segunda-feira, janeiro 25, 2021

MPF no Amazonas cobra na Justiça atitude de Pazuello na crise do oxigênio

A Procuradoria da República no Amazonas vai acionar dentro de instantes a Justiça Federal para cobrar da União — leia-se Ministério da Saúde — pela falta de coordenação e planejamento para a crise do oxigênio vivenciada por Manaus.

A atual demanda por oxigênio na capital amazonense, segundo o Ministério Público Federal, é de 70 mil metros cúbicos, valor seis vezes maior do que o experimentado no pico da pandemia do coronavírus em 2020.

Na ação cautelar, o MPF faz ao todo sete pedidos para o governo federal, entre eles medidas de logística para o transporte de oxigênio até o estado, a transferência dos pacientes da capital amazonense para outros estados e a realocação do oxigênio gasoso, de mais fácil transporte, de outras unidades da federação.

Ultimas Notícias

UE pede explicações a AstraZeneca sobre corte em suprimento de vacina contra Covid-19

BRUXELAS – A União Europeia se reunirá com executivos da AstraZeneca AZN.L nesta segunda-feira para pedir mais esclarecimentos sobre...

Venda de ações leva polêmica ao BNDES

https://youtube.com/watch?v=CYPDXRNQyP4&version=3&rel=1&showsearch=0&showinfo=1&iv_load_policy=1&fs=1&hl=pt-BR&autohide=2&wmode=transparent Prestes a assumir uma cadeira no Conselho de Administração do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Arthur Koblitz, colocou em xeque a...

Marinho diz esperar “sensibilidade” para definição sobre novo auxílio emergencial

Diante da crescente pressão por uma nova rodada de auxílio emergencial para ajudar os mais vulneráveis à crise da covid-19, o ministro do Desenvolvimento...

Para vacinar rapidamente é preciso despolitizar imediatamente

Assistimos hoje no mundo ao que se pode chamar de uma corrida entre infecções e injeções. Aliás, não uma, mas várias corridas – posto...

As respostas para as principais dúvidas sobre a vacinação contra Covid-19

A campanha de vacinação contra a Covid-19 começou no Brasil na última semana, após a aprovação de uso emergencial pela Agência Nacional de Vigilância...
- Advertisement -