janeiro 17, 2021

CoronaVac: os motivos de adiamento do pedido de uso emergencial

Uma dúvida no cálculo da eficácia da CoronaVac, vacina desenvolvida pela Sinovac Life Science em parceria com o Instituto Butantan fez com que o laboratório desistisse de protocolar nesta quinta-feira, 7, o pedido de uso emergencial do medicamento no país, dizem fontes ligadas ao processo. O governo de São Paulo, porém, garantiu ao longo do dia de hoje que o pedido será feito na sexta-feira, 8.

Conforme VEJA antecipou, especialistas envolvidos nos trâmites afirmaram que os cálculos apresentados no estudo não correspondem aos 78% de eficácia apresentados pela farmacêutica chinesa. O dado publicado hoje, na realidade, seria um desfecho secundário, feito em um subgrupo do total de pessoas que participaram do estudo. A estimativa de 100% de eficácia em casos graves também está atrelada a um grupo menor.

O número global de eficácia — fundamental para a entrada de documentos junto à Anvisa —  e que contabiliza a eficiência do medicamento em todos os vacinados no estudo de fase 3, seria menor. Técnicos do Butantan devem conversar com a Sinovac nas próximas horas para alinhar a questão. A eficácia global, no entanto, não está abaixo dos 50% exigidos pela agência para conceder a aprovação. Portanto, ainda com a revisão dos números seria possível protocolar o pedido e vacinar os brasileiros.

De acordo com o Instituto Butantan, a vacina tem 78% de eficácia em casos sintomáticos e 100% de eficácia em casos graves. O instituto de referência em imunizantes não apresentou como foi feito o cálculo da eficácia em coletiva de imprensa realizada hoje. Esse cálculo foi tradicionalmente apresentado por outras farmacêuticas que apresentaram dados de eficácia de vacinas contra a Covid-19.

Continua após a publicidade

Ultimas Notícias

Twitter marca publicação do Ministério da Saúde como ‘enganosa’

O Twitter destacou hoje uma publicação do Ministério da Saúde como “informação enganosa”. Trata-se de uma mensagem sobre atendimento...

Bolsonaro vai a festa infantil sem máscara

O presidente Jair Bolsonaro deixou o Palácio da Alvorada na tarde deste sábado, 16, para ir a uma festa infantil no Clube Naval de...

CoronaVac: imunidade coletiva requer vacinação de 162 milhões, diz estudo

Cerca de 162 milhões de brasileiros, aproximadamente 99% da população “vacinável” contra Covid-19 no país, devem receber o imunizante CorovaVac, para que seja atingida...

Daria para ter evitado a tragédia no Amazonas

por Editorial de O Globo (16/1/2021) O pior aspecto da tragédia causada pelo novo coronavírus em Manaus é que ela era não apenas previsível, mas...

Acredite, se quiser

Este blog perguntou no Twitter: E aí? Melhorou o desempenho do governo Bolsonaro no combate à pandemia do coronavírus? Respostas de 9.316 leitores:   Melhorou muito – 58,8% Só...
- Advertisement -