domingo, fevereiro 28, 2021

Canto inspira alguns nomes populares de aves


Série do TG irá falar sobre a origem do nome das aves; primeira reportagem mostra relação da vocalização com as denominações. Saci é ave mais fácil de ser escutada do que observada
Ednilson Pereira/ Arquivo Pessoal
Imagine se todas as pessoas só pudessem receber um nome depois de cinco anos do seu nascimento. Será que talvez os nomes tivessem ligação com as características físicas dos bebês? Ou quem sabe até com as comportamentais?
Pode parecer estranho, mas esse tipo de relação acontece com as aves, por exemplo. Entre as mais de 10 mil espécies do Planeta, os mais variados nomes populares surgem em diferentes regiões como se fossem apelidos (já que os nomes científicos são mais complexos) para facilitar o reconhecimento dos indivíduos.
A partir dessa quarta-feira o Terra da Gente traz uma lista com algumas aves e explica como foram dados o nome delas. Vamos começar a partir dos nomes inspirados nos sons dos cantos.
Tem-farinha-aí é onomatopeia do canto da ave
Tem-farinha-aí (Myrmorchilus strigilatus)
Escute o som do vídeo e abra espaço para a sua criatividade. Conseguiu entender o motivo dessa ave, também chamada de piu-piu, ser conhecida como “tem-farinha-aí”? Exatamente, é uma onomatopeia do canto do animal.
A espécie mede cerca de 15 centímetros e vive, geralmente aos pares, em dois habitats secos, a Caatinga do nordeste brasileiro e o Chaco da Bolívia, Paraguai e Uruguai. Há dimorfismo sexual sendo que a maior diferença entre macho e fêmea é a presença de uma mancha preta na garganta do macho.
Equipe do TG vai ao Ceará atrás da “ave que fala”
Conhece o canto da araponga?
Araponga (Procnias nudicollis)
Apesar do nome científico, derivado do grego e do latim, significar ‘ave que possui o pescoço sem penas’, o termo araponga vem do tupi e é traduzido como ‘pássaro soante’ pela referência ao canto que lembra o bater de um ferro em uma bigorna.
Exatamente por esse motivo a espécie também é conhecida como ferreiro e ferrador. O canto é tão potente que pode ser ouvido de longe.
Infelizmente é uma espécie que está ameaçada de extinção, mas que ainda ocorre em partes de Pernambuco, Bahia, Minas Gerais até o Rio Grande do Sul, como também no Mato Grosso do Sul e em regiões vizinhas da Argentina e Paraguai.
Vozes da natureza: cantos de aves representam biomas brasileiros
Bem-te-vi é reconhecido facilmente pelo canto
Bem-te-vi (Pitangus sulphuratus)
Como falar de nomes de aves que têm relação com o canto e não lembrar do bem-te-vi? É uma das espécies mais populares do Brasil que esteve e está presente na trilha sonora diária de muita gente, seja em áreas mais afastadas ou até mesmo nas cidades.
Assim como por aqui, o bem-te-vi é comum em outros países e recebe nomes onomatopeicos em várias línguas como kiskadee em inglês, qu´est ce em francês (usado na Guiana) e bichofêo em espanhol (usado na Argentina).
Que bem-te-vi é esse? Conheça as espécies que ocorrem no Brasil
Acauã é espécie rodeada de histórias e misticismos
Acauã (Herpetotheres cachinnans)
Essa é uma espécie rodeada de histórias e misticismos. A onomatopeia do seu canto dá origem ao nome acauã e também a outros como macauá, acanã, cuã, cauã, uacanã e macaguá. Já dizia a música cantada por Luiz Gonzaga:
“Acauã, acauã vive cantando, durante o tempo do verão, no silêncio das tardes agourando, chamando a seca pro sertão (…), Acauã, Acauã, teu canto é penoso e faz medo, te cala acauã, que é pra chuva voltar cedo”
Não só o canto é conhecido por “chamar” a seca, mas em partes do Nordeste acredita-se que se a espécie somente pousar em um galho seco já é sinal de que a seca está chegando. Em contrapartida, se pousar em uma árvore com folhas, a chuva está por vir.
Saci também é conhecido como fem-fem, sem-fim e sede-sede.
Saci (Tapera naevia)
O saci é uma ave muito mais ouvida do que vista. Seu canto é reconhecido em diferentes partes do Brasil conforme cada um de seus nomes populares, já que além de saci, a ave também é chamada de fem-fem, sem-fim, seco-fico, sede-sede, entre outros.
Fora esse canto de duas notas (usado para demarcar território), a espécie possui ainda um canto mais robusto com uma escala de cinco a seis notas, emitido geralmente ao amanhecer ou entardecer.
Policial militar filma saci que parece ter quatro asas no PR
Já ouviu a vocalização do carcará?
Carcará (Caracara plancus)
Apesar dessa espécie ser conhecida como “Águia do Sertão” na letra da música cantada por Chico Buarque, essa é uma ave da família dos falcões. Seu nome é também uma onomatopeia e vem da junção do tupi (caracará) com o latim (plancus plangos) formando: ave que emite o som “cará, cará”
Apesar de possuir uma distribuição ampla e ocorrer em todo Brasil, sua maior população se encontra no sudeste e nordeste do nosso País.
Ninho de carcará em janela de apartamento surpreende moradora de São Luís (MA)

Ultimas Notícias

Câmeras de segurança registram ação de suspeitos durante furto a loja de informática em Itapira

Ação da dupla causou um prejuízo de R$ 6 mil, segundo a proprietária....

Vizinhança se mobiliza para ajudar moradores do Jardim Samambaia após chuva forte em Campinas

Pelo menos 18 famílias ficaram desabrigados após a chuva que atingiu a cidade na sexta-feira (26), segundo a...

Covid-19: família de idoso registra boletim de ocorrência após falha durante vacinação em Vinhedo

Moradora relatou que enfermeira inseriu seringa vazia no braço do homem. Profissional de saúde foi ouvida na delegacia...

Campinas estuda acordo emergencial a 2 meses para fim de contrato do transporte público

Prefeitura avalia melhor formato para prestação do serviço após 29 de abril. Após ficar suspensa, nova licitação teve...

Covid-19: 91% dos brasileiros acreditam na eficácia das vacinas

Um estudo realizado pelo Instituto Locomotiva em parceria com a empresa de programa de fidelização Dotz aponta que 91% dos brasileiros acreditam que as...
- Advertisement -