sábado, abril 17, 2021

Campinas amplia restrição na quarentena e entregas por delivery deixam de ser 24 horas


Decreto publicado nesta terça-feira (23) no Diário Oficial aponta que estabelecimentos de alimentação e outros serviços devem respeitar o horário regular, ou seja, aquele previsto em alvará para fazer entregas em domicílio. Delivery em Campinas tem restrição na quarentena
Reprodução/EPTV
A Prefeitura de Campinas (SP) decidiu endurecer o funcionamento do serviço de delivery na quarentena para conter a Covid-19, opção usada por estabelecimentos de alimentação e outros serviços desde o início da fase vermelha. A partir desta terça-feira (23), deixa de ser liberada a entrega em domicílio durante 24 horas do dia e os comércios passam a respeitar o horário de funcionamento descrito nos alvarás.
O funcionamento presencial de supermercados, por exemplo, segue autorizado até as 20h. Mas se ele fechava normalmente às 22h antes da quarentena, é até esse horário que poderá fazer entregas por delivery.
Entenda as mudanças para cada setor
Padarias, supermercados, atacadistas e comércios em geral que vendam gêneros alimentícios e produtos de limpeza: presencial vai até as 20h, podendo atender delivery até o limite de horário regular do estabelecimento.
Comércios e prestadores de serviço: serviços de retirada (drive-thru) deverão encerrar as atividades às 20h, podendo atender por delivery até o limite de horário regular do estabelecimento
Bares, lanchonetes, padarias e restaurantes localizados no interior de postos de combustíveis e derivados: atendimento exclusivo mediante serviços de delivery e drive-thru. Proibido atendimento do consumidor fora do veículo, no interior do estabelecimento ou do posto de combustíveis. Devem encerrar drive-thru às 20h e delivery fica permitido até o limite de horário regular do estabelecimento.
A metrópole segue com as demais regras do toque de recolher e da fase emergencial do Plano São Paulo para reduzir o contágio por coronavírus. Serviços não essenciais continuam sem poder receber clientes presencialmente. Relembre as regras abaixo.
Nesta segunda (22), a Secretaria de Saúde do município teve recorde de mortes provocadas por Covid-19 divulgadas em boletim pela administração municipal. Foram 38 óbitos.
Ao todo, 2.154 moradores já perderam a vida para a doença desde o início da pandemia. Além das mortes, o balanço da prefeitura traz a confirmação de 794 casos a mais, totalizando 77.355 infectados.
Sepultamento de vítima da Covid-19, em Campinas
Osvaldo Furiatto
Veja como ficam regras da fase emergencial e do toque de recolher
Serviços de alimentação (padarias, supermercados, lojas de conveniência): devem encerrar as atividades presenciais às 20h.
Serviços de drive-thru (para qualquer atividade): encerrar às 20h.
Delivery só pode ser feito dentro do horário de funcionamento estabelecido em alvará.
Proibida a retirada na porta dos estabelecimentos, se não estiver em veículo.
Lojas de materiais de construção não podem atender presencialmente.
Celebrações religiosas coletivas proibidas, mas recepção pode ser individual.
Multa de 800 UFICs (R$ 3,5 mil) para responsáveis por festas clandestinas ou reuniões familiares com mais de 10 pessoas.
Lacração imediata e multa de 800 UFICs (R$ 3,5 mil) para estabelecimentos flagrados funcionando em desacordo com as regras do município.
Condução do responsável pela organização da festa clandestina, da reunião familiar ou estabelecimento flagrado em desacordo até a delegacia de Polícia Civil, para registro de termo circunstanciado de ocorrência com base no artigo 268 do Código Penal (descumprimento de medida sanitária).
Abordagem de pessoas circulando após as 20h, educativa, com orientação para retorno ao domicílio.
Bloqueios em pontos estratégicos por ação integrada da Guarda Municipal e polícias Militar e Civil.
Uso do sistema de câmeras e leitores de placas para identificar aglomerações de veículos.
Proibição do uso de praias e parques.
Proibição de atividades esportivas.
Proibição de qualquer aglomeração.
Obrigação do uso de máscara em todos os ambientes, internos e externos.
Teletrabalho é obrigatório para atividades administrativas não essenciais.
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

Médica sanitarista e ex-diretora de Saúde de Campinas, Maria Haydée morre aos 69 anos

Defensora da saúde pública, Haydée também atuou como presidente do Conselho Municipal...

Em um dia, Conexão Solidária arrecada 163 toneladas de alimentos nas regiões de Campinas e Piracicaba

Terceira etapa da campanha organizada pela EPTV e prefeituras ocorreu neste sábado. Doações serão destinadas às famílias em...

Operação toque de recolher fecha 12 estabelecimentos e lacra 1 em Campinas nesta sexta

Balanço divulgado neste sábado (17) pela prefeitura mostra que, de 18 de março, data em que as fiscalizações...

Acidente em Valinhos deixa 5 feridos e mobiliza bombeiros de três cidades

Colisão entre dois veículos ocorreu na Estrada dos Jequitibás. Vítimas, dentre elas uma mulher que estaria grávida, foram...

Covid-19: cresce em 27% o número de vacinas em fase final de estudos

A corrida para o desenvolvimento de vacinas contra Covid-19 teve um aumento de 27% em novos antígenos em etapa final de testes — a...
- Advertisement -