terça-feira, abril 13, 2021

Aos 21 anos, filha de diarista e cobrador de ônibus é aprovada em medicina na USP e Unicamp


Moradora de Paulínia, Monaliza Ávila ficou com a quinta colocação na USP, mas vai fazer a graduação na universidade de Campinas. Apoio e esforço dos pais foi fundamental na trajetória. Monaliza, seu pai João Ávila e sua mãe Adriana Ávila
Arquivo pessoal
Após quatro anos de cursinho e inúmeras horas estudadas, Monaliza Ávila se tornou uma das 3.247 pessoas aprovadas neste ano em um dos 69 cursos de graduação da Unicamp. A conquista ocorreu logo no curso mais concorrido do vestibular, o de medicina.
Filha de uma diarista e um cobrador de ônibus, a estudante de 21 anos foi aprovada em 5º lugar na Universidade de São Paulo (USP) para medicina e conseguiu também a vaga no mesmo curso na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).
A moradora de Paulínia (SP) conta que estudou durante toda a vida em escolas públicas. No ensino médio, cursou um colégio técnico e conciliou as aulas regulares com a formação em informática. Entretanto, sabia que não seguiria na área e, por influência de uma professora, conheceu o campus da Unicamp, em Campinas, onde ficou encantada com medicina.
“Fui descobrindo que aquele seria um caminho em que eu me sentiria realizada e poderia aprender mais sobre o ser humano e devolver isso de forma direta para a sociedade.”
Aprovação de estudantes de escola pública tem alta em 2021 e chega a 49,8% do total de convocados na Unicamp
Ao terminar o ensino médio em 2016, Monaliza conseguiu, por meio de prova, uma bolsa de estudos em um cursinho particular específico para vestibulares de medicina. Ela relata que a preparação sempre foi pesada.
“Minha rotina de estudos no cursinho era das 7h às 21h de segunda a sexta, e no sábado tinha aula de manhã. Também fazia simulados em alguns finais de semana, e eu ia em praticamente todos”.
A carga horária de estudos chegava a 12h diárias
Arquivo pessoal
Sonho com Unicamp e apoio dos pais
Entre 2019 e 2020, Monaliza foi aprovada nos vestibulares da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), da Universidade Estadual do Piauí (UESPI) e na Universidade Federal da Bahia (UFBA). Apesar das conquistas, não deixou de almejar a Unicamp.
Para os vestibulares de 2021, Monaliza fez os vestibulares da USP e da Universidade Estadual Paulista (Unesp) pela primeira vez, testes que serviram como uma forma de diluir a ansiedade para a prova da Unicamp. Essa seria a quinta tentativa de passar em medicina na universidade de Campinas. Neste ano, 33.918 estudantes disputaram 110 vagas, concorrência de 308 candidatos/vaga.
Monaliza conta ainda que teve percalços financeiros em sua trajetória, mas teve ajuda da família para superá-los. “Meu pai sempre foi muito organizado com as contas e minha mãe sempre conseguia achar alternativas pra que eu pudesse passar o dia no cursinho. Eu levava tudo de casa: almoço, lanches. Não precisava ter gasto externo, só com a passagem”.
A estudante ressalta a gratidão pelo apoio recebido dos pais. “Meus pais não tiveram a oportunidade de estudos e não concluíram nem o ensino fundamental. Meu irmão fez faculdade de ciências da computação com a bolsa da prefeitura e hoje já é formado e trabalha na área”.
“Apesar do pouco estudo, meus pais sempre tiveram a consciência da importância dele tanto para mim, quanto para o meu irmão e sempre nos incentivaram desde os primeiros anos na escola”.
Ao término dos anos de cursinho e atingindo seu objetivo, ela se diz agradecida pela ajuda externa da família e dos profissionais do cursinho onde estudou.
“Um ponto fundamental foi entender o meu caminho como um processo, que teria um inicio, um meio e um fim, e que eu só não conseguiria se eu desistisse”, afirma.
Monaliza atualmente cursa Medicina na Unicamp e se diz completamente realizada
Arquivo Pessoal
*Sob supervisão de Arthur Menicucci
PLAYLIST: Veja mais assuntos de Campinas
Veja mais notícias da região em G1 Campinas

Ultimas Notícias

Região de Campinas tem 51 mil aptos à tarifa social de energia, mas que estão fora do cadastro

Levantamento mostra que famílias que se enquadram nos critérios do benefício deixam de...

Após semanas lotados, hospitais privados de SP têm queda nas internações

A pandemia do coronavírus parece apresentar sinais de melhora no estado de São Paulo. Na sexta-feira, 9, o secretário da Saúde, Jean Gorinchteyn, revelou...

Campinas registra déficit de 12 mil doses de vacina contra a Covid para profissionais da saúde

Secretaria de Saúde enviou ofício pedindo o envio de mais doses, além de destacar que possui capacidade para...

Caminhão perde freio e atinge postes e muro de casa em Campinas

De acordo com a Polícia Militar, ninguém ficou ferido durante a ocorrência na Vila Aeroporto. Caminhão perdeu o...

Lentidão na aplicação de doses lota posto de imunização contra Covid-19 em Campinas

Prefeitura afirma que sistema de agendamento apresentou instabilidades, o que gerou espera. Morador relata demora de até uma...
- Advertisement -