terça-feira, abril 13, 2021

Há uma semana superlotado, HC da Unicamp estende restrições de atendimentos no pronto-socorro


Unidade funciona com 219% da capacidade e, com isso, encaminhamento de pacientes deve ser feito para outros hospitais. Cirurgias eletivas seguem suspensas pelo menos até 26 de março. Área do HC da Unicamp, em Campinas
Reprodução/EPTV
Superlotado há uma semana, o Hospital de Clínicas da Unicamp (HC), em Campinas (SP), estendeu nesta terça-feira (16) a restrição nos atendimentos do pronto-socorro (PS) em pelo menos 24 horas. A unidade aplicou a medida pela primeira vez no dia 9 de março e registra, nesta tarde, 92,5% de ocupação nos leitos de UTI Covid, e de 105,5% nos leitos de enfermaria para pacientes com a doença.
Desde então, a restrição tem sido prorrogada de forma sistemática pela unidade estadual referência para 86 municípios. A assessoria diz que houve apenas um dia com interrupção momentânea e as cirurgias eletivas (agendadas) seguem suspensas até dia 26, mas já há indicativos de ampliação.
Com a restrição no PS, os encaminhamentos de pacientes ao HC pela Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross), pelo Samu e demais serviços de resgate na região estão restritos por ao menos 24 horas. Com isso, outras unidades de saúde devem ser buscadas neste período.
De acordo com o hospital, o PS funcionava na segunda-feira (15) com 219% de ocupação, incluindo uso de duas salas de emergência destinadas à estabilização de pacientes graves que chegam na unidade. Por isso, diz a assessoria, a medida visa manter separação de atendimentos de pacientes diagnosticados com Covid-19 dos que precisam de auxílio médico por causa de outras doenças.
No dia 9, o HC operava com 350% da capacidade. “Essa medida do PS será por 24 horas e continua a ser avaliada diariamente para decidir a suspensão ou manutenção da restrição”, diz nota ao mencionar que a suspensão das cirurgias permite “dar vazão” aos pacientes do PS diante da alta na procura.
Ocupação de UTIs Covid
O HC registra nesta tarde ocupação de 37 dos 40 leitos de UTI Covid-19, o que representa uma ocupação de 92,50%. Além disso, tem taxa de ocupação em 105,5% para os 38 leitos de enfermaria.
Entre os 37 internados, 28 deles precisam de ventilação mecânica.
Acompanhe, dia a dia, a ocupação de leitos em Campinas
VÍDEOS: últimas notícias sobre a região de Campinas
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.

Ultimas Notícias

Com licitação travada, Campinas terá acordo emergencial no transporte por seis meses

Vinícius Riverete diz que processo está em elaboração e valor da tarifa será...

Avião da Azul faz pouso de emergência no Galeão após piloto relatar fumaça a bordo

Dois passageiros que se sentiram mal durante a situação precisaram ser atendidos pelo serviço de saúde do aeroporto....

DIG prende suspeito e apreende fios roubados que seriam trocados por drogas em Indaiatuba

Policiais civis também localizaram porções de entorpecentes, simulacro de revólver, faca e cerca de R$ 2,5 mil em...

Em 100 dias, rede municipal atende o equivalente a 11% da população de Campinas com suspeita de Covid-19

Percentual representa cerca de 133 mil pessoas que procuraram consulta médica em UBSs, UPAs ou nos hospitais mantidos...

Campinas abre agendamento da vacinação contra Covid-19 para maiores de 67 anos

Cadastro deve ser feito no site, onde será informado horário e local de aplicação. Cidade conta com cinco...
- Advertisement -