terça-feira, abril 13, 2021

Com UTIs Covid cheias, Indaiatuba admite dificuldade para abrir novos leitos e tem espera por vaga


Secretária de Saúde afirma que município não consegue montar novas equipes de profissionais para atuar em estruturas adicionais e que busca, há três semanas, comprar leitos em outras cidades. Indaiatuba fica sem vaga em leitos de UTI para tratamento de Covid-19 nesta sexta-feira
Sem nenhuma vaga disponível em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com Covid-19 nesta sexta-feira (5), a Prefeitura de Indaiatuba (SP) admite a dificuldade de abrir mais leitos para internar pacientes. Além da falta de profissionais, a Secretaria de Saúde afirma que não encontra hospitais particulares com estruturas vagas na região de Campinas, o que aprofunda a gravidade da situação na rede de saúde.
“A prefeitura tem uma dificuldade com a equipe médica, então [com] a composição de mais leitos, visto que o município já aumentou 30 leitos de UTI neste período. Então a gente tem dificuldade de montar novas equipes para ampliar esse número de leitos. E a questão também do abastecimento de medicamentos. Existe todo um contexto para se montar mais leitos de UTI, o que neste momento de alta demanda, o município não tem condição de fazer”, admite a secretária de Saúde, Graziela Garcia.
Os dois hospitais da cidade estão com 100% dos leitos de UTI para Covid-19 ocupados, o que significa 83 pessoas estão internadas em UTIs e enfermarias, sendo 64 pacientes com Covid-19. Com isso, dois moradores com indicação para transferência para terapia intensiva aguardam vagas.
“Neste momento o município tem um paciente na sala de emergência do Hospital Augusto de Oliveira Camargo, que é publico, aguardando vaga de UTI. Ele está em cuidados intensivos aguardando leito. E um paciente na unidade de Pronto Atendimento do Município, a UPA, também aguardando leito de UTI”.
“Mas os dois pacientes estão recebendo assistência e inseridos na Cross, que é o sistema de vagas do estado”, diz a secretária.
Do total de pessoas hospitalizadas, 38 estão em leitos de terapia intensiva e 45, em vagas clínicas. Os leitos externos, contratados pelo município na rede particular de Campinas para atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS), também estão com lotação máxima.
Além do Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc), o município possui o Hospital Santa Ignês, que é particular e só atende convênios médicos.
Uma tentativa da prefeitura foi buscar a compra de leitos em outras unidades privadas da região, mas há três semanas não consegue encontrar vagas.
Hospital Haoc em Indaiatuba
Reprodução/EPTV
Ocupação em leitos clínicos Covid
Haoc: 67%
Santa Ignês: 93%
Situação dos leitos de UTI Covid
Haoc: 100% (24 leitos)
Santa Ignês: 100% (10 leitos)
Leitos contratados: 100% (4 leitos)
Até esta quinta-feira (4), 15.242 pessoas foram infectadas pelo coronavírus em Indaiatuba, sendo que 361 morreram por causa de complicações da doença.
PLAYLIST: veja mais assuntos de destaque na região de Campinas
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

Avião da Azul faz pouso de emergência no Galeão após piloto relatar fumaça a bordo

Dois passageiros que se sentiram mal durante a situação precisaram ser atendidos pelo...

DIG prende suspeito e apreende fios roubados que seriam trocados por drogas em Indaiatuba

Policiais civis também localizaram porções de entorpecentes, simulacro de revólver, faca e cerca de R$ 2,5 mil em...

Em 100 dias, rede municipal atende o equivalente a 11% da população de Campinas com suspeita de Covid-19

Percentual representa cerca de 133 mil pessoas que procuraram consulta médica em UBSs, UPAs ou nos hospitais mantidos...

Campinas abre agendamento da vacinação contra Covid-19 para maiores de 67 anos

Cadastro deve ser feito no site, onde será informado horário e local de aplicação. Cidade conta com cinco...

Banco de leite da Maternidade em Campinas atinge nível mais crítico da pandemia; veja como doar

Hospital tem estoque de 139 litros, volume 30,5% inferior aos 200 indicados como mínimo ideal, e reivindica doações....
- Advertisement -