segunda-feira, março 8, 2021

Imagem histórica avaliada em R$ 3 mil é recuperada após ser furtada em cemitério de Amparo


Objeto estava no túmulo há mais de 55 anos e foi encontrado em um comércio da cidade; uma mulher foi presa por receptação. Imagem de 55 anos estava em um dos túmulos do Cemitério do Silvestre, em Amparo (SP)
Guarda Civil Municipal/Divulgação
,
Agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) de Amparo (SP) recuperaram, na manhã desta quarta-feira (10), uma imagem histórica avaliada em R$ 3 mil que havia sido furtada de um dos túmulos do Cemitério do Silvestre.
O objeto, presente na sepultura há mais de 55 anos, foi encontrado em um comércio da cidade. Segundo a instituição, um catador de reciclagem disse ter presenciado uma mulher vendendo a estátua no estabelecimento.
À GCM, a dona do comércio afirmou ter comprado o objeto por R$ 80 e disse não lembrar da fisionomia da vendedora.
O objeto furtado levado à Delegacia de Amparo, onde duas proprietárias de túmulos reconheceram a imagem. A comerciante que comprou a estátua foi detida e deve responder por receptação, segundo a GCM.
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

Campinas tem 300 leitos ocupados e registra maior nº de internados em UTIs Covid em seis meses

Cidade atingiu a marca pela última vez em 17 de agosto de 2020,...

Covid-19: Campinas registra mais 17 mortes e vai a 1.944; casos positivos chegam em 72 mil

Vítimas são nove homens e oito mulheres, segundo dados divulgados nesta segunda (8) pela prefeitura. Boletim indica mais...

Canário ‘ocupa’ ninho de japu exposto em museu de educação ambiental de Arceburgo (MG)

Fotos e vídeos mostraram toda a ação da ave que criou filhotes no local; espaço estava fechado para...

Covid-19: lar de idosos de Águas de Lindoia chega a 5 mortes e 29 casos

Quinto óbito foi registrado na última quinta-feira (4). Unidade de longa permanência abriga 92 idosos. Os 33...

Vídeo: Homem maltrata cavalo com chutes e socos em Campinas

Cena foi flagrada por uma câmera de vigilância no Parque Cidade; segundo moradores, não seria a primeira vez...
- Advertisement -