segunda-feira, maio 17, 2021

Após 2 dias, trabalhadores encerram paralisação do transporte público de Paulínia


Sindicato afirma que as reivindicações da categoria, inclusive a de manutenção dos cobradores, foi aceita. Prefeitura diz que ônibus voltam a circular na noite desta quinta. A Prefeitura de Paulínia (SP) informou na noite desta quinta-feira (29) que chegou ao fim a paralisação que suspendeu por dois dias a circulação dos ônibus do transporte público do município. Segundo o sindicato dos trabalhadores, a retomada ocorrerá graças a um acordo com a administração pública sobre as reivindicações da categoria.
Segundo a entidade, a o acordo garante que nenhum cobrador vai ficar desempregado. No entanto, a licitação não incluiu a categoria, mas haverá uma formalização do acordo na semana que vem.
Em nota, a prefeitura informou apenas que a paralisação “realizada de forma ilegal” pelos funcionários da empresa responsável pelo transporte municipal foi encerrada e que a operação será normalizada nas próximas horas, com o retorno da circulação dos ônibus.
Ônibus de Paulínia não saíram da garagem nesta quinta
Giuliano Tamura/EPTV
A paralisação
Motoristas e cobradores de ônibus de Paulínia (SP) mantiveram, por dois dias consecutivos, uma paralisação do transporte público para cobrar garantias trabalhistas. Na quarta-feira (28), quando o protesto começou, uma comissão de trabalhadores se reuniu com representantes da Secretaria de Transportes e recebeu uma proposta.
No início da manhã desta quinta, parte dos ônibus chegou a sair da garagem, mas às 10h os funcionários decidiram paralisar de novo. Segundo informações de representantes da categoria, houve uma reunião durante a tarde entre o grupo, a prefeitura e a empresa Auto Viação Terra, atual concessionária que opera o sistema.
Os trabalhadores reivindicavam que os cobradores sejam incluídos na nova licitação do transporte público. O sindicato da categoria afirma que são 100 funcionários que poderiam perder o emprego. O grupo também cobra seis meses de estabilidade a partir do novo contrato com a empresa que vai operar o serviço e a resolução de pendências com a atual concessionária, a Auto Viação Terra.
Durante a manhã, cerca de 200 trabalhadores permaneceram no terminal rodoviário do município, assim como já havia acontecido no dia anterior, quando, em alguns momentos, protestaram com palavras de ordem. “Queremos nosso emprego”, afirmavam.
Motoristas e cobradores se reuniram na garagem para fazer um protesto
Giuliano Tamura/EPTV
Reflexos
Na quarta-feira, moradores que dependem do transporte público tiveram que buscar alternativa para ir ao trabalho. Alguns conseguiram caronas, outros tiveram que recorrer a familiares e uma parte gastou mais com transporte por aplicativo.
“Fiz uma caminhada. O pé está ardendo. Quem paga é a gente, que tem que passar por essa humilhação”, lamenta a cozinheira Maria do Carmo, que teve que ir a pé para o trabalho, no shopping.
Paralisação de motoristas e trabalhadores começou na quarta-feira em Paulínia
Giuliano Tamura/EPTV
VÍDEOS: Tudo sobre Campinas e Região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

Cidades da região de Campinas retomam vacinação contra Covid para grávidas e puérperas

Americana e Sumaré retomaram a imunização nesta segunda (17). Já Indaiatuba e Paulínia...

Filha de vítima de feminicídio em Piracicaba relata trauma do crime: 'saber que sou filha do assassino é difícil'

Crime ocorreu em 2019. Psicanalista diz que filhos de mulheres que foram mortas de forma violenta devem ter...

Santo Antônio de Posse aciona polícia após perder R$ 30 mil com furto de cabos que parou serviço de água; vídeo mostra crime

Câmera registrou momento em que furto é praticado por dois suspeitos, que ainda não foram localizados. Sem chuvas significativas há 71 dias,...

Trabalhar mais de 55 horas por semana aumenta risco de morte, diz estudo

O trabalho dignifica o homem, diz o ditado. Trabalhar demais, no entanto, pode levá-lo a uma morte prematura por doenças do coração ou um...

Trabalhar demais pode matar do coração ou de AVC, diz estudo

O trabalho dignifica o Homem, diz o ditado. Trabalhar demais, no entanto, pode levá-lo a uma morte prematura por doenças do coração ou um...
- Advertisement -