segunda-feira, março 1, 2021

Paulínia adia início das aulas da rede municipal para 5 de abril


Valinhos e Vinhedo também já anunciaram o adiamento do retorno às atividades presenciais. Medida acontece por conta da situação da pandemia de Covid-19 na cidade. Prédio da Prefeitura de Paulínia
Divulgação / Prefeitura de Paulínia
Com base nos dados epidemiológicos da pandemia de Covid-19, a Prefeitura de Paulínia (SP) decidiu adiar para 5 de abril o retorno das aulas presenciais na rede municipal de ensino. Anteriormente, a volta das atividades estava prevista para o dia 1º de março.
A alteração no cronograma acontece após notificação da Secretaria de Saúde e não altera escolas da rede estadual e da rede privada. O retorno às atividades presenciais ocorrerão em esquema de rodízio.
A medida foi adotada por conta do aumento de casos confirmados de coronavírus. Desde o início da pandemia, a cidade soma 6.940 infectados e 106 mortes pela doença.
Inicialmente, as classes foram divididas em turmas A, B, e C e priorizam alunos dos últimos anos de cada nível escolar. As turmas A e B atenderão 35% dos alunos e a C atenderá 30%. O cronograma pode ser alterado de acordo com os dados do município. A expectativa é que após três semanas as escolas possam receber 50% dos alunos em semanas alternadas. Confira:
Grupo 1 – Alunos dos últimos anos de cada nível escolar (5º ano do Ensino Fundamental, 9º ano do Ensino Fundamental II e 3º ano do Ensino Médio)
TURMA A – 5 a 10 de abril
TURMA B –11 a 17 de abril
TURMA C – 18 a 24 de abril
A partir do 25 de abril, as turmas serão divididas em A e B, com 50% da capacidade de cada classe em semanas alternadas.
Grupo 2 – Todos os demais alunos da Educação Básica
TURMA A – 35% dos Alunos – 25 de abril a 1º de maio
TURMA B – 35% dos alunos – 2 a 8 de maio
TURMA C – 30% dos alunos 9 a 15 de maio
A partir do 16 de maio, as turmas serão divididas em A e B, com 50% da capacidade de cada classe em semanas alternadas.
Outras cidades
Santa Casa de Valinhos
Reprodução EPTV
Valinhos (SP) e Vinhedo (SP) também adiaram o retorno na rede municipal para o dia 5 de abril por conta do aumento de casos de Coronavírus.
Respectivamente, as cidades contam com 4.767 e 4.155 casos da doença. Em Valinhos, a taxa de ocupação dos leitos de UTI segue em 100% desde o mês de janeiro. A prefeitura anunciou a abertura de novos leitos de enfermaria enquanto aguarda a transferência de pacientes para outros hospitais do estado.
Segundo o boletim de segunda-feira (22), a Santa Casa de Vinhedo também está com 100% de ocupação dos leitos de UTI destinados a pacientes com Covid-19 e opera com 94,44% da capacidade de atendimento da UTI Geral. Por conta da situação do município, a Festa da Uva foi cancelada pelo segundo ano consecutivo.
Veja mais notícias da região no G1 Campinas.

Ultimas Notícias

Três suspeitos são detidos durante desmanche de carro roubado em Campinas

As prisões aconteceram no domingo (28) no bairro Jardim Rossin, em Campinas. Três homens são presos...

Coronavírus: prefeituras da região de Campinas confirmam novos casos nesta segunda, 1º de março

Veja números de pessoas infectadas e de óbitos pela doença em cada cidade. Imagem do novo coronavírus G1 As prefeituras...

Conheça a tiriba-grande, ave inofensiva que é 'manchada de sangue'

Espécie da mesma família das araras, papagaios e periquitos encontra-se ameaçada de extinção. A tiriba-grande é a mais...

Últimas notícias de coronavírus na região de Campinas em 1 de março de 2021

Veja a atualização em cada município da área de cobertura do G1. Confira as últimas notícias sobre o...

Shoppings reduzem horários de funcionamento após Campinas regredir para fase laranja

Estabelecimentos podem funcionar por até oito horas diárias, a partir desta segunda. Plano SP determina ainda capacidade de...
- Advertisement -