segunda-feira, maio 17, 2021

Região de Campinas avança à fase vermelha do Plano São Paulo; veja o que muda

Algumas atividades essenciais fechadas na fase emergencial voltam a funcionar. Governo anunciou nesta sexta que todo o estado avança à fase vermelha a partir de segunda; Toque de Recolher foi mantido. Governo anuncia avanço do estado para fase vermelha do Plano SP
O governo de São Paulo avançou, na manhã desta sexta-feira (9), todo o estado à fase vermelha do Plano SP a partir de segunda (12). Com a mudança, atividades consideradas essenciais fechadas na fase emergencial, que termina no domingo (11), poderão ser reabertas. O anúncio foi feito em coletiva no Palácio dos Bandeirantes. A medida fica em vigor até o dia 18 de abril. Veja abaixo como fica a região de Campinas (SP).
Na prática, a mudança permite o retorno das atividades presenciais nas escolas das redes públicas e privadas, desde que autorizadas pelas prefeituras, além da volta de eventos esportivos profissionais em São Paulo, sem público, e atendimento presencial em lojas de construção. A regra do Toque de Recolher, que restringe circulação de pessoas das 20h às 5h, foi incorporada à fase vermelha e será mantida.
Além do toque de recolher, outras duas regras da fase emergencial que foram incorporadas à fase vermelha é a proibição de celebrações religiosas presenciais e a orientação de teletrabalho para todas as atividades administrativas.
“É importante dizer que a fase vermelha não é um grande avanço. Nós pudemos sair da fase emergencial, mas com uma fase vermelha ainda mais restritiva, é uma fase cheia de restrições, que não caracteriza nenhuma flexibilização”, disse a secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, Patrícia Ellen.
A retirada de alimentos em bares e restaurantes no sistema de take away também volta a ser permitida. No entanto, em Campinas, a medida já havia sido autorizada e seguida pelos prefeitos da região metropolitana. Apesar do avanço do estado, as prefeituras podem adotar medidas mais restritivas, inclusive permanecer na fase emergencial.
O vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, afirmou que o avanço da fase emergencial para a vermelha aconteceu por conta do avanço da vacinação e também do início da redução de casos novos e internações no estado.
O que muda:
Escolas poderão receber alunos presencialmente desde que autorizadas pelas prefeituras
Lojas de material de construção poderão abrir
Retomada dos jogos do Campeonato Paulista
Retirada de alimentos em bares e restaurantes [já havia sido liberada na Região Metropolitana de Campinas]
Drive-thru no comércio [também já estava autorizado na região de Campinas]
O que pode funcionar na fase vermelha?
Escolas e universidades
Hospitais, clínicas, farmácias, dentistas e estabelecimentos de saúde animal (veterinários)
Supermercados, hipermercados, açougues e padarias, lojas de suplemento, feiras livres
Delivery e drive-thru para bares, lanchonetes e restaurantes: permitido serviços de entrega
Retirada de alimentos em bares e restaurantes no sistema de take away.
Drive-thru no comércio
Cadeia de abastecimento e logística, produção agropecuária e agroindústria, transportadoras, armazéns, postos de combustíveis e lojas de materiais de construção
Empresas de locação de veículos, oficinas de veículos, transporte público coletivo, táxis, aplicativos de transporte, serviços de entrega e estacionamentos
Serviços de segurança pública e privada
Construção civil e indústria
Meios de comunicação, empresas jornalísticas e de radiodifusão sonora e de sons e imagens
Outros serviços: Igrejas, lavanderias, serviços de limpeza, hotéis, manutenção e zeladoria, serviços bancários (incluindo lotéricas), serviços de call center, assistência técnica e bancas de jornais.
O que não pode funcionar na fase vermelha:
Academias
Celebrações religiosas
Salões de beleza
Cinemas
Teatros
Shoppings
Lojas de rua
Concessionárias
Escritórios
Parques
Clubes
Praias
VÍDEOS: saiba tudo sobre Campinas e Região
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Ultimas Notícias

Cidades da região de Campinas retomam vacinação contra Covid para grávidas e puérperas

Americana e Sumaré retomaram a imunização nesta segunda (17). Já Indaiatuba e Paulínia...

Filha de vítima de feminicídio em Piracicaba relata trauma do crime: 'saber que sou filha do assassino é difícil'

Crime ocorreu em 2019. Psicanalista diz que filhos de mulheres que foram mortas de forma violenta devem ter...

Santo Antônio de Posse aciona polícia após perder R$ 30 mil com furto de cabos que parou serviço de água; vídeo mostra crime

Câmera registrou momento em que furto é praticado por dois suspeitos, que ainda não foram localizados. Sem chuvas significativas há 71 dias,...

Trabalhar mais de 55 horas por semana aumenta risco de morte, diz estudo

O trabalho dignifica o homem, diz o ditado. Trabalhar demais, no entanto, pode levá-lo a uma morte prematura por doenças do coração ou um...

Trabalhar demais pode matar do coração ou de AVC, diz estudo

O trabalho dignifica o Homem, diz o ditado. Trabalhar demais, no entanto, pode levá-lo a uma morte prematura por doenças do coração ou um...
- Advertisement -