sexta-feira, abril 16, 2021

Campinas completa 4 meses do último dia sem morte por Covid-19


Dia 27 de novembro de 2020 foi a última vez que a metrópole não registrou óbito pela doença. De lá pra cá, 868 moradores perderam a vida na pandemia. Campinas contabiliza 2.255 mortes por Covid-19 até esta sexta-feira (26)
Osvaldo Furiatto
Campinas (SP) completa neste sábado (27) quatro meses do último dia sem morte por Covid-19 entre moradores da cidade. Desde a aceleração da primeira onda da pandemia, em maio de 2020, dias sem óbitos tornaram-se raros na metrópole.
A primeira grande sequência ocorreu entre 10 de maio e 4 de outubro, com 1.249 vidas perdidas em 148 dias. Agora, são pelo menos 868 mortes desde 28 de novembro.
Depois de um intervalo com queda nos números da Covid-19, com nove dias sem mortes entre outubro e novembro, a segunda onda começou a tomar forma e a metrópole vive, em março de 2021, o pior cenário de toda a pandemia, com recorde de UTIs lotadas e pacientes na fila por leitos.
Dias sem mortes por Covid-19 em Campinas após a “primeira onda”
05/10/2020
09/10/2020
22/10/2020
03/11/2020
05/11/2020
06/11/2020
08/11/2020
10/11/2020
27/11/2020
Recorde de internações
Além da sombria sequência de dias consecutivos com mortes, a cidade registrou, na sexta-feira (26) um novo recorde de pacientes internados em UTIs Covid, com 434 das 442 estruturas estão ocupadas.
O número de pessoas em leito de terapia intensiva para tratamento da doença supera, por exemplo, o total de vagas que havia no primeiro pico da pandemia (423).
Medidas restritivas
Para tentar frear o avanço de casos e mortes, a prefeitura aposta em medidas mais restritivas que a fase emergencial do governo estadual para aumentar o distanciamento e isolamento social. De acordo com o Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI), o índice terminou a semana na casa dos 39%.
Em coletiva em que anunciou novas restrições, a prefeitura alegou que o sistema do governo não reflete os números do isolamento noturno que Campinas tem conseguido desde a implantação do toque de recolher das 20h às 5h.
Entretanto, diante da pressão no sistema de saúde, a prefeitura endureceu ainda mais a quarentena desde esta sexta, com a criação de barreiras sanitárias nas entradas da cidade, em ação conjunta dos municípios da RMC, além de impor restrições em serviços essenciais, como o acesso de apenas uma pessoa por família em estabelecimentos como mercados e padarias, e a determinação que o drive-thru seja exclusivo para o setor de alimentação.
O que está valendo
Padarias, supermercados, atacadistas e comércios em geral que vendam gêneros alimentícios e produtos de limpeza: passa a valer o limite de uma pessoa por família. O atendimento é presencial até as 20h, podendo atender delivery até o limite de horário regular do estabelecimento;
Comércios e prestadores de serviço: atendimento somente por delivery até o limite de horário regular do estabelecimento;
Barreiras sanitárias: ação de orientação, nas entradas e principais corredores de Campinas, para coibir turistas paulistanos durante a antecipação de feriados na capital;
Concessionárias e lojas de vendas de veículos: fica proibido o atendimento presencial;
Clínicas veterinárias e pet shop: atendimento apenas para casos de urgência e emergência;
Manutenção predial, elétrica e hidráulica: apenas casos de urgência e emergência;
Serviços de assistência técnica: atendimento apenas para casos emergenciais, para equipamentos médicos/hospitalares, e relacionados às atividades de trabalho.
As novas determinações, válidas até o dia 4 de abril, se somam as regras do toque de recolher na fase emergencial, que seguem em vigor, e tentam aumentar o isolamento social para frear o avanço de casos, mortes e internações na cidade.
Vídeos: tudo sobre Campinas e região
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

Pesquisa revela que forma grave de Covid-19 pode afetar os olhos

Uma pesquisa brasileira revela que a Covid-19 pode causar lesões sérias e irreversíveis nos olhos de pacientes que tiveram...

Taxa de reprodução da Covid-19 volta a subir em Campinas, mas segue indicando regressão da pandemia

Metrópole atingiu índice de 0,9 e resultados menores que 1 sugerem que casos estão em queda. Devisa afirma...

Emdec bloqueia dois trechos do Jardim Londres para obras da Sanasa neste fim de semana

Bloqueios ocorrem entre as ruas Ferdinando Panattoni e Oswaldo Oscar Barthelson e no cruzamento das vias Geraldo Nogueira...

Shoppings de Campinas reabrem a partir de domingo com horário e capacidade limitada

Estabelecimentos voltam a funcionar das 11h até às 19h, com 25% da capacidade de lotação, após prefeitura anunciar...

Maranhão cria rede de acolhimento a pessoas com sequelas da Covid-19

Pacientes com sequelas da Covid-19 vão contar com um sistema de atendimento na saúde estadual. O governador Flávio Dino anunciou, nesta sexta-feira, a implantação...
- Advertisement -