segunda-feira, abril 12, 2021

Com UTIs Covid 100% ocupadas, Vinhedo não tem planos para abrir hospital de campanha


Lotação máxima foi predominante desde início do ano, informou prefeitura. Administração cobra mais leitos regionais junto ao Estado. Área interna da Santa Casa de Vinhedo
Reprodução EPTV
Vinhedo (SP) está com 100% de ocupação dos leitos de UTI Covid-19 nesta sexta-feira (26), realidade que ocorre desde o início deste ano, segundo a prefeitura. Apenas em dois dias de fevereiro e em seis dias de janeiro, a ocupação ficou abaixo da lotação máxima na Santa Casa.
A administração municipal informou que não tem planos para abrir um hospital de campanha, pois considera que o município dispõe de leitos e estrutura que podem ser adaptados para o atendimento emergencial de pacientes com necessidade de terapia intensiva. Afirmou, ainda, que não descarta a possibilidade, caso seja necessário.
Vinhedo tem oito leitos isolados para pacientes de UTI com Covid-19 e 29 respiradores, alguns deles móveis. A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e o Pronto Atendimento (PA) Capela contam, ao todo, com três leitos com respirador para estabilização de pacientes com coronavírus.
A UTI geral conta com 35 leitos de enfermaria na Santa Casa, 7 deles ocupados, resultando em 94,44% da capacidade de atendimento. Há ainda cinco leitos no centro cirúrgico do hospital que podem ser usados em situação de emergência.
Pedido por mais leitos
Junto com outras cidades da Região Metropolitana de Campinas, o município enviou um documento ao governo estadual solicitando a ampliação dos leitos de UTI nos hospitais da região.
No auge da pandemia em 2020, o Estado tinha 93 leitos de UTI na região, e atualmente dispõe de 30 vagas de terapia intensiva no Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp, um terço da estrutura anterior.
Até esta quinta-feira (25), a cidade confirmou 4.207 casos e 65 óbitos causados pela Covid-19 desde o início da pandemia. A Secretaria de Saúde apela aos moradores para evitar aglomerações e seguir as medidas de segurança de combate ao vírus.
Falta de doses e adiamento das aulas
Por conta do cenário crítico, Vinhedo adiou a volta às aulas presenciais na rede municipal de ensino, previstas inicialmente para a próxima segunda-feira, 1º de março. A previsão é de que o retorno aconteça no dia 5 de abril. A Festa da Uva, evento tradicional da cidade, também foi cancelada pelo segundo ano consecutivo.
Segundo números do Estado, o município já aplicou 3.420 doses da vacina contra a Covid-19. Porém, Valinhos e Vinhedo, ambas com ocupação máxima nos leitos de UTI, suspenderam a segunda aplicação da CoronaVac por conta da falta de doses.
VÍDEOS: Tudo sobre Campinas e região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

Ciclista fica ferido após ser atingido por moto e arremessado em Campinas

Acidente aconteceu na tarde deste domingo (11), na Avenida John Boyd Dunlop. Homem...

Indaiatuba abre inscrições para apresentações culturais virtuais; artistas receberão R$ 750

Interessados precisam ter 18 anos ou mais e apresentar comprovante de endereço fixo na cidade. Materiais selecionados serão...

PATs da região de Campinas ofertam 324 vagas de emprego nesta segunda-feira; veja cargos

Relação inclui postos para diversos níveis de escolaridade e oportunidades exclusivas para PCDs. Em virtude da pandemia, unidades...

Moto fica partida após condutor atingir traseira de carro na Bandeirantes, em Campinas

Acidente foi na noite de sábado (10), em pista norte. Motociclista teve lesões graves, diz polícia. Moto partiu...

Covid-19: ação em Campinas lacra bar com 60 clientes e coberto por lona para 'disfarçar' abertura

Ação conjunta da Guarda e PM no Jardim São Domingos ocorreu na noite de sábado (10), segundo prefeitura....
- Advertisement -