quarta-feira, maio 5, 2021

Em um ano de pandemia, 99 academias fecham na Região Metropolitana de Campinas


Impacto no setor destruiu sonhos e fez com que redes encerrassem unidades. Empresário tenta venda de rifas e conta com apoio dos próprios alunos para manter o negócio. Pandemia causa fechamento de 99 academias na Região Metropolitana de Campinas
Em um ano, a pandemia de Covid-19 causou o encerramento de 99 academias em toda a Região Metropolitana de Campinas (RMC), composta por 20 cidades. O dado, levantado na Junta Comercial do Estado (Jucesp), considera os fechamentos definitivos realizados de março de 2020 ao mesmo mês deste ano e ajuda a explicar o prejuízo do setor, um dos mais afetados pelo novo coronavírus.
Com dívidas acumuladas, o empresário de Campinas Carlos Costa contabiliza cerca de R$ 100 mil a pagar, sendo R$ 70 mil só de aluguel atrasado. Além disso, teve que demitir quatro funcionários da academia e, para pagar parte dos custos, começou a fazer rifas.
“Os alunos e amigos ajudaram a confeccionar camisetas para a gente vender. Vamos começar uma campanha da pizza e em um futuro próximo, quando o vírus estiver afetando menos com a vacina, a gente vai fazer bingo”, explica o empresário.
Região Metropolitana de Campinas perdeu 99 academias em um ano de pandemia, diz Jucesp
Reprodução/EPTV
“Eu tenho 28 anos de academia, e antes da pandemia a gente tinha um fluxo muito maior de alunos em um período integral, então a gente funcionou sempre das 6h até 22h e todas as modalidades com giro, fluxo bem grande de alunos”, lembra.
Por conta do risco de contaminação dentro das academias, o governo estadual determinou, em vários momentos da pandemia, a suspensão dos atendimentos nestes estabelecimentos, o que afetou até redes com mais de uma unidade na região.
Em Vinhedo, uma filial de uma academia de treino personalizado precisou ser fechada. A responsável, Vanessa Lima, teme que seja preciso fechar a outra unidade, que funciona em Campinas.
“Para gente realmente foi uma queda muito drástica nessa parte financeira, principalmente. Os alunos deixaram de procurar o atendimento e isso fez com que a gente tivesse que encerrar uma das unidades”, explicou.
“A gente fica com muito receio e muito aflita por uma situação que a gente não sabe quando vai acabar”.
Academias da região de Campinas perderam alunos e faturamento despencou durante pandemia
Reprodução/EPTV
Retomada presencial
Com a segunda etapa da fase de transição do Plano São Paulo, as academias puderam reabrir em 24 de abril, cumprindo regras sanitárias e com necessidade de agendamento.
Neste sábado (1°), o estado vai flexibilizar o horário de funcionamento da fase de transição, o que vai permitir, às academias, as atividades presenciais de 6h às 20h.
A RMC é composta por Americana, Artur Nogueira, Campinas, Cosmópolis, Engenheiro Coelho, Holambra, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Jaguariúna, Monte Mor, Morungaba, Nova Odessa, Paulínia, Pedreira, Santa Bárbara d’Oeste, Santo Antônio de Posse, Sumaré, Valinhos e Vinhedo.
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

Indaiatuba divulga calendário de maio para pagamento de auxílio municipal de R$ 130

Valor começa a ser pago no dia 12 e segue até 19 de...

Obras em viaduto alteram itinerário de duas linhas de ônibus em Campinas; veja mudanças

Alterações nas linhas 130 e 212, que atendem os terminais Vida Nova e Itajaí, respectivamente, começam na segunda-feira...

PM resgata criança e prende mãe suspeita de agressão e abandono em Campinas

Policiais militares receberam denúncia de maus-tratos; menina de 3 anos foi encaminhada ao PS São José e a...

Covid-19: Campinas abre agendamento da vacinação para maiores de 60 anos nesta quarta

Cadastro também estará disponível para trabalhadores de saúde a partir de 35 anos. Inscrição deve ser feita a...

Covid: Campinas anuncia fim da fila de pacientes à espera por leitos de UTI e enfermaria

Desde que dados foram divulgados pela primeira vez, cidade registrou fila por vagas por 47 dias seguidos. Taxa...
- Advertisement -