domingo, maio 9, 2021

Campinas confirma mais dois casos de raiva em morcegos


Animais foram encontrados no Jardim Lisa e no Jardim Chapadão. Ao todo, município localizou sete morcegos que testaram positivo para a doença neste ano. Morcego pode transmitir raiva a animais domésticos
Arquivo/PMC
A Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ) de Campinas (SP) confirmou nesta quinta-feira (29) mais dois casos de raiva em morcegos. Os animais foram encontrados no Jardim Lisa e no Jardim Chapadão. O primeiro fica no na região Noroeste e o segundo, na Norte.
Com mais duas confirmações neste mês, a cidade soma sete morcegos que testaram positivo para a doença, informou a UVZ. “Todos os casos se tratavam de espécies que se alimentam de insetos ou frutos, sendo a grande maioria recolhida na área urbana do município”, informou.
Em 2020, 23 morcegos foram identificados com a doença. Já em 2019, 30 e, no ano retrasado, 43 animais.
O setor de Zoonoses afirma que morcegos no chão (vivos ou mortos) ou circulando em local com incidência direta de luz podem estar contaminados com raiva. “Estes comportamentos não são normais entre morcegos e podem ser um indício de que estão infectados pelo vírus”, informa, em nota.
Se algum morador encontrar morcegos nestas condições, a orientação é acionar imediatamente a UVZ, para fazer a remoção do animal. A solicitação pode ser feita de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, pelos telefones 3245-1219. Nos fins de semana o serviço pode ser acionado pelo 199.
“É importante que as pessoas nunca toquem em morcegos e mantenham os gatos e os cães com a vacina da raiva em dia, inclusive os que são domiciliados e não têm acesso à rua, pois os morcegos voam e podem entrar nas residências”, explica, também por nota, a médica veterinária da UVZ, Aline Nitsche.
Vacinação de cães e gatos
O agendamento para a vacina contra raiva pode ser feito pelos telefones da UVZ (3245-1219) ou pelo e-mail [email protected]
Em caso de contato com morcegos ou acidentes com qualquer animal mamífero (cão, gato, cavalo, boi, porco, gambá, sagui), a recomendação é que os moradores procurem um Centro de Saúde.
“Atualmente, por conta de uma orientação do Estado, as campanhas de vacinação contra raiva estão suspensas, mas a UVZ mantém um posto fixo de vacinação e os animais podem ser vacinados mediante agendamento”, informou o setor.
VÍDEOS: Tudo sobre Campinas e Região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

Sputnik V: os entraves que ainda dificultam o uso da vacina no Brasil

Nenhum outro fabricante de vacina contra a Covid-19 encampou um embate público tão ruidoso com a Agência Nacional de...

Santo Antônio de Posse oferece palestra gratuita sobre fotografia de rua; veja como participar

Evento acontece no dia 10 de maio, das 18h às 21h, em conferência online. Ao todo, são 100...

Unicamp 2022: comissão divulga prazo para pedidos de isenção; veja critérios

Solicitações podem ser feitas a partir do dia 24 de maio, segundo a universidade. Assim como no ano...

Fogo próximo à linha férrea mobiliza bombeiros em Valinhos; vídeo

Chamas foram controladas rapidamente e ninguém se feriu. Corporação afirma que incidentes como esse são comuns durante o...

Carro capota e deixa duas mulheres feridas na SP-340 em Santo Antônio de Posse

Acidente aconteceu às 13h10 e uma das faixas ficou bloqueada por 30 minutos. Passageiras foram encaminhadas para a UPA de Jaguariúna. ...
- Advertisement -