segunda-feira, março 8, 2021

Campinas anuncia agendamento para vacinação de idosos acima de 85 anos e encerra grupos da saúde


Agendamento tem início às 9h desta quarta-feira (10), e aplicações serão realizadas a partir de quinta; prefeitura espera imunizar cerca de 6 mil moradores nessa faixa etária em seis dias. Veja como será feito o agendamento da vacinação para maiores de 85 anos em Campinas
A Prefeitura de Campinas (SP) anunciou na tarde desta terça-feira (9) a abertura do agendamento para vacinação de idosos acima de 85 anos a partir desta quarta-feira (10). As doses contra a Covid-19 começam a ser aplicadas nesta quinta em dois centros. Já os agendamentos dos profissionais da saúde foram concluídos, e a Saúde prepara a aplicação da 2ª dose nesses grupos – veja mais abaixo.
O agendamento tem início às 9h desta quarta, no site da campanha ou pelo telefone 160. Com a ampliação da faixa etária, qualquer morador acima de 85 anos pode solicitar a imunização.
A prefeitura mantém a opção de atendimento em domicílio, que já conta com cerca de mil cadastros, mas orienta que, nesse caso, a aplicação pode demorar. A orientação aos que puderem comparecer aos centros é que a aplicação pode ser feita dentro do carro – veja endereços abaixo.
“A aplicação da vacina em casa é bastante vagaroso, pois a equipe precisa montar a caixa, se deslocar até o local, preencher o sistema e só aí ir para outra aplicação. Quem só puder assim, vamos fazer, está tudo certo e sem problemas. Mas não dá para achar que será nos próximos dias”, avisou Andrea Von Zuben, diretora do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa).
A orientação aos que marcaram pela aplicação em casa e, com a ajuda de parentes ou amigos possam se deslocar até um dos centros, é que o agendamento seja feito pelo site a partir desta quarta.
“A gente quer que as pessoas sejam vacinadas, e a expectativa é imunizar toda essa população em seis dias. Os centros estão organizados, aplicamos dentro do carro, não demora mais do que dez minutos”, complementa Andrea.
Só serão aplicadas doses aos idosos com mais de 85 anos que apresentem documento com foto e comprovante de endereço na cidade. A orientação da prefeitura é que o contingente de doses entregue aos municípios é de acordo com a estimativa da população nessa faixa etária – são estimadas 6 mil pessoas entre 85 e 89 anos.
“Estamos com muita pressa de vacinar os idosos. É um mecanismo indireto contra a taxa de internação. Quem puder ir vacinar no centro, que faça isso. Temos pressa para diminuir a mortalidade e as internações”, defendeu Lair Zambon, secretário municipal de Saúde.
Segundo dados da prefeitura, 28% das mortes registradas por Covid-19 no município desde o início da pandemia foram de pessoas acima de 85 anos.
Centro de vacinação contra a Covid-19 em Campinas (SP)
Adriano Rosa/Prefeitura de Campinas
Locais de vacinação
Os idosos que farão o agendamento podem optar por receber a doses em um dos dois centros de vacinação em Campinas.
As doses serão aplicadas em dois centros:
Centro de Vivência do Idoso na Lagoa do Taquaral19
Av. Dr. Heitor Penteado, s/n, portão 4
Escola CAIC Zeferino Vaz
Rua José Augusto de Mattos, s/n, Parque Residencial Vila União
Imunização em asilos
De acordo com a prefeitura, todos os asilos cadastrados na cidade receberam equipes da prefeitura, sendo que idosos e profissionais foram imunizados. A aplicação da primeira dose foi encerrada nesta segunda-feira (8).
Andrea Von Zuben, diretora do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) de Campinas (SP)
Carlos Bassan/Prefeitura de Campinas
2ª dose em profissionais de saúde
Campinas recebeu nesta terça mais 24,8 mil doses da vacina contra a Covid-19 exclusivas para a aplicação da 2ª dose em profissionais da saúde que atuam na linha de frente.
Segundo Andrea Von Zuben, o imunizante será distribuído aos hospitais no mesmo esquema realizado na primeira fase, e as aplicações devem ocorrer a partir da próxima semana.
Em relação aos demais grupos de saúde que estão sendo vacinados – o agendamento foi encerrado, mas haverá aplicação dos que marcaram data nesta quarta -, no ato da aplicação já é realizado o agendamento da 2ª dose.
No entanto, a prefeitura informou que irá disponibilizar, ainda nesta semana, um sistema para conferência. As pessoas que receberam a 1ª dose devem receber um e-mail ou mensagem no celular com a confirmação do agendamento.
Fura-fila
Durante a coletiva, o prefeito Dário Saadi (Republicanos) destacou que a cidade tem feito um controle rigoroso da aplicação das doses e que segue a determinação do Plano Nacional de Imunização (PNI). Questionado sobre denúncias de possíveis “fura-filas”, disse que a prefeitura recebeu entre “25 e 28” reclamações, mas com muita dificuldade de confirmação.
Segundo Saadi, casos comprovados de pessoas que tiveram acesso às vacinas sem que estivessem nos critérios estabelecidos pelo PNI serão investigados e denunciados à Polícia Civil e ao Ministério Público (MP).
“Não vamos aceitar. Se tiver prova, nos vamos encaminhar ao MP, fazer boletim de ocorrência. Até o momento as denúncias são superficiais, sem comprovação”, disse.
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

Campinas e Valinhos registram carreatas pedindo volta às aulas presenciais na fase vermelha

Apesar de liberadas pelo governo estadual, atividades presenciais em escolas públicas e particulares...

Covid-19: Regional de Campinas atinge maior média móvel de novas internações em 7 meses

Dados da Fundação Seade mostram que índice registrado neste domingo (7) é 39,4% maior que o aferido 14...

Coletivo de Hortolândia apresenta festival online de música; veja programação

Apresentações serão realizadas nos dias 7, 14 e 21 de março. Público pode acompanhar a transmissão gratuitamente pelo...

Polícia pede prisão temporária de suspeito de matar companheira a facadas em Águas de Lindóia

Diego Paiva, de 23 anos, foi ouvido e liberado no sábado; SSP informa que autoridade policial aguarda decisão...

O ranking das vacinas mais usadas no mundo

Pouco mais de um ano após o início da pandemia de coronavírus, 261 vacinas contra a Covid-19 estão em desenvolvimento. Destas, 79 estão na...
- Advertisement -