segunda-feira, março 8, 2021

Orquestra Sinfônica de Campinas grava clássico do Carnaval para homenagear centenário de Zé Keti


Iniciativa contou com a participação do cantor Dudu Nobre, músicos do Instituto Anelo e escolas de samba da cidade. A Orquestra Sinfônica de Campinas (SP) decidiu homenagear o centenário de Zé Keti, um dos maiores compositores de samba da história do Brasil, e gravou, em parceria com o cantor Dudu Nobre, o clássico carnavalesco “Máscara Negra”. A iniciativa também contou com a participação de músicos do Instituto Anelo e de escolas de samba da cidade. Veja o resultado no vídeo acima.
O vídeo foi lançado durante uma transmissão ao vivo na manhã desta terça-feira (16) feita pela secretária de Cultura de Campinas, Sandra Ciocci, e pelo maestro da Sinfônica de Campinas, que já havia anunciado estar deixando a função, Victor Hugo Toro. “A música de Zé Keti ultrapassa os limites do tempo e representa um dos marcos de excelência da música popular”, disse a titular da pasta.
Já o maestro Victor Hugo Toro comemorou a possibilidade de misturar música clássica e popular em um momento tão marcante, como o centenário do compositor. “É muito gratificante e uma responsabilidade muito grande fazer uma releitura de um clássico da música popular do Brasil, ainda mais ao lado de um cantor como Dudu Nobre”, explicou o músico.
A gravação da versão foi feita no Teatro Castro Mendes e a obra de arte presente no cenário é a tela “Viva a Música”, do artista plástico Rogério Pedro.
Orquestra Sinfônica de Campinas lança releitura de clássico do carnaval
Clássico do Carnaval
“Máscara Negra” foi composta por Zé Keti para o Carnaval de 1967 e eternizada na voz de Dalva de Oliveira. A canção rompeu a barreira de décadas e décadas de folia no Brasil, se tornando um dos principais hinos da festa até hoje.
Vencedora do Primeiro Concurso de Músicas para Carnaval, embalou gerações com trechos clássicos como “Quanto riso, oh, quanta alegria, mais de mil palhaços no salão, e “Não me leve a mal, hoje é Carnaval”, capazes de fazer cantarolar o brasileiro mais distante da folia.
José Flores de Jesus, conhecido como Zé Keti nasceu no dia 16 de setembro de 1921, no Rio de Janeiro, e é autor de grandes sambas como “A Voz do Morro”, “Opinião”, “Diz que Fui Por Aí”, “Acender as Velas”, além de “Máscara Negra”.
Sinfônica de Campinas
Imprensa/Prefeitura

Ultimas Notícias

Campinas e Valinhos registram carreatas pedindo volta às aulas presenciais na fase vermelha

Apesar de liberadas pelo governo estadual, atividades presenciais em escolas públicas e particulares...

Covid-19: Regional de Campinas atinge maior média móvel de novas internações em 7 meses

Dados da Fundação Seade mostram que índice registrado neste domingo (7) é 39,4% maior que o aferido 14...

Coletivo de Hortolândia apresenta festival online de música; veja programação

Apresentações serão realizadas nos dias 7, 14 e 21 de março. Público pode acompanhar a transmissão gratuitamente pelo...

Polícia pede prisão temporária de suspeito de matar companheira a facadas em Águas de Lindóia

Diego Paiva, de 23 anos, foi ouvido e liberado no sábado; SSP informa que autoridade policial aguarda decisão...

O ranking das vacinas mais usadas no mundo

Pouco mais de um ano após o início da pandemia de coronavírus, 261 vacinas contra a Covid-19 estão em desenvolvimento. Destas, 79 estão na...
- Advertisement -