terça-feira, abril 13, 2021

Hospital da Unicamp mantém suspensão no atendimento do PS até dia 15 de março


Mais 18 leitos são abertos nesta sexta-feira e outros 10, de UTI, estão programados para semana que vem. Unidade referência para atendimentos Covid-19 na região de Campinas sofre com a superlotação. Há um leito de UTI Covid vago no HC da Unicamp nesta quinta
Reprodução/EPTV
O Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp manterá a suspensão de atendimentos no Pronto-socorro (PS) até segunda-feira (15), quando vai haver uma nova avaliação da situação. A medida foi adotada desde terça-feira (9) após a superlotação de 350% no setor.
Até esta quinta-feira, a informação era de que a suspensão seria de 24 horas. Nesta sexta, em entrevista coletiva, a reitoria da universidade e o superintendente do hospital anunciaram a abertura de 18 leitos de enfermaria para pacientes com Covid-19.
Outros 36 também de enfermaria devem ser abertos nos próximos dias se o hospital conseguir contratar novos profissionais de saúde. A previsão é admissão de cerca de 40 enfermeiros e fisioterapeutas e mais quatro médicos.
Reitor da Unicamp, Marcelo Knobel, e superintendente do Hospital de Clínicas, Antonio Gonçalves de Oliveira Filho
Giuliano Tamura/EPTV
Outra medida anunciada foi a transformação de 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) gerais em exclusivos para Covid-19. O processo já está em andamento e será finalizado na semana que vem.
Acompanhe, dia a dia, a ocupação de leitos em Campinas
Atualmente, o HC conta com 30 leitos de terapia intensiva para tratamento exclusivo de pacientes com Covid. Na tarde desta sexta, a taxa de ocupação é de 96,67%, ou seja, há somente uma vaga disponível.
Já na enfermaria Covid, três dos 28 leitos existentes estavam livres. As 18 novas estruturas ainda não entraram no sistema de monitoramento da ocupação.
Segundo o HC, com a medida os encaminhamentos de pacientes pela Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross), pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e pelos demais serviços de resgate estão restritos.
Hospital de campanha
Na segunda (8), o governador João Doria (PSDB) anunciou a abertura de um novo hospital de campanha para tratamento de pacientes com coronavírus na cidade. A instalação ocorrerá no Ambulatório Médico de Especialidades (AME), que contará com 20 leitos de UTI e 10 leitos de enfermaria, no decorrer do mês.
No dia 3 de março, o governo havia prometido abertura de ao menos 14 leitos de UTI na cidade. Na ocasião, o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, afirmou ainda que outros 20 estão em estudo.
O AME Campinas já foi usado, por cinco meses em 2020, para atendimento exclusivo de pacientes com Covid-19, o que reforçou o número de leitos do estado na cidade. Em outubro, a unidade passou a realizar consultas de especialidades.
VÍDEOS: últimas notícias sobre a região de Campinas
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.

Ultimas Notícias

Avião da Azul faz pouso de emergência no Galeão após piloto relatar fumaça a bordo

Dois passageiros que se sentiram mal durante a situação precisaram ser atendidos pelo...

DIG prende suspeito e apreende fios roubados que seriam trocados por drogas em Indaiatuba

Policiais civis também localizaram porções de entorpecentes, simulacro de revólver, faca e cerca de R$ 2,5 mil em...

Em 100 dias, rede municipal atende o equivalente a 11% da população de Campinas com suspeita de Covid-19

Percentual representa cerca de 133 mil pessoas que procuraram consulta médica em UBSs, UPAs ou nos hospitais mantidos...

Campinas abre agendamento da vacinação contra Covid-19 para maiores de 67 anos

Cadastro deve ser feito no site, onde será informado horário e local de aplicação. Cidade conta com cinco...

Banco de leite da Maternidade em Campinas atinge nível mais crítico da pandemia; veja como doar

Hospital tem estoque de 139 litros, volume 30,5% inferior aos 200 indicados como mínimo ideal, e reivindica doações....
- Advertisement -