sábado, junho 12, 2021

Estado mantém Campinas e região na fase de transição, mas recomenda restrições em cidades com ocupação de 90% das UTIs


Todo o estado permanece na mesma etapa do Plano São Paulo, que determina o funcionamento dos setores econômicos durante a pandemia de Covid-19. Governador João Doria (PSBD), durante entrevista coletiva desta quarta-feira (9) no Palácio dos Bandeirantes
Reprodução/Youtube
O Departamento Regional de Saúde 7 (DRS-7), com sede em Campinas (SP), permanece na fase de transição do Plano São Paulo até o fim de junho, segundo o governador João Doria (PSDB). O anúncio desta quarta-feira (9) foi acompanhado de uma recomendação para que as cidades com 90% de ocupação das UTIs Covid-19 adotem regras mais rígidas.
“Devido ao aumento dos números da pandemia, sobretudo em algumas áreas localizadas aqui no estado de São Paulo, o Centro de Contingência da Covid-19 recomendou prorrogar por mais duas semanas, de 14 até 30 de junho, a atual fase de transição”, disse Doria.
Na coletiva de imprensa, o governador também informou que a vacinação contra a Covid-19 será antecipada em 15 dias para todos os públicos.
SP antecipa para sexta a vacinação de profissionais da educação básica de 18 a 44 anos
Governo recomenda regras mais duras
Apesar de não alterar as regras para todo o estado, o governo estadual informou que vai recomendar aos municípios com mais de 90% de ocupação dos leitos de UTI Covid que adotem medidas mais rígidas.
“O Centro de Contingência sugeriu ao governo a redução de horário de funcionamento de determinados de setores econômicos, como comércio, em algumas regiões. O governo encaminhará aos municípios que estão com taxa de ocupação acima de 90% dos leitos de UTI para que os municípios avaliem a necessidade, a pertinência para tomar medidas mais restritivas do que aquelas do plano de contingência”, disse o diretor executivo do centro estadual, Paulo Gabbardo.
Em Campinas, a taxa de ocupação em unidades públicas municipais está em 98,2%, segundo os dados de terça-feira (8). Na rede particular, o percentual é de 93,5%. Veja os números completos aqui.
Gabbardo também afirmou que há preocupação com os números da pandemia neste momento.
“O Centro de Contingência vê com preocupação o momento que estamos vivendo da pandemia, com manutenção dos casos e uma elevação, ainda que numa velocidade pequena, no número de internações em leitos de UTI, e por isso recomentou a manutenção da fase de transição por mais duas semanas”, afirmou Gabbardo.
Regras da fase de transição
Atividades comerciais: atendimento presencial entre 6h e 21h
Atividades religiosas: atividades presenciais individuais e coletivas
Serviços gerais (restaurantes, cultura, salões de beleza, academias): Atendimento presencial entre 6h e 21h
Até 40% da capacidade de ocupação dos estabelecimentos
Toque de recolher de 21h às 5h
Evolução da fase de transição
A fase de transição do Plano São Paulo foi implantada no estado em 18 de abril. Desde então, foi flexibilizada em diversos momentos.
A meta do governo estadual era ampliar, já no primeiro dia de junho, o atendimento presencial para 6h e 22h, até 60% da capacidade de ocupação nos comércios e torque de recolher de 22h às 5h — o que não ocorrerá.
No entanto, em 26 de maio o governador recuou e decidiu manter todo o estado na fase de transição até o domingo (13). Na data, Doria afirmou que suspensão da flexibilização se devia aos números da pandemia, que já estavam em crescimento.
“Os indicadores da pandemia recomendam cautela neste momento, e é a cautela que estamos adotando”, disse, durante entrevista coletiva.
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

Base Estelar de Campinas faz convenção de ficção científica neste sábado

Grupo de fãs do gênero, em parceria com a prefeitura, transmite o evento...

Incêndio destrói parte de supermercado em Paulínia

Fogo começou em um galpão e se espalhou por toda a unidade da Rede Pague Menos. Ninguém ficou...

Campinas faz 3º Dia D de vacinação contra Covid-19 com previsão de imunizar 26,8 mil pessoas

Agendamento foi aberto na segunda-feira e não há mais vagas disponíveis. Aplicação das doses será feita nos Centros...

Amigos fazem poesias e ilustrações para homenagear as aves do Brasil

No Dia dos Namorados, uma história de declaração de amor à natureza. Confira a história do projeto de...

Queiroga diz que 160 milhões serão vacinados até dezembro no Brasil

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta sexta-feira, 11, em São Paulo, que 160 milhões de brasileiros serão vacinados contra a Covid-19 até...
- Advertisement -