sábado, abril 17, 2021

Profissionais da saúde se candidatam a trabalho voluntário contra a Covid em Campinas: 'Não vou virar as costas'


Prefeitura abriu cadastro para profissionais que queiram atuar no serviço público sem remuneração. Ideia é reforçar atendimento e vacinação durante a pandemia. Heloísa Lelis, enfermeira aposentada da prefeitura de Campinas, em foto de 2017, na maratona de Paris
Arquivo pessoal
Retribuição, contribuição, empatia. Profissionais da saúde aposentados veem no trabalho voluntário uma forma de colaborar na luta contra a Covid-19 em Campinas (SP). Sob intensa pressão no sistema de saúde, a prefeitura pediu ajuda e os números mostram que houve resposta ao chamado. Até a tarde desta quarta-feira (17), 195 pessoas se inscreveram, 100 delas elegíveis para as funções disponíveis.
Entre os voluntários elegíveis está a enfermeira Heloísa Lelis, de 58 anos, ex-servidora pública, aposentada desde 2018, e que atua no teleatendimento de casos de Covid-19 de uma cooperativa médica da cidade.
Segundo a profissional de saúde, depois de anos atuando da rede primária a especializada e “muito aprendizado na saúde pública”, esse é o momento de ajudar.
“Não vai ser agora que vou virar as costas”, diz.
Por estar envolvida diretamente na pandemia, Heloísa reconhece o momento complicado que passa não só a cidade de Campinas, mas todo o mundo no enfrentamento da pandemia.
“É um momento crucial, nunca vivemos essa situação no mundo inteiro. Os profissionais da saúde que puderem ajudar, que ajudem. Não adianta ficar em rede social discutindo, culpando”, diz Heloísa.
‘Olhar para o lado’
Com 35 anos de experiência no Sistema Único de Saúde (SUS) em Campinas, a psicóloga e psicanalista Angela Stockler Vilela, de 64 anos, aposentada desde 2014 da prefeitura, abriu um espaço na agenda para contribuir no centro de imunização, aos domingos.
“Estou com minha agenda cheia durante a semana, mas o mundo não é só dinheiro, tem que olhar para o lado. É contribuição, solidariedade”, diz.
A manifestação pelo voluntariado foi alvo de críticas por parte de alguns familiares, mas Angela vê o chamado como um compromisso com o sistema que “ajudou a criar”.
“Muitos ficam preocupados com a gente, eu entendo a razão deles, mas minha leitura foi outra. Mas o maior compromisso é com o SUS, sem ele estaríamos pior. Isso eu posso dizer pelos meus 35 anos de SUS em Campinas”, defende.
Por serem profissionais de saúde e atuantes, as duas voluntárias já receberam as doses da vacina contra a Covid-19.
Profissionais da saúde de Campinas recebem dose de vacina contra Covid-19
Helen Sacconi / EPTV
Como se voluntariar
A ideia da prefeitura com o voluntariado é que a participação deles libere equipes da prefeitura para atuar na linha de frente do combate ao novo coronavírus. A cidade vive o pior momento da pandemia, com alta nas internações e hospitais superlotados.
A prefeitura iniciou o cadastramento na sexta-feira (12) e as inscrições seguem abertas. Os voluntários definem se querem trabalhar no Centro de Imunização, no atendimento de sintomáticos respiratórios (rede básica de Saúde) ou na urgência e emergência. Eles também escolhem o dia da semana e horário.
A prefeitura recebeu 195 inscrições para voluntariado na rede de saúde até esta quarta-feira (17). Do total, 100 estão aptos para trabalhar, 90 ainda não tomaram as duas doses da vacina contra Covid-19 e, por isso, não podem começar, e 5 não são da profissionais de saúde.
Profissionais de saúde elegíveis (100):
27 técnicos em enfermagem
23 enfermeiros
11 fisioterapeutas
7 psicólogos
6 auxiliares de enfermagem
5 farmacêuticos
5 fonoaudiólogos
4 dentistas
3 médicos
3 nutricionistas
2 biomédicos
2 terapeutas ocupacionais
1 assistente social
1 biólogo
Segundo a prefeitura, o trabalho no centro de imunização é o mais procurado até agora.
“Ao preencher o formulário, o interessado deve dar ciência de que concorda com os termos do serviço voluntário, que é sem remuneração e sem vínculo empregatício com o município”, afirma a prefeitura.

Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

Médica sanitarista e ex-diretora de Saúde de Campinas, Maria Haydée morre aos 69 anos

Defensora da saúde pública, Haydée também atuou como presidente do Conselho Municipal...

Em um dia, Conexão Solidária arrecada 163 toneladas de alimentos nas regiões de Campinas e Piracicaba

Terceira etapa da campanha organizada pela EPTV e prefeituras ocorreu neste sábado. Doações serão destinadas às famílias em...

Operação toque de recolher fecha 12 estabelecimentos e lacra 1 em Campinas nesta sexta

Balanço divulgado neste sábado (17) pela prefeitura mostra que, de 18 de março, data em que as fiscalizações...

Acidente em Valinhos deixa 5 feridos e mobiliza bombeiros de três cidades

Colisão entre dois veículos ocorreu na Estrada dos Jequitibás. Vítimas, dentre elas uma mulher que estaria grávida, foram...

Covid-19: cresce em 27% o número de vacinas em fase final de estudos

A corrida para o desenvolvimento de vacinas contra Covid-19 teve um aumento de 27% em novos antígenos em etapa final de testes — a...
- Advertisement -