terça-feira, abril 13, 2021

Escola particular de Campinas que registrou surto de Covid confirma morte de professora


Educadora de 57 anos permaneceu 21 dias internada e veio a óbito nesta quarta (3); colégio teve ainda outros 39 professores e oito alunos que testaram positivo em fevereiro. Salas do Instituto Jaime Kratz, em Campinas, passaram por desinfecção
Reprodução/EPTV
Um colégio particular de Campinas (SP) que registrou surto de Covid-19 confirmou a morte de uma professora nesta quarta-feira (3). Em nota, o colégio Jaime Kratz informa que a educadora, de 57 anos, veio a óbito depois de 21 dias de internação. As aulas online foram suspensas por dois dias.
Segundo o Colégio Jaime Kratz, a professora que morreu em virtude da Covid-19 testou positivo no dia 5 de fevereiro, sendo internada no dia 10 do mesmo mês.
A escola havia confirmado, em 4 de fevereiro, que 39 professores e oito alunos testaram positivo para a doença e, segundo a unidade, todos passam bem. Na ocasião, o Jaime Kratz suspendeu as aulas presenciais.
Fase vermelha: veja restrições e o que pode funcionar em Campinas
À época da divulgação do surto na unidade, a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) de Campinas, Andrea Von Zuben, explicou que o caso envolvendo o colégio envolvia uma “quebra de barreira sanitária” e não teria relação com a volta às aulas presenciais na cidade.
“Antes de começarem as aulas, eles fizeram um dia de planejamento em um local fora da escola. Identificamos fotos de muitas pessoas aglomeradas, sem uso de máscara. Quando não houver distanciamento, não houver uso de máscara, vai acontecer mesmo”, disse, na ocasião.
Pátio da escola municipal Professora Odila Maia Rocha Brito, de Campinas
Arthur Menicucci/G1
Monitoramento de escolas
A Prefeitura de Campinas informou que monitora 58 escolas com casos confirmados ou suspeitos de novo coronavírus (Sars-CoV-2). Há a possibilidade de surto em 18 dessas escolas e, em outra, houve a confirmação. Em fevereiro, 30 unidades educacionais eram monitoradas.
De acordo com o Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa), os surtos ocorrem quando há dois ou mais casos confirmados na unidade.
Das 19 escolas com possibilidade ou confirmação de surto, 12 são públicas e sete são privadas. Nas demais 39, são 19 escolas públicas e 20 particulares.
Nesta quarta (3), a partir da adoção da fase vermelha, as aulas presenciais estão suspensas em Campinas, tanto nas escolas das redes pública e particular. A medida é mais restritiva que a determinada pelo estado, que permite o ensino presencial nessa etapa.
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

Após semanas lotados, hospitais privados de SP têm queda nas internações

A pandemia do coronavírus parece apresentar sinais de melhora no estado de São Paulo. Na sexta-feira, 9, o secretário...

Campinas registra déficit de 12 mil doses de vacina contra a Covid para profissionais da saúde

Secretaria de Saúde enviou ofício pedindo o envio de mais doses, além de destacar que possui capacidade para...

Caminhão perde freio e atinge postes e muro de casa em Campinas

De acordo com a Polícia Militar, ninguém ficou ferido durante a ocorrência na Vila Aeroporto. Caminhão perdeu o...

Lentidão na aplicação de doses lota posto de imunização contra Covid-19 em Campinas

Prefeitura afirma que sistema de agendamento apresentou instabilidades, o que gerou espera. Morador relata demora de até uma...

Campinas tem mais 46 mortes por Covid-19 e total vai a 2.701; casos aumentam para 85,9 mil

Balanço divulgado pela prefeitura na tarde desta terça-feira (13) mostra mais 566 moradores infectados. Vítimas são 31 homens...
- Advertisement -