quarta-feira, maio 5, 2021

Campinas registra déficit de 12 mil doses de vacina contra a Covid para profissionais da saúde


Secretaria de Saúde enviou ofício pedindo o envio de mais doses, além de destacar que possui capacidade para ampliar a imunização, mas esbarra na oferta baixa do imunizante. Profissional da saúde prepara vacina contra a Covid-19 no Hospital Mário Gatti
Adriano Rosa/Prefeitura de Campinas
A Secretaria de Saúde de Campinas (SP) informou nesta terça-feira (13) que há pelo menos 12 mil profissionais da saúde que não receberam a vacina contra a Covid-19. Segundo a pasta, isso ocorre pois o número de doses enviadas ao município é inferior ao contingente de cerca de 60 mil trabalhadores da área. A informação consta em ofício enviado à Secretaria de Estado da Saúde.
Andrea Von Zuben, diretora do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa), explica que foram destinadas 49.920 doses para esse público e que a maior parte dos profissionais que atuam na linha de frente foi imunizada.
Entretanto, o déficit inclui, por exemplo, trabalhadores que foram sendo incorporados à rede de saúde ao longo do ano. De acordo com Andrea, não seria possível usar vacinas destinadas para outros públicos para completar a cobertura.
“Somas a terceira cidade com mais de 500 mil habitantes que mais vacina, mas ainda não conseguimos doses suficientes para vacinar todos os profissionais da saúde, que estão expostos ao vírus. A gente está reiterando o ofício”, diz.
Além de registrar o déficit para a categoria, a Secretaria de Saúde destacou que a estrutura montada para vacinação permitiria acelerar a imunização da população, mas esbarra na quantidade de doses entregues.
Campinas conta com cinco centros de imunização, cada um com capacidade de vacinar mil pessoas por dia.
O G1 procurou a Secretaria de Estado da Saúde para questionar o posicionamento da prefeitura, e o texto será atualizado assim que a pasta se manifestar.
Metas atingidas
Segundo Andrea, Campinas atingiu a meta de imunizar todos os moradores com mais de 85 anos, e idosos de outra faixa etária, que receberam a vacina da Astrazeneca, aguardam o prazo de três meses para a aplicação da 2ª dose.
A diretora do Devisa informa ter garantia para o recebimento dos imunizantes de 2ª dose, tanto para quem recebeu a vacina da Astrazeneca quanto a CoronaVac, e que o número de pessoas que deixaram de comparecer para o complemento da imunização na cidade não é relevante até o momento.
“Desde o começo temos feito a aplicação por agendamento e, quando há um faltoso, mandamos para a unidade básica que é referência desse morador e é feito uma busca ativa. Em alguns casos, a pessoa está internada, ou evoluiu para óbito ou esqueceu, mas não tivemos esse problema aqui”, diz.
Lentidão na vacinação contra Covid-19 fez com que o Círculo Militar ficasse lotado em Campinas
Rafael Storino
Instabilidade no sistema e fila na vacina
Uma lentidão na aplicação de doses contra a Covid-19 fez com que moradores com agendamento para vacinação lotassem o Clube Círculo Militar, em Campinas (SP), na tarde desta terça-feira (13). O local é um dos cinco centros de vacinação na cidade.
A Secretaria Municipal de Saúde afirma que a lentidão ocorreu por conta de “instabilidades no sistema VaciVida em todo o Estado”. No entanto, não explicou qual a instabilidade e porque ela afeta a aplicação das doses.
Um morador que levou o pai, de 71 anos, para tomar a segunda dose informou que chegou ao local às 14h30 e já havia 20 pessoas na espera. O atraso persistiu, mais pessoas chegaram e houve aglomeração, segundo ele.
Somente às 15h40 ele e o pai conseguiram entrar no Círculo Militar. A aplicação ocorreu às 16h10. Muitos idosos esperaram ser chamados em pé, até que um funcionário colocou algumas cadeiras no lado de fora.
Em nota, a prefeitura admitiu o problema e afirmou que a espera chega a até 40 minutos. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, houve reforço das equipes no local para melhorar o atendimento.
A prefeitura afirmou ainda que há as doses estão garantidas a todos os que estão agendados.
Moradores aguardam para receber vacina contra Covid-19 no Círculo Militar de Campinas
Pedro Torres/EPTV
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

Indaiatuba divulga calendário de maio para pagamento de auxílio municipal de R$ 130

Valor começa a ser pago no dia 12 e segue até 19 de...

Obras em viaduto alteram itinerário de duas linhas de ônibus em Campinas; veja mudanças

Alterações nas linhas 130 e 212, que atendem os terminais Vida Nova e Itajaí, respectivamente, começam na segunda-feira...

PM resgata criança e prende mãe suspeita de agressão e abandono em Campinas

Policiais militares receberam denúncia de maus-tratos; menina de 3 anos foi encaminhada ao PS São José e a...

Covid-19: Campinas abre agendamento da vacinação para maiores de 60 anos nesta quarta

Cadastro também estará disponível para trabalhadores de saúde a partir de 35 anos. Inscrição deve ser feita a...

Covid: Campinas anuncia fim da fila de pacientes à espera por leitos de UTI e enfermaria

Desde que dados foram divulgados pela primeira vez, cidade registrou fila por vagas por 47 dias seguidos. Taxa...
- Advertisement -