domingo, maio 9, 2021

Médica sanitarista e ex-diretora de Saúde de Campinas, Maria Haydée morre aos 69 anos


Defensora da saúde pública, Haydée também atuou como presidente do Conselho Municipal de Saúde e lutava contra um câncer de mama. ‘Legado importante para o SUS’, descreveu prefeitura. Médica sanitarista de Campinas, Maria Haydée de Jesus Lima morreu aos 69 anos
Reprodução/Facebook/Conselho Municipal de Saúde
Morreu neste sábado (17), aos 69 anos, a médica sanitarista e ex-diretora de Saúde de Campinas Maria Haydée de Jesus Lima. Haydée também foi presidente do Conselho Municipal de Saúde, coordenadora do Centro de Saúde da Vila Ipê e integrante do Movimento Popular de Saúde.
A médica recebeu homenagens do Conselho Municipal de Saúde, do prefeito Dário Saadi (Republicanos) e da Secretaria de Saúde de Campinas. Segundo o conselho, Haydée lutava contra um câncer que começou na mama.
“Uma vida dedicada a defender a justiça social, a igualdade, as políticas públicas universais, particularmente a política pública de saúde, o SUS, sua maior paixão”, descreveu o conselho, em post no Facebook.
“Nossa profunda admiração e gratidão por tudo que aprendemos e construímos nos encontros dessa vida, nos movimentos, no Conselho. Continuamos aqui com você, de mãos dadas na defesa da saúde e da vida digna, mais justa e fraterna pro povo brasileiro”, continua o texto de homenagem.
Ex-servidora pública, Haydée recebeu, em 2014, o diploma de Mérito Médico “Dr. Roberto Maia Rocha Brito”, entregue pela Câmara Municipal a personalidades da área da saúde que se destacaram no exercício da profissão e prestaram serviço à comunidade campineira.
Maria Haydée de Jesus Lima foi defensora da saúde pública e atuou no Movimento Popular de Saúde
Reprodução/Facebook/Conselho Municipal de Saúde
‘Deixa um legado importante para o SUS’, afirma prefeitura
Por meio de nota, a prefeitura prestou homenagem e se solidarizou com os familiares e amigos. “Muito querida, deixa um legado importante para o SUS, tendo contribuído para a formação de inúmeros profissionais na área”.
“Era servidora da prefeitura de Campinas e foi diretora municipal de saúde, coordenadora do Centro de Saúde da Vila Ipê, presidente do Conselho Municipal de Saúde e integrou o Movimento Popular de Saúde”, afirma a administração municipal.
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

Sputnik V: os entraves que ainda dificultam o uso da vacina no Brasil

Nenhum outro fabricante de vacina contra a Covid-19 encampou um embate público tão ruidoso com a Agência Nacional de...

Santo Antônio de Posse oferece palestra gratuita sobre fotografia de rua; veja como participar

Evento acontece no dia 10 de maio, das 18h às 21h, em conferência online. Ao todo, são 100...

Unicamp 2022: comissão divulga prazo para pedidos de isenção; veja critérios

Solicitações podem ser feitas a partir do dia 24 de maio, segundo a universidade. Assim como no ano...

Fogo próximo à linha férrea mobiliza bombeiros em Valinhos; vídeo

Chamas foram controladas rapidamente e ninguém se feriu. Corporação afirma que incidentes como esse são comuns durante o...

Carro capota e deixa duas mulheres feridas na SP-340 em Santo Antônio de Posse

Acidente aconteceu às 13h10 e uma das faixas ficou bloqueada por 30 minutos. Passageiras foram encaminhadas para a UPA de Jaguariúna. ...
- Advertisement -