sábado, fevereiro 27, 2021

Em meio à pandemia, dois em cada dez salões de beleza fecham as portas na região de Campinas


Dificuldade está diretamente relacionada ao aumento do preço dos insumos e à redução da capacidade de atendimento, diz associação. 20% dos salões de beleza fecharam desde o começo da quarentena na região de Campinas
Impactados pela pandemia do novo coronavírus, dois em cada dez salões de beleza da região de Campinas (SP) fecharam as portas desde o início da quarentena, conforme estimativa da Associação Brasileira de Salões de Beleza (ABSB). A tendência, segundo a ABSB, é que mais estabelecimentos encerrem as atividades caso a situação econômica não melhore nos próximos meses.
“Esse número de salões fechados com certeza e infelizmente pode aumentar devido ao que está acontecendo no cenário brasileiro: a demora da entrada da vacina, o receio do consumidor de entrar em alguns estabelecimentos comerciais”, explica o presidente da associação, José Augusto Santos.
Queda no faturamento
O levantamento realizado pela ABSB estima que dos 10 mil estabelecimentos da região, dois mil fecharam as portas no período, o que representa cerca de 20%. Para Santos, a dificuldade dos salões está diretamente relacionada ao aumento dos preços dos insumos e à redução da capacidade de atendimento.
“Uma caixa de luva com 50 pares, um insumo bastante importante hoje nos salões de beleza, antes custava R$ 19, hoje está mais de R$ 100. O custo de aluguel foi reajustado pelo IGP-M, então a gente tem uma conta muito alta na questão de aumento dos custos fixos, e por outro lado nós temos uma queda de faturamento de 50%”, afirma.
A queda no faturamento e os demais reflexos da pandemia fizeram com que a cabeleireira Tereza Bueno da Cunha fechasse o próprio salão apenas quatro meses após a inauguração. Apesar da tristeza, a cabeleireira alugou um espaço menor na loja de uma amiga e não desistiu.
“Foi naquele momento uma sensação de derrota, de tristeza. Mesmo sabendo que era por questões de saúde, que a gente deveria se cuidar, enfim. Mas foi bem frustrante […] A gente nunca pode perder a fé, então nós estamos com esperança. Apesar de saber que é difícil recomeçar, mas estamos com esperança que melhore”, diz.
Dos 10 mil estabelecimentos da região, dois mil fecharam as portas no período, diz ABSB
Reprodução/EPTV
Planejamento
Diante das dificuldades, Juliana Vieira Romualdo, proprietária de um salão de beleza em Campinas, realizou um planejamento nos períodos em que o estabelecimento ficou fechado. A iniciativa teve sucesso e proporcionou um aumento no número de atendimentos após a reabertura.
“Nós vendemos serviços, vouchers, de forma antecipada para as clientes. A gente se aproximou muito das clientes nesse momento. A gente não podia também deixar a cliente esquecida. Essas vendas nos ajudaram a manter a equipe, os profissionais”, lembra.
Juliana relata que os momentos de instabilidade fizeram com que ela se reestruturasse emocionalmente para seguir com o planejamento, mantendo o foco e a maturidade. Para o futuro, a esperança é de que a vacina traga recuperação.
“Que a gente tenha pelo menos o direito de ter a vacina – se vai ser vacinado ou não, é outra questão -, mas que as pessoas tenham esse direito rápido e que a vida volte ao normal dentro do ‘novo normal’, que as pessoas possam ir e vir sem medo”, afirma Juliana, esperançosa.
Juliana Vieira Romualdo espera que vacina traga recuperação: ‘que as pessoas possam ir e vir sem medo’
Reprodução/EPTV
VÍDEOS: EPTV 1 Campinas deste sábado, 16 de janeiro
:
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.

Ultimas Notícias

Estiva Gerbi determina fechamento de serviços não essenciais neste fim de semana

Decreto foi publicado no Semanário Oficial desta sexta-feira (29). Estabelecimentos que descumprirem a...

Temporal alaga vias, inunda imóveis e derruba árvores em Campinas

Maior índice de chuvas foi registrado na Avenida Orosimbo Maia, com 46 milímetros até as 18h30, segundo a...

Vinhedo abre processo seletivo para 12 vagas temporárias para médicos; veja áreas de atuação

Oportunidades são para profissionais das áreas de clínico geral, pediatria e medicina de família. Vinhedo abriu processo seletivo...

'Se tiver vacina para comprar, vamos comprar', diz Dário ao sinalizar Campinas em consórcio

Prefeito diz que aquisição pode ser feita com repasses de ministério ou remanejamento interno. Metrópole inicia na segunda-feira...

Mogi Guaçu restringe circulação e fecha farmácias e mercados; cidade é 1ª da região a adotar medidas mais restritivas

Regras passam a valer na madrugada de terça-feira (2) e foram adotadas após aumento em casos, mortes e...
- Advertisement -