segunda-feira, abril 12, 2021

Canário ‘ocupa’ ninho de japu exposto em museu de educação ambiental de Arceburgo (MG)


Fotos e vídeos mostraram toda a ação da ave que criou filhotes no local; espaço estava fechado para visitação por conta da pandemia. Canário-da-terra ocupa ninho de japu em exposição para educação ambiental
Uma peça de museu naturalmente carrega muito significado e é capaz de ensinar sobre vários detalhes, às vezes inacessíveis. Mas engana-se quem pensa que aquele objeto está limitado a ser observado e admirado como uma obra intocável. A própria natureza, por exemplo, pode se encarregar de dar novos significados a elementos como esses.
Foi o que aconteceu na Secretaria de Meio Ambiente da cidade de Arceburgo (MG). Em uma sala reservada para a exposição de ninhos de aves e detalhes sobre as espécies para a realização de projetos de educação ambiental, especialmente com crianças, um casal de canário-da-terra decidiu se abrigar.
Espaço de educação ambiental da cidade apresenta para a população detalhes sobre aves e sobre a história natural de outros grupos animais
Ademir Carosia/Acervo Pessoal
O espaço, que estava fechado por conta da pandemia, não conseguiu conter a visitação dos bichinhos. “Mesmo com as escolas não vindo visitar essas salas, a gente abre as portas todo dia para arejar. Até que uma das funcionárias percebeu que sempre via galhos derrubados próximo de onde estava um dos ninhos suspensos”, conta o Secretário de Meio Ambiente, Ademir Carosia.
O ninho em questão é de uma ave comum em diversos habitats que alcança de 46 a 48 cm de comprimento, o japu. Parente de xexéus e iraúnas, esses animais fazem ninhos grandes e compridos em um formato de bolsa. Pendurados nas árvores em colônias, os abrigos parecem até enfeites e, no acervo do museu mineiro, ajudavam a explicar um dos hábitos de construção de ninho mais interessantes da natureza.
Japu vive em bordas de matas primárias e destaca-se por cauda amarela
Rudimar Narciso Cipriani/Acervo Pessoal
Diante da peça inusitada, uma breve observação foi suficiente para descobrir quem era o responsável pela “sujeira”: os pequenos canários-da-terra, com pouco mais de dez centímetros de comprimento, precisam de cavidades para fazer os ninhos e podem até utilizar o abrigo abandonado de outras espécies. “Eles são danados. Se veem um oco de cerca ou gomos de bambu já vão se acomodando. É comum buscarem ninhos assim, mas o que foi meio folclórico é que neste caso da cidade foi no ninho do japu”, explica o Secretário.
Aprenda a transformar cabaças em ninhos artificiais para auxiliar as aves que dependem de cavidades
Ninho de japu é “costurado” de forma a se parecer com uma bolsa pendurada; canário ocupou espaço
Ademir Carosia/Acervo Pessoal
Uma vez identificada a intenção do visitante, os funcionários do local se viram em um dilema: como fazer para deixar as aves entrarem e saírem quando não estivessem lá para abrir o espaço para arejar? “Decidimos então deixar uma fresta da janela aberta para que eles pudessem passar e foi muito gostoso, porque da minha sala eu pude assistir tudo”, relembra Ademir.
Imagens mostram os filhotes de canário já no chão aguardando pelos adultos para serem alimentados
Ademir Carosia/Acervo Pessoal
A estratégia permitiu que os admiradores de natureza acompanhassem todo o processo de desenvolvimento e criação dos filhotes de canário, até a despedida e registrassem tudo em fotos e vídeo. As aves visitantes já deixam o espaço, mas ainda escrevem histórias quanto às surpresas provocadas pela natureza. “Na coleção de ninhos tem também uma casinha de joão-de-barro que estava vazia e agora já vimos um ninho feito dentro dela. Quero acreditar que o canário tentou ficar lá dentro antes, tenho quase certeza que isso aconteceu”, reforça.
Ninho de joão-de-barro pode ter sido a moradia inicial dos canários e espaço tem potencial para obrigar outras espécies futuramente
Ademir Carosia/Acervo Pessoal

Ultimas Notícias

Avião da Azul faz pouso de emergência no Galeão após piloto relatar fumaça a bordo

Dois passageiros que se sentiram mal durante a situação precisaram ser atendidos pelo...

DIG prende suspeito e apreende fios roubados que seriam trocados por drogas em Indaiatuba

Policiais civis também localizaram porções de entorpecentes, simulacro de revólver, faca e cerca de R$ 2,5 mil em...

Em 100 dias, rede municipal atende o equivalente a 11% da população de Campinas com suspeita de Covid-19

Percentual representa cerca de 133 mil pessoas que procuraram consulta médica em UBSs, UPAs ou nos hospitais mantidos...

Campinas abre agendamento da vacinação contra Covid-19 para maiores de 67 anos

Cadastro deve ser feito no site, onde será informado horário e local de aplicação. Cidade conta com cinco...

Banco de leite da Maternidade em Campinas atinge nível mais crítico da pandemia; veja como doar

Hospital tem estoque de 139 litros, volume 30,5% inferior aos 200 indicados como mínimo ideal, e reivindica doações....
- Advertisement -