segunda-feira, abril 12, 2021

Em reunião com governo de SP, prefeitos pedem mais vacinas e leitos de UTI, além de novas restrições, como 'lockdown'


Pedidos foram feitos em reunião virtual com o secretário estadual de Desenvolvimento Regional. Cerca de 440 representantes de municípios e do estado participaram do encontro. Mulher usando máscara de proteção facial passa diante de um cartaz com alerta sobre o coronavírus na região central de São Paulo, na manhã desta segunda-feira, 15
NELSON ANTOINE/ESTADÃO CONTEÚDO
Prefeitos de cidades do estado de São Paulo pediram à gestão de João Doria (PSDB) o envio de mais vacinas contra a Covid-19, a criação de novos leitos de UTI e a adoção de mais restrições de circulação, pleiteando inclusive a decretação de um lockdown em todo o estado.
Os pedidos foram feitos em reunião virtual com o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, neste domingo (21). Cerca de 440 representantes de municípios e do estado participaram da reunião.
Na troca de mensagens e também em suas falas, os prefeitos participantes fizeram diversas demandas ao governo estadual. O prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiuchi (PL), pediu a adoção de várias ações, entre elas a restrição do transporte público, como Metrô e CPTM. A cidade tem uma estação da Linha-11 Coral da CPTM que a conecta à capital.
Já o prefeito de Osasco, Rogério Lins (PODE), destacou que as medidas devem ser tomadas, “se for preciso, antes do dia 30 [de março].”
Representante de Diadema, também na Grande São Paulo, o prefeito José de Filippi Jr. (PT) disse que “o estado está em guerra” e pediu que o governo “feche o estado inteiro já”.
Prefeitos de cidades como Igarapava e Votuporanga, no interior do estado, pediram ao secretário estadual a criação de novos leitos de UTI e descreveram um cenário de esgotamento de vagas em suas regiões. O envio de novos lotes de vacinas contra Covid-19 também foi uma demanda apresentada por diversos prefeitos.
Da região de Campinas, o prefeito de Bragança Paulista criticou a decisão do prefeito da capital, Bruno Covas (PSDB), de antecipar os feriados na cidade. “Está tirando de São Paulo para fazer morrer no interior”, disse Jesus Chedid (DEM).
A Prefeitura de São Paulo anunciou nesta quinta (18) a antecipação de cinco feriados municipais e uma mudança no horário do rodízio para tentar aumentar o isolamento social e conter o avanço da Covid-19 na cidade.
Governo de SP envia mensagens de SMS para celulares da população do estado para conscientização sobre isolamento social
DANIEL CYMBALISTA/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO
ABC e Alto Tietê pedem lockdown
Prefeitos de 19 cidades enviaram na quinta-feira ofícios ao governador pedindo que seja decretado lockdown, com o fechamento de todo o comércio na região metropolitana, por sete dias.
A informação foi divulgada pelo prefeito de Santo André, Paulinho Serra (PSDB), presidente do consórcio de sete municípios que integram o ABC paulista. Segundo ele, a decisão incluiu ainda outras 12 cidades do consórcio do Alto Tietê.
Em nota, o consórcio do ABC afirma que a proposta é de “bloqueio total em todos os 39 municípios da Grande São Paulo, inclusive com a interrupção total do serviço de transporte público estadual”.
Miguel Nicolelis sobre necessidade de lockdown: ‘Não tem como não parar o Brasil’
Pelo pedido dos 19 prefeitos, até supermercados ficariam fechados, com vendas apenas por delivery ou drive-thru. Seria permitido o atendimento pessoal somente em farmácias, estabelecimentos de saúde e de segurança pública.
Em nota, o Palácio dos Bandeirantes informou que o “Governo de SP reafirma a disponibilidade para o diálogo permanente e apoio aos prefeitos dos 645 municípios” e que dá “integral autonomia para que prefeitos adotem medidas mais restritivas do que as normas estabelecidas pelo Estado”.
“Dessa forma, as administrações municipais podem, a qualquer tempo, ampliar restrições de circulação e demais medidas da quarentena, sem depender de norma editada pelo Estado, de acordo com o cenário local de evolução da pandemia. A medida já foi adotada por municípios como Araraquara, Ribeirão Preto e São José do Rio Preto, com apoio do Governo de SP”, respondeu o governo de SP.
VÍDEOS: Tudo sobre São Paulo e região metropolitana

Ultimas Notícias

Ciclista fica ferido após ser atingido por moto e arremessado em Campinas

Acidente aconteceu na tarde deste domingo (11), na Avenida John Boyd Dunlop. Homem...

Indaiatuba abre inscrições para apresentações culturais virtuais; artistas receberão R$ 750

Interessados precisam ter 18 anos ou mais e apresentar comprovante de endereço fixo na cidade. Materiais selecionados serão...

PATs da região de Campinas ofertam 324 vagas de emprego nesta segunda-feira; veja cargos

Relação inclui postos para diversos níveis de escolaridade e oportunidades exclusivas para PCDs. Em virtude da pandemia, unidades...

Moto fica partida após condutor atingir traseira de carro na Bandeirantes, em Campinas

Acidente foi na noite de sábado (10), em pista norte. Motociclista teve lesões graves, diz polícia. Moto partiu...

Covid-19: ação em Campinas lacra bar com 60 clientes e coberto por lona para 'disfarçar' abertura

Ação conjunta da Guarda e PM no Jardim São Domingos ocorreu na noite de sábado (10), segundo prefeitura....
- Advertisement -