segunda-feira, março 1, 2021

Covid: mais 17 cidades da região de Campinas definem datas para 2ª dose da vacina; veja cronograma


Os contemplados são os primeiros profissionais imunizados que atuam na linha de frente da pandemia do novo coronavírus. Profissionais de saúde começam a tomar segunda dose da vacina contra a Covid-19
Divulgação
Após o início da aplicação da 2ª dose da vacina contra Covid-19 em algumas cidades da região de Campinas (SP) nesta quarta-feira (10), outros XX municípios divulgaram datas para a continuação da imunização com a dose complementar. Hortolândia, Paulínia, Mogi Guaçu, Vinhedo, Louveira, Pinhalzinho e Monte Mor, por exemplo, começam a aplicar a 2ª dose nesta quinta-feira (11).
As demais cidades com cronograma definido, por ordem de datas, são: Morungaba, Itapira, Espírito Santo do Pinhal, Serra Negra, Santo Antônio de Posse, Indaiatuba, Amparo, Americana, Pedreira e Artur Nogueira. Campinas, Tuiuti e Holambra iniciaram a dose complementar nesta quarta (10). As demais 11 cidades da região não responderam ao levantamento feito pelo G1.
Os contemplados são os primeiros profissionais imunizados em janeiro, que atuam na linha de frente da pandemia. Veja os detalhes dos cronogramas abaixo.
A aplicação da segunda dose da vacina deve obedecer ao prazo estipulado no Plano Nacional de Imunização (PNI) de acordo com o definido pelas fabricantes das vacinas que foram disponibilizadas no Brasil até o momento, a CoronaVac e a AstraZeneca.
Amparada nos testes, a bula da CoronaVac indica um intervalo de 2 a 4 semanas entre as doses. A data exata fica a cargo das prefeituras, desde que dentro do período indicado. A Saúde de SP ressaltou que estudos revelaram maior eficácia da vacina quando a 2ª dose é aplicada com 28 dias de intervalo, chegando a alcançar 70%.
No caso da Oxford/AstraZeneca, a maior eficácia é em um intervalo de três meses, de acordo com um estudo preliminar. A eficácia de 76% três semanas depois da primeira dose é mantida até 90 dias após a aplicação.
Coronavírus: quanto tempo a proteção da vacina vai durar?
2ª dose a partir de 11 de fevereiro
Hortolândia
Profissionais de saúde começaram a receber a dose complementar nesta quinta-feira, para os casos de quem foi imunizado pela CoronaVac.
A prefeitura ressaltou que o intervalo a ser seguido entre as doses respeita a orientação do fabricante e que cada profissional receberá um aviso individualmente.
A imunização em Hortolândia começou em 21 de janeiro para quem trabalha na linha de frente nos hospitais e unidades respiratórias.
Mogi Guaçu
Cidade recebeu 400 doses do Estado para aplicar a dose complementar neste primeiro momento.
Intervalo entre as doses: 21 dias.
Vinhedo
A partir desta quinta, profissionais de saúde envolvidos diretamente no combate ao coronavírus, na campanha de vacinação e em instituições de longa permanência de idosos recebem a segunda dose da CoronaVac.
Foram recebidas 1.080 doses para a segunda aplicação.
Os profissionais serão vacinados nos hospitais e instituições em que trabalham.
Intervalo: 21 dias.
Monte Mor
Ao todo, 400 doses foram recebidas para início da dose complementar.
Intervalo entre as doses: 21 dias.
Paulínia
Primeiro dia da aplicação da dose complementar abrange 77 pessoas do Hospital Municipal de Paulínia.
A primeira dose nos profissionais da linha de frente foi em 21 de janeiro.
Louveira
Aplicação para profissionais de saúde que tomaram a vacina primeiro.
Prefeitura adotou intervalo de 21 dias entre as doses da CoronaVac.
Pinhalzinho
Segunda dose para 100 profissionais de saúde a partir desta quinta.
