segunda-feira, março 8, 2021

Coletânea do TG relembra histórias de admiradoras da natureza que contribuem para a conservação


No “Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência” ressaltamos a importância da ciência cidadã. No Dia Internacional das Mulheres e das Meninas na Ciência relembre histórias de ciência cidadã
Débora Lacerda/Arquivo Pessoal
Ciência: conhecimento atento e aprofundado de algo. Corpo de conhecimentos sistematizados adquiridos via observação, identificação, pesquisa e explicação de determinadas categorias de fenômenos e fatos, e formulados metódica e racionalmente.
Fazer ciência demanda atenção, interesse e dedicação. Em tempos de pandemia, muito se fala sobre o papel essencial de cientistas e pesquisadores nas descobertas sobre saúde, tecnologia e natureza.
Mulheres na ciência: conheça projetos desenvolvidos por elas em prol da conservação
No entanto, o processo também acontece antes mesmo de chegar ao ambiente acadêmico: observadores e admiradores de natureza contribuem com informações valiosas levantadas durante práticas como fotografia de espécies, trilhas nas matas ou mesmo um olhar atento para o jardim de casa.
Observadora registra evolução do filhote de carcará que nasceu há pouco mais de um mês
Mariana Carvalho/Arquivo Pessoal
É o caso de Mariana Carvalho, que mora na capital do Maranhão e registrou por sete meses o ciclo reprodutivo dos carcarás. Foram dias intensos de monitoramento, desde o momento em que o casal de rapinantes iniciou a construção do ninho na varanda do apartamento até a postura do ovo, o desenvolvimento do pequeno carcará e o voo da jovem ave de rapina.
Relembre outros capítulos dessa história
Como tudo começou
A vida dedicada à construção do ninho
Preparando o ninho para a chegada do filhote
Fêmea bota o primeiro e único ovo
Filhote de carcará nasce
Desenvolvimento do filhote
Quem também recorreu aos registros diários para gerar conteúdo sobre uma espécie de ave foi a observadora Débora Lacerda, que gravou o comportamento de tucanos-de-bico-preto no ninho por mais de seis meses. “Foram várias experiências encantadoras e recheadas de surpresas. Fiquei muito emocionada quando vi um filhotinho pela primeira vez. Ele observava tudo quietinho, esperando os pais que traziam pequenas sementes vermelhas para alimentá-lo”, lembra.
Observadora de aves monitora ninho de tucanos desde meados de agosto do ano passado
Conhecer para conservar
A artista plástica Camila Hein se inspirou na máxima ‘conhecer para conservar’ para elaborar o projeto “Guia Estético de Insetos e Plantas da Mata Atlântica”. Com o objetivo de diminuir a distância entre as pessoas e os insetos, ela apostou na união de fotografia e arte para encantar o público. “A necessidade de partilhar um universo tão interessante e desconhecido, assim como a compreensão de que devemos viver de forma harmônica com todos os seres, foram os fatores que me incentivaram”.
Diferente dos tradicionais guias de identificação de espécies, o guia estético ensina através da arte
Pequeno Guia Estético de Insetos e Plantas da Mata Atlântica
O tom artístico também esteve nas estratégias de Ana Luiza Catalano, mestranda e doutoranda em bioacústica, que dedicou tempo a um curso online de bordado e eternizou na costura o amor pelas aves brasileiras. Já no ramo das ilustrações, quem levantou a bandeira da divulgação científica e conservação da fauna foi a carioca Cecília Saro: a designer de estampas participou de uma campanha junto com outros artistas para arrecadar dinheiro por meio da arte e ajudar diretamente voluntários que atuavam na linha de frente no combate ao fogo no Pantanal.
Para a designer de estampas, retratar a natureza é uma forma de contribuir com a conscientização ambiental e também valorizar as origens do nosso planeta, o mundo natural.
Cecília Saro com uma das ilustrações impressas
Arquivo Pessoal

Ultimas Notícias

Campinas e Valinhos registram carreatas pedindo volta às aulas presenciais na fase vermelha

Apesar de liberadas pelo governo estadual, atividades presenciais em escolas públicas e particulares...

Covid-19: Regional de Campinas atinge maior média móvel de novas internações em 7 meses

Dados da Fundação Seade mostram que índice registrado neste domingo (7) é 39,4% maior que o aferido 14...

Coletivo de Hortolândia apresenta festival online de música; veja programação

Apresentações serão realizadas nos dias 7, 14 e 21 de março. Público pode acompanhar a transmissão gratuitamente pelo...

Polícia pede prisão temporária de suspeito de matar companheira a facadas em Águas de Lindóia

Diego Paiva, de 23 anos, foi ouvido e liberado no sábado; SSP informa que autoridade policial aguarda decisão...

O ranking das vacinas mais usadas no mundo

Pouco mais de um ano após o início da pandemia de coronavírus, 261 vacinas contra a Covid-19 estão em desenvolvimento. Destas, 79 estão na...
- Advertisement -