sexta-feira, abril 16, 2021

Homem de 59 anos com Covid-19 morre em UPA de Sumaré na fila por vaga em leito de UTI


Família chegou a obter na Justiça liminar para que governo estadual o transferisse, mas Reinaldo Azevedo dos Santos não resistiu. Paciente de 59 anos morre à espera de leito de UTI para Covid-19 em Sumaré
Internado com Covid-19 em Sumaré (SP), Reinaldo Azevedo dos Santos, de 59 anos, morreu nesta sexta-feira (12) à espera de transferência para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ele estava na UPA Macarenko e a família chegou a obter uma liminar para que fosse encaminhado a uma estrutura adequada, o que não ocorreu.
A morte ocorreu depois de uma longa batalha contra o novo coronavírus. A EPTV, afiliada da TV Globo, acompanhava a internação dele desde 4 de março.
A responsabilidade por encontrar leitos disponíveis no estado de São Paulo é da Central de Regulação de Ofertas e Serviços de Saúde (Cross), que afirmou que “tão logo” recebeu o pedido para realocação para UTI, iniciou a busca por vaga.
“Importante salientar que as transferências ocorrem desde que os pacientes tenham condições de transferência, como estabilidade clínica e ausência de infecções”, aponta o órgão estadual.
Segundo a Cross, todo pedido de transferência é priorizado de acordo com o grau de urgência e monitorado por profissionais, considerando locais com disponibilidade e capacidade para atender cada caso.
Reinaldo Azevedo Sousa morreu com Covid-19 na fila por vaga em UTI em Sumaré
Reprodução/EPTV
Outras famílias em luto
Irineu Alberto Follegatti, de 73 anos, estava internado com Covid-19 na UPA de Valinhos e aguardou vaga em UTI por dias até ser transferido para a Santa Casa. Apesar da realocação, ele não resistiu e morreu na quinta-feira.
Na quarta-feira (10), Cícero Rodrigues de Meneses, de 73 anos, também internado com a doença causada pelo novo coronavírus, não resistiu e faleceu. Ele estava na UPA Macarenko desde 6 de março e precisava ser transferido apara passar por hemodiálise, mas a remoção nunca ocorreu.
Antonio Carlos Colin, de 52 anos, também internado na UPA Macarenko, morreu no domingo (7) sem conseguir uma vaga em UTI, apesar da família ter buscado na Justiça a transferência.
Também no domingo, Faina Maria Vicente, de 60 anos, morreu após ser transferida na quinta-feira (4) do Hospital Municipal Mário Covas, de Hortolândia (SP), ao Hospital Emílio Ribas, na capital, para passar por hemodiálise. Ela estava com Covid-19.
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

Taxa de reprodução da Covid-19 volta a subir em Campinas, mas segue indicando regressão da pandemia

Metrópole atingiu índice de 0,9 e resultados menores que 1 sugerem que casos...

Emdec bloqueia dois trechos do Jardim Londres para obras da Sanasa neste fim de semana

Bloqueios ocorrem entre as ruas Ferdinando Panattoni e Oswaldo Oscar Barthelson e no cruzamento das vias Geraldo Nogueira...

Shoppings de Campinas reabrem a partir de domingo com horário e capacidade limitada

Estabelecimentos voltam a funcionar das 11h até às 19h, com 25% da capacidade de lotação, após prefeitura anunciar...

Maranhão cria rede de acolhimento a pessoas com sequelas da Covid-19

Pacientes com sequelas da Covid-19 vão contar com um sistema de atendimento na saúde estadual. O governador Flávio Dino anunciou, nesta sexta-feira, a implantação...

Campinas regulamenta permissão para guardas municipais usarem armas particulares em serviço

Portaria publicada nesta sexta-feira regulariza uso de equipamentos considerados 'armas curtas' além da que a corporação fornece aos...
- Advertisement -