Eles foram os primeiros vacinados, entre os dias 21, 22, 25 e 26 de janeiro.
2ª dose a partir de 12 de fevereiro
Morungaba
Começa a dose complementar nesta sexta-feira (12).
Cidade recebeu 205 doses para serem aplicadas nos profissionais de saúde que receberão o complemento e também na terceira etapa da imunização municipal.
Itapira
Itapira (SP) recebeu 1.160 doses do imunizante nesta quarta-feira (10) e começa a vacinação nesta sábado (13).
Apenas os profissionais de saúde imunizados há 21 dias devem tomar a segunda dose.
Espírito Santo do Pinhal
Cidade recebeu 640 doses para o complemento dos primeiros profissionais de saúde vacinados em janeiro.
Intervalo entre as doses: 21 dias
Serra Negra
Previsão da prefeitura é começar a aplicar a segunda dose até esta sexta-feira.
A cidade recebeu 565 doses nesta quarta (10), sendo que 250 serão para a dose complementar nos primeiros vacinados.
Intervalo: 21 dias.
Santo Antônio de Posse
Ao todo, 446 profissionais de saúde recebem a segunda dose da vacina CoronaVac no primeiro dia do complemento do imunizante.
Intervalo de 21 dias.
2ª dose a partir de 13 de fevereiro
Indaiatuba
A aplicação da segunda dose acontece no Centro Esportivo do Trabalhador (CET), das 9h às 16h, a partir do sábado (13).
A vacinação será em esquema de drive-thru e também para quem estiver a pé.
A prefeitura está enviando o comunicado para receber a segunda dose de acordo com a data da primeira aplicação.
O profissional de saúde deve ficar atento ao e-mail e conferir a data dentro do sistema Minha Vacina.
Só serão vacinados com a segunda dose as pessoas que foram chamadas via cadastro.
Amparo
A prefeitura programou para o fim de semana, sábado (13) e domingo (14), o início da aplicação da segunda dose da vacina.
Chegaram 880 doses para este momento.
Intervalo entre as doses é de 21 dias.
2ª dose a partir de 15 de fevereiro
Americana
Na próxima segunda-feira (15) começam as aplicações da dose complementar da vacina, de acordo com a data de aplicação da 1ª dose.
Prefeitura planeja usar o intervalo de 21 a 28 dias entre as doses.
Pedreira
Ao todo, 961 doses foram recebidas e se dividem entre idosos e a 2ª dose.
A aplicação da segunda dose é voltada aos profissionais da saúde.
Intervalo de até 28 dias.
Artur Nogueira
Município recebeu 671 doses que serão usadas para o complemento e também no início da imunização de idosos entre 85 e 89 anos.
Intervalo adotado foi de 21 dias entre as doses.
Vídeos: Tire dúvidas sobre a vacinação
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

Covid: Amazonas e Mato Grosso do Sul lideram aplicações de vacina no país

Os estados do Amazonas e do Mato Grosso do Sul são os que mais vacinaram contra Covid-19 no Brasil,...

Cidades da região de Campinas iniciam semana com 531 vagas de emprego abertas; veja lista

Interessados podem se candidatar a partir desta segunda-feira (1°). Em virtude da pandemia, a recomendação é para que...

Colisão entre carros deixa um ferido em Campinas

Acidente neste domingo (28) foi no cruzamento entre vias John Boyd Dunlop e Silvio Bacheti. Batida entre carros...

Discussão sobre instalação de lixeira termina com duas mortes e feridos em Artur Nogueira

Crime ocorreu na manhã deste domingo (28), em área rural da cidade. Confusão ocorreu após discussão sobre local...

‘Discurso negacionista é desserviço para saúde pública’, diz Rosa Weber

Na decisão que deu neste sábado determinando que o Ministério da Saúde volte a custear leitos de UTI para pacientes com covid-19 nos estados...
- Advertisement -