segunda-feira, abril 12, 2021

Em reunião sobre crise hospitalar, HC da Unicamp afirma estar sem remédio utilizado para reverter anestesia geral


Medicamento é aplicado após cirurgias com sedação profunda e durante extubação, segundo anestesiologista. Desabastecimento fez com que unidade emprestasse doses do Mário Gatti. Unidade precisou emprestar doses do Hospital Municipal Doutor Mário Gatti nesta segunda-feira, diz superintendente
Reprodução/EPTV
O Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp, em Campinas (SP), informou que enfrenta desabastecimento do medicamento atropina, utilizado para reverter o efeito de anestesia geral em casos de extubação ou de sedação profunda nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Com a falta do remédio, a unidade precisou emprestar doses do Hospital Municipal Doutor Mário Gatti nesta segunda-feira (29).
“Nós estamos com um estoque perigosamente crítico. Até hoje o [Hospital] Mário Gatti nos socorreu, emprestando um pouco [do medicamento], não lembro quantas ampolas”, disse Antônio Gonçalves de Oliveira Filho, superintendente do HC.
Campinas atende 884 pacientes com sintomas de Covid-19 no plantão exclusivo dos Centros de Saúde
A informação foi revelada pelo superintendente durante o fórum virtual da Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas (SMCC), na noite desta segunda. Segundo ele, o desabastecimento fez com que a administração da unidade cogitasse suspender todos os procedimentos eletivos.
“Nós estávamos hoje decidindo no gabinete se nós íamos suspender todas as cirurgias eletivas para preservar a assistência aos pacientes críticos, às urgências, porque sem atropina não dá para fazer anestesia geral”, explicou Antônio.
O superintendente destacou ainda que, no caso do relaxante muscular Rocurônio, utilizado para intubação, há estoque para três dias. “Nós temos Propofol para 17 dias, Fentanil para 23. O Midazolam [usado para sedação] estava melhor um pouco, acho que é para 40 dias”, afirmou.
Para que serve o medicamento?
Segundo Adilson Roberto Cardoso, professor do departamento de Anestesiologia da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, a atropina é um medicamento obrigatoriamente utilizado para reverter o relaxamento muscular após anestesias gerais, pois impede uma queda nos batimentos cardíacos e diminui a quantidade de secreção oral e brônquica.
Azul inicia transporte de 3 toneladas de ‘kit intubação’ de Campinas para 19 estados e DF
Além de afetar o atendimento de pacientes com Covid-19, a falta do medicamento prejudica, principalmente, os pacientes que necessitam de anestesia geral, já que a atropina não pode ser substituída.
“É uma droga muito antiga, mas que é usada numa quantidade bastante grande. Tem algumas opções, mas não vale a pena nem entrar nelas porque são secundárias”, explica Cardoso.
06/04: Uma das entradas do Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp; movimentação bem baixa para garantir esquema de circulação preventivo por causa do coronavírus.
Reprodução/EPTV
Leitos pediátricos lotados
Durante a reunião, o diretor técnico do Hospital Mário Gatti, Carlos Arca, revelou que os leitos pediátricos de UTI e de enfermaria da unidade de saúde enfrentam um cenário de 100% de ocupação e que, inclusive, há crianças “represadas” no pronto-socorro infantil.
“Ou seja: coisas que nós não víamos no ano passado em relação à pediatria, estamos vendo este ano. São casos respiratórios, pouquíssimos confirmados como Covid, mas a maior parte com doenças respiratórias próprias da época do ano”, destacou.
A diretora do Departamento de Vigilância em Saúde de Campinas (Devisa), Andrea von Zuben, que também participava na reunião, explicou que o agravamento da situação neste ano em relação ao ano passado se deve, principalmente, por conta do cenário da pandemia.
“Ano passado não havia aula presencial. As pessoas se encontravam menos. A vacinação de gripe tinha sido adiantada. Essa situação foi diferente esse ano”, disse Andrea.
VÍDEO: autoridades e médicos comentam pior momento da pandemia
Profissionais de Saúde na linha de frente e autoridades avaliam pior momento da pandemia
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.

Ultimas Notícias

Ciclista fica ferido após ser atingido por moto e arremessado em Campinas

Acidente aconteceu na tarde deste domingo (11), na Avenida John Boyd Dunlop. Homem...

Indaiatuba abre inscrições para apresentações culturais virtuais; artistas receberão R$ 750

Interessados precisam ter 18 anos ou mais e apresentar comprovante de endereço fixo na cidade. Materiais selecionados serão...

PATs da região de Campinas ofertam 324 vagas de emprego nesta segunda-feira; veja cargos

Relação inclui postos para diversos níveis de escolaridade e oportunidades exclusivas para PCDs. Em virtude da pandemia, unidades...

Moto fica partida após condutor atingir traseira de carro na Bandeirantes, em Campinas

Acidente foi na noite de sábado (10), em pista norte. Motociclista teve lesões graves, diz polícia. Moto partiu...

Covid-19: ação em Campinas lacra bar com 60 clientes e coberto por lona para 'disfarçar' abertura

Ação conjunta da Guarda e PM no Jardim São Domingos ocorreu na noite de sábado (10), segundo prefeitura....
- Advertisement